Câmara Municipal de Guaratuba

Rua Carlos Mafra 494, Centro, Guaratuba - Paraná - Fone (41) 3442-8000 | 3442-8001 - camara@camaraguaratuba.pr.gov.br - Atendimento Público: 12 às 18 hs | Sessões: Segunda as 18 hs

DATA - HORARIO – LOCAL – aos vinte e nove dias do mês de março do ano de dois mil e dezesseis às dez horas e trinta minutos no Plenário da Câmara Municipal de Guaratuba, Estado do Paraná. -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PRESENÇAS – MORDECAI MAGALHÃES DE OLIVEIRA – Presidente, MAURICIO LENSE - Vice-presidente, SERGIO ALVES BRAGA – Primeiro Secretário, FABIO LUIZ CHAVES – Segundo Secretário e demais Vereadores: JUAREZ SERAFIM TEMOTEO, CATIA REGINA SILVANO, ANA MARIA CORREA DA SILVA, ITAMAR CIDRAL DA SILVEIRA JUNIOR, MARIA DA SILVA BATISTA, ARTUR CARLOS DOS SANTOS, JOÃO ALMIR TROYER, LAUDI CARLOS DE SANTI E RAUL CHAVES.  --------------------------------------------------------------------------

ABERTURA – Sob a proteção de Deus e verificando a existência de número legal de presentes o Presidente declarou aberta a Sessão que foi convocada na Sessão Ordinária do último dia vinte e oito de março de dois mil e dezesseis. -------------------------------------------------------------------

ORDEM DO DIA – -------------------------------------------------------------------------------------------------------

Projeto de Lei n° 1.402 – Autoriza o Poder Executivo Municipal a reajustar, na ordem de 11,08%, os vctos-base dos servidores detentores dos cargos de provimento efetivo que integram o Quadro Geral de Pessoal Efetivo – QGPE – do município de Guaratuba. EM SEGUNDA DISCUSSÃO O PROJETO DE LEI – EM SEGUNDA VOTAÇÃO O PROJETO DE LEI – APROVADO. -----------------------------------------------------------------------------------------------------

Projeto de Lei n° 1.403 – Autoriza o Poder Executivo Municipal a conceder reajuste, na ordem de 11,36% nos vctos-base dos servidores que integram o Quadro Próprio do Magistério Municipal de Guaratuba. EM SEGUNDA DISCUSSÃO O PROJETO DE LEI – EM SEGUNDA VOTAÇÃO O PROJETO DE LEI – APROVADO. ---------------------------------------------------------------

PALAVRA LIVRE - ------------------------------------------------------------------------------------------------------

Vereador Artur Carlos dos Santos falou sobre a visita a Escola Reinz Wittiz e confirmou que a construção continua com problemas. Os Vereadores Itamar Cidral da Silveira Junior e Maria da Silva Batista falaram sobre os requerimentos que não foram respondidos. O Presidente informou que dentro do prazo legal seriam respondidos. ------------------------------------------------------------------

ENCERRAMENTO – Nada mais havendo para ser deliberado, o Presidente agradeceu os presentes e deu por encerrada a presente Sessão às vinte horas e quarenta e cinco minutos. Para contar eu                                  (Edilson Garcia Kalat – Secretário Geral) bem e fielmente redigi, digitei e conferi a presente Ata. -----------------------------------------------------------------------------

MORDECAI MAGALHÃES DE OLIVEIRA

Presidente

SERGIO ALVES BRAGA

Primeiro Secretário

FABIO LUIZ CHAVES

Segundo Secretário

DATA - HORARIO – LOCAL – aos vinte e oito dias do mês de março do ano de dois mil e dezesseis às vinte horas no Plenário da Câmara Municipal de Guaratuba, Estado do Paraná. ----

PRESENÇAS – MORDECAI MAGALHÃES DE OLIVEIRA – Presidente, MAURICIO LENSE - Vice-presidente, SERGIO ALVES BRAGA – Primeiro Secretário, FABIO LUIZ CHAVES – Segundo Secretário e demais Vereadores: JOÃO ALMIR TROYNER, LAUDI CARLOS DE SANTI, JUAREZ SERAFIM TEMOTEO, CATIA REGINA SILVANO, ANA MARIA CORREA DA SILVA, ITAMAR CIDRAL DA SILVEIRA JUNIOR, MARIA DA SILVA BATISTA, RAUL CHAVES e ARTUR CARLOS DOS SANTOS. -----------------------------------------------------------------------------------

ABERTURA – Sob a proteção de Deus e verificando a existência de número legal de presentes o Presidente declarou aberta a Sessão. ---------------------------------------------------------------------------

APROVAÇÃO DA ATA – aprovação da Ata do dia quatorze e vinte e um de março de dois mil e dezesseis. Como não houve restrições considerou-se aprovada. ------------------------------------------

EXPEDIENTES RECEBIDOS – Ofícios do executivo, ofícios diversos. ----------------------------------

PROPOSIÇÕES/INDICAÇÕES DOS VEREADORES --------------------------------------------------------

Vereador João Almir Troyner – roçada e limpeza das calçadas da Rua Cambará. Vereador Artur Carlos dos Santos – patrolamento e nivelamento da Rua das Andradas, Rua Rodrigues Alves, Rua Eduardo Pareja Linhares. Vereadora Catia Regina Silvano – patrolamento e ensaibramento na Avenida Agua Verde e Rua Miguel Jamur. APROVADAS PELO PLENARIO. ----------------------

INDICAÇÕES – Vereador João Almir Troyner implantação de Ciclovia em toda extençao da Avenida Damião Botelho de Souza, Rua Otaviano Henrique de Carvalho e Avenida Minas Gerais. APROVADO PELO PLENARIO. ---------------------------------------------------------------------------

REQUERIMENTO – Vereador Mauricio Lense – valores lote por lote de terreno da Associação de Ensino Professor Plácido e Silva e Empresa Balnearia de Guaratuba Ltda. Valores venais dos lotes de terreno 01 a 24 quadra 418, planta geral da Empresa Balnearia de Guaratuba Ltda. Vereador Artur Carlos dos Santos – Copia do movimento financeiro do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente, repasses e disponibilidade em caixa. APROVADO PELO PLENARIO.

MATERIA APRESENTADAProjeto de Lei n° 1.402 – Autoriza o Poder Executivo Municipal a reajustar, na ordem de 11,08%, os vctos-base dos servidores detentores dos cargos de provimento efetivo que integram o Quadro Geral de Pessoal Efetivo – QGPE – do município de Guaratuba. Projeto de Lei n° 1.403 – Autoriza o Poder Executivo Municipal a conceder reajuste, na ordem de 11,36% nos vctos-base dos servidores que integram o Quadro Próprio do Magistério Municipal de Guaratuba. O Vereador Laudi Carlos de Santi Pediu a dispensa dos interstícios legais para que fosse colocado na Ordem do Dia. APROVADO PELO PLENARIO PARA A ORDEM DO DIA. ---------------------------------------------------------------------------------------------

PARECER – retornou da Comissão de Constituição Justiça e Redação o Projeto de Lei n° 595 – concede titulo de Cidadão Honorário de Guaratuba a Mounir Chaowiche e dá outras providencias, com parecer favorável APROVADO PELO PLENARIO com voto contrario dos vereadores Mauricio Lense, Artur Carlos dos Santos, Maria da Silva Batista e Itamar Cidral da Silveira Junior. A VEREADORA MARIA DA SILVA BATISTA PEDIU VISTAS AO PROJETO. ----

ORADORES INSCRITOS NO LIVRO DE DEBATES –--------------------------------------------------------VEREADOR JOÃO ALMIR TROYNER – primeiramente agradeceu a Deus e a Nossa senhora Aparecida, cumprimentou o senhor presidente, nobres pares, senhores e senhoras que são motivo de luxo para eles. Internautas. Disse que não esta chegando ao decrépito, que vai chegar, mas que ainda não chegou. Falou que na politia eles devem dar um passo, após o outro e que às vezes, e que às vezes eles se enganam com os amigos diletos amigos que tem. Falou que principalmente quando o amigo dileto, não distingue o amigo do inimigo. Que não distingue o leal do desleal, disse que não podem e que ele não entende, o porquê que um grupo de pessoas, três, quatro, seis, sete, oito, que as vezes se reúnem com a espuma do ódio que escorre no canto da boca. Disse que é a espuma da raiva, e que para isso essas pessoas se reúnem para prejudicar alguém que esta trabalhando, alguém que esta cumprindo com suas obrigações, alguém que não faz maldade para ninguém, alguém que é simples e que tem as palavras simplistas, disse que uma pessoa humilde, mas que cumpridora de suas obrigações, que uma pessoa que leva alegria e segurança, uma pessoa que jamais ousou mentir quando foi solicitado, quando foi chamado. Falou que a Cruz é pesada para que arraste, e que não para quem abraça. Comentou que na sexta feira que passou foi comemorada a paixão de Cristo, falou que lhe veio agora que Jesus Cristo fez de tudo o possível e o impossível para atender as pessoas, disse que Jesus foi um homem bom um homem transparente, um homem em que sua vida foi para fazer o bem para ajudar as pessoas, e falou que mesmo assim Jesus não escapou das garras de Judas, mas falou que todos sabem que também qual foi o fim de Judas. Perguntou se isso faz com que determinadas pessoas possam viver em paz, possam dormir tranquilos, em saber que conseguiram aquilo que as pessoas tem em sua índole, de ódio de mágoa, e em prejudicar alguém. Falou que precisam e que devem usar as palavras para elogiar as pessoas, que para elogiar aquelas pessoas que fazem o bem, disse que não podem ser desleal com as pessoas, grosseiras, ou que ser na maioria das vezes bandidas. Disse que quando precisam que sabem o numero do telefone e o nome da pessoa, mas falou que por um motivo fútil, que não se justifica que dizem que este não lhes serve mais. Mas que precisam encontrar outro, falou que será sempre assim na vida dessas pessoas, disse para esperarem para ver. Dirigiu-se ao senhor presidente dizendo que jamais usou a Tribuna para espresimar alguém, para prejudicar alguém, disse que é muito respeitoso com todos, e que vivem em uma democracia, falou que cada um sobe a Tribuna para falar o que bem entende, mas que porem quando usam a Tribuna, e que ele pensa, que devem sempre usar a palavra EU, e não usar a palavras VOCES, disse que não devem em hipótese alguma, generalizar os companheiros de bancada, disse que não podem mesmo sabendo que estão com dor em saber, que os mais diletos amigos acabam os decepcionando muitas vezes, Comentou que falam que quem cala consente. Falou que com todo respeito, que ele nunca faltou com o respeito com ninguém, mas que não pode concordar com determinadas falas, disse que não vive em uma sociedade feudal, disse que vive em uma sociedade de homens e mulheres de bem, onde se respeitam, onde um respeita o outro, sem atingir ninguém. Falou que nunca foi servo de ninguém, e que muito menos, algum dia teve a vontade de ser servo, de alguém falou que a não ser de Deus e de Nossa Senhora Aparecida. Falou que devem sim respeitar, uns aos outros e que quando querem ir a Tribuna para falar alguma coisa, falou que devem respeitar o verbo pelo menos, disse EU estou magoado com determinadas coisas, e que eu estou magoado com determinadas pessoas, mas falou que não devem generalizar. Disse que não esta autorização para falar e que ele vai abreviar, mas falou que acha inadmissível, chamar em um séquito, todos os que estão em Plenário de Servos. Falou que com todo o respeito que tem, disse que podem usar a Tribuna da melhor maneira possível, mas pediu que se respeitasse, disse para falarem aquilo que esta dentro de si, mas para eles, disse para não trazerem para o Pronunciamento os demais pares da Casa. Disse que não é um tom ofensivo de maneira nenhuma, disse que nunca ninguém lhe pediu para servo de alguém, falou que nunca.  Falou que tem a plena convicção de que teria de usar as suas palavras neste dia neste sentido. Disse que não devem deixar jamais que o atributo do temperamento influencie nas suas palavras dentro da Casa. Dirigiu-se a vereadora Cátia dizendo que comentários ofensivos não é bom a democracia, e que muito menos com achincalhe, falou que deve se respeitar uns aos outros dentro da Casa, falou que não é o Profeta do caos, mas falou que devem se respeitar. Disse que as pessoas os elegeram para que eles dentro da Casa pudessem ajudar estas pessoas, Falou que devem sempre, dentro da Casa estar a deriva da verdade, dirigiu-se ao vereador Fabio. Falou que as sessões da casa devem ser harmoniosas, e que não se tornarem Sessões constrangimentos, e que por mais que as matérias suscitem polêmicas, pediu que fossem respeitados uns aos outros, dirigiu-se ao senhor presidente dizendo que pode ser que ao fim de suas palavras que alguém diga que é mais um tolo na Tribuna, e que achando que vai conseguir unir todos. APARTE VEREADORA CATIA – disse que o vereador Almir esta sendo muito feliz no pronunciamento, falou que vários vereadores utilizam a Tribuna e que querem só denegrir a imagem  dos vereadores, falou que o respeito não tem e que acabam acusando os vereadores e colocando todos em uma panela só, disse que falou bem claro que é isso que tem acontecido e que não esta havendo respeito, falou que cada um for subir na Tribuna, que fale com o coração citou essas palavras que o vereador Almir sempre usa, e para falarem usando o verbo mesmo “EU”,  e que não acusando o próximo. Falou que o que o vereador Almir esta falando já vem acontecendo diariamente. VEREADOR ALMIR TROYNER – disse que o poder é efêmero, e que muitas das vezes acabam errando dentro da Casa, disse que quantas vezes ele mesmo tomou atitudes que depois que chegou a sua casa se arrependeu, mas que porem o reconhecimento é a coisa mais importante que eles têm, falou que quando ele reconhece que cometeu um erro que as coisas começam a ficar transparentes, disse que devem sim estarem sempre um ao lado do outro, independente de ideologias políticas, falou que cada um tem um pensamento e que isso é normal, e que não existe, disse que se todos pensassem iguais, disse que o que eles não podem é um tentar massacrar o outro, falou que independente de ser ano eleitoral. Disse que vivem na mesma cidade, e que se encontram nos mesmos locais, falou que não deve usar a Casa para acabarem com a democracia entre os vereadores. Falou que o povo esta preocupado em que os pedidos que eles fazem sejam atendidos, que as pessoas querem que suas ruas sejam arrumadas, que sua lâmpada seja troada, que os Projetos que são apresentados na Casa, que seja benéficos a cada um dos senhores moradores. Falou que eles foram eleitos pelo voto do povo, e que o povo escolheu os treze vereadores. Disse que precisam analisar friamente, falou que sinceramente ele faz no mês que vem trinta anos de policia civil, de segurança pública, e que já viu, ou acha que já viu tudo o que poderia acontecer de falsidade de mentiras, de pecados, de injustiças, falou que eles homens e seres humanos, acabam cometendo injustiças as vezes, mas falou que aquilo que esta dentro deles, e que é bonito, disse que é quando eles reconhecem que fizeram alguma coisa que não deveriam ter feito. Falou que não devem deixar que se ofendesse entre perdigotos dentro da Casa. (dirigiu-se a vereadora Maria batista), falou que se isso continuar acontecendo, dirigiu-se ao senhor Saint Clair, que vai virar palavrório dentro da Casa, ou seja, sem importância nenhuma. Falou que não é isso que as pessoas querem, disse que estão iniciando uma campanha política onde todos tem o direito de tentar a Cadeira na Câmara. Disse que devem respeitar. Falou que ninguém, ninguém, morre sem antes pagar os seus pecados. Disse para não pensarem que vão enganar Deus, que não vão. Falou que todos tem um acerto de contas, disse que devem se respeitar, que devem usar a casa para que possam mostrar aquilo que estão fazendo, e que independente do que é feito por um, do que é feito pó outro, disse que cada um tem os seus pedidos, dirigiu-se ao vereador Tato. Disse que cada um tem de atender (dirigiu-se ao vereador Itamar, falou que o triste é quando se usa, dentro de uma Câmara Municipal, a soberba. Disse que a superioridade não leva a lugar nenhum, que a querela o conflito, geram o que eles tem visto. Disse que discussões acaloradas, que o debate vira embate, e perguntou como é que eles vão se explicar. Comentou que os seus pronunciamentos continuarem virando embates, falou que estarão rumando para um buraco negro insondável, e que não terão volta,  disse que as coisas estão chegando a um patamar onde se esqueceu o respeito de um pelos outros. Disse que não vai cansar de usar a Tribuna para pedir que eles possam fazer com que as suas atividades de vereador  seja respeitada, que seja olhada de maneira  mesmo que cautelosa, mas que de maneira séria. Falou que rumando ao final de sua prosa,  falou que é recorrente neste dia, que não só em Guaratuba, no Paraná, no Brasil, que o descontentamento das pessoas com a política, mas disse que nem por isso que eles vão generalizar,  falou que em todos os setores, tem, os bons, e que tem os ruins. Mas falou que não podem  e que estão indo para este caminho. Disse que só não podem dirigiu-se aos senhores vereadores, entrar no jogo de “enquanto pior melhor”, disse que não podem, falou que a Constituição, citou a mais nova bacharel em Direito, que uma das mais novas a Kaká que sabe. Disse que é uma constituição só  que existe. Falou que não existe uma Constituição para ele, uma Constituição para o vereador Sérgio e outra para a vereadora Cátia. Falou que vê a Constituição em três dimensões, a formal, substancial, e prospectivas. Falou que é isso que eles devem, usar dentro da Casa, falou que se as coisas continuarem e que as pessoas puderem encontrar com eles na rua, e que vão usar a palavra “eu não vou mais naquela Câmara”, disse que a Câmara virou um setor torpe, disse que isso jamais poderá acontecer. Falou que não devem inibir nenhum pronunciamento na Casa, com palavras Surreal, e temerárias. Dirigiu-se ao senhor presidente dizendo que devem sim, discutir, debater, tudo o que é sadio na Casa. Mas falou que não devem generalizar e nem se ofenderem. Disse que sempre que eles se ofenderem dentro da Casa, falou que quem esta na Plateia, que vai sair triste e que vem a Casa para ouvir dos vereadores, aquilo que eles estão fazendo para a sociedade, disse que falou mais de uma vez, e que volta a falar, que ele não é o salvador da pátria, disse que o salvador da pátria era o Sasa Mutema, Mas falou que quer que os vereadores, entendam que eles devem partir para a campanha eleitoral de igual para igual. Falou que os candidatos que estão lá e que também vão disputar as eleições sem usar palavras ofensivas, sem usar palavras que denigrem a imagem do vereador, da esposa, da filha do marido, enfim da família. Disse para fazerem uma campanha respeitosa, e para deixarem a gosma do canto da boca, que seja passado uma espátula e que dali saia a gosma de um chocolate, de uma bala. E que não a gosma do ódio, da vingança, a gosma de tentar prejudicar uns aos outros. Falou que possam sim, ao lado de todos os candidatos fazerem uma campanha sadia, uma campanha em benefício daqueles que acreditarem nos vereadores e que colocaram dentro da asa de Leis.  Falou que com toda certeza ele pode dizer a todos que a simplicidade, das palavras que são muito mais importantes, do que a arrogância de muitas pessoas. --------------------------------------------------------------------------VEREADOR JUAREZ SERAFIM TEMOTEO – Cumprimentou o senhor presidente, senhores vereadores, senhoras vereadoras, público presente, internautas que os assistem, Falou que muitas vezes, quando lhes desejam mal, que o mal se transforma no bem. Disse que muitas vezes quando atira uma pedra em alguém, falou que podem ter certeza, que terá sempre alguém para lhe atirar uma pedra também, falou que gostaria de dizer, dirigiu-se ao senhor presidente, que a uns quinze, vinte dias atrás, por causa de uma atitude dele, que se colocou no lugar de uma criança deficiente, e que andou por trinta segundos dentro da Câmara, e que através de mentes maldosas, que foi malhado nas redes sociais. Disse que hoje, ganhou o melhor premio que uma pessoa pode ganhar, falou que estava indo na prefeitura as três horas da tarde quando foi abordado pela mãe de uma criança com autismo, falou que a senhora lhe abordou e que ele não a conhecia, e que esta senhora o convidou para no dia dois de abril num sábado, as três e meia, da tarde  na praça que terá a passeata de pessoas com autismo, falou que a senhora disse que era mãe de uma criança com autismo, e que viu o que fizeram com o vereador nas redes sociais,  falou que não existe premio maior, e melhor do que as palavras de uma pessoa. Disse que muitas vezes, como diz o vereador amigo, o amigo, que o ser humano ao lado as vezes esta precisando apenas de um abraço e apenas uma palavra de carinho. Falou que as vezes a pessoa não esta precisando de dinheiro, mas que muitas vezes uma palavra de carinho, alimenta muito mais.  Disse que foi malhado dizendo que ele estava na Casa brincando de ser vereador, Falou que inclusive entrou com dois processos  que já estão encaminhados ao fórum, e que gostaria de dizer para as duas pessoas, que ele encaminhou o processo ao Fórum, falou para irem no dia dois na Praça para verem o que passa um pai de um autista, falou para irem dia dois na praça para verem o que sofre uma mãe de uma criança especial,  disse para irem dia dois na praça para verem o quanto sofre um pai e uma mãe para tratar de uma criança especial, uma criança com autismo. Falou que se ele vir às duas pessoas que ele denunciou ao Ministério Público na Praça no dia dois de abril, disse que retira a queixa que ele fez para essas duas pessoas. Falou que não existe crime maior do ser discriminado, que não existe crime maior do que ser preconceituoso pela sociedade, Disse que realmente ele se colocou no lugar de uma criança que não tinha as duas pernas e o dois braços, e que andava em um skate, disse que se colocou, mas falou que ele não quis brincar com a sociedade como falaram nas redes sociais. Falou que não quis brincar de skate dentro da Câmara, disse que não iria sair de dentro do seu gabinete, e que não iria ver se uma criança não tem controle sobre o skate no asfalto, falou que foi apenas dez segundos, e que mentes maldosas fizeram o que fizeram e que todo mundo sabe. Mas falou que tem uma coisa, que o premio neste dia ele ganhou, falou que a mulher dizendo “Juarez convida os vereadores da Câmara para irem dia dois de abril na passeata que vai ter” APARTE VEREADOR FABIO CHAVES – Disse que o vereador Juarez, que ele não queria interromper, mas como o vereador olhou para o lado dele, disse que também encontrou esta senhora na Prefeitura, mas que o vereador Juarez já deu o recado, falou que esta senhora mora em Garuva e que não iria dar tempo dele vir até a Câmara, e que esta senhora pediu para avisar os vereadores, e que o vereador Juarez já esta avisando, disse que era só a lembrança, mas como o vereador já lembrou, que já esta dada o recado. VEREADOR JUAREZ – disse para as pessoas que participam das redes sociais, para irem sábado à praça, falou que é dia dois de abril às três e meia da tarde. Disse que o seu premio ele já recebeu e que estará na praça neste dia, Disse que vai ler alguns trechos: “Vamos falar sobre crise, mais de noventa por cento das prefeituras, estão falidas, mas há quem defenda a criação de novos municípios, o Presidente da Federação Catarinense de Municípios FECAM, Hugo Lembeck, prefeito de Itaiol, Santa Catarina, na abertura da marcha dos prefeitos, a Brasília, que o prefeito disse, que mais de noventa por cento das prefeituras brasileiras estão falidas, Falou que acredita que seja verdade, o que me espanta que o Congresso Nacional se prepara para derrubar o veto da Presidente Dilma Rousseff, a Lei já aprovada pelo senhores Parlamentares, que cria mais quatrocentos novos municípios. Podemos criar novos municípios, e os que já existem estão falidos, como a criação de novos municípios, vai aumentar o exército de prefeitos, pedintes, tirando um outro de algum município de boa arrecadação de impostos e de bom Gestor, que a maioria é formada por prefeitos pedintes. Eles vão a Brasília em bandos a Brasília para mendigar por verbas de convênios e por emendas dos parlamentares ao orçamento da União. Eu conheço alguns deputados e senadores, que tem verdadeira alergia a prefeito fora do período eleitoral. Quando avistam os prefeitos pelos corredores do Congresso é um Deus nos acuda. Saída pela direita, saída pela esquerda como o famoso personagem infantil o Leão e a Montanha. Volto a dizer o que venho destacando, a bastante tempo, o Brasil precisa de um novo pacto federativo, redefinindo direito e obrigações da União, Estado e Municípios, não da para aceitar que a União concentre mais de setenta por cento da receita dos impostos e contribuição dos estados, e municípios dividem o resto, que não é justo, disse que  tem hoje a União rica e que os estado se municípios pobres, os prefeitos estão reunidos em Brasília, para arrancar dois por cento, do fundo de participação dos municípios, que passaria de vinte e três e meio, para vinte e cinco por cento  de todas as receitas, do IPI e do Imposto de renda”. “ Municípios em crise suspendem salários e concursos públicos. No Rio de Janeiro os municípios do estado congelaram os salários, suspenderam os concursos e reduziram expediente para enfrentar a falta de verba proveniente da arrecadação de royalties do Petróleo. A crise afeta oitenta por cento das noventa e duas cidades que recebem o recurso. Entre eles esta São Gonçalo, Duque de Caxias, campo dos Goitacás, Nova Iguaçu, Niterói. O repasse incrementava entre quarenta e sessenta e cinco por cento de cada orçamento. Outro município mais atingido com a perda são Cabo frio, Rio das Ostras, Angra dos Reis e Cassimiro de Abreu, inclusive determinados prefeitos, não estão sabendo o que fazer para cumprir com o pagamento mensal. Em Rio das Ostras o prefeito Alcebíades Sabino não sabe como vai sustentar as contas do município. A única coisa que esta em dia é a folha de pagamento de março, a folha de pagamento de abril ele não sabe como vai ficar. “A previsão de perda para dois mil e dezesseis, e de cento e vinte milhões”. Governo do Amapá, governo estadual decide parcelar salários de servidores. O governo do Amapá divulgou em nota nesta sábado que ira parcelar salário dos servidores públicos do estado. A primeira parcela que será paga ma quinta feira, dia trinta e um, será sessenta por cento da folha de pagamento. “Serão “pagos no dia dez de abril, segundo informação do Secretário de Planejamento do estado”.” Em crise prefeituras de São Paulo atrasam e parcelam salários. Municípios pequenos e médios de São Paulo, o estado mais rio do país, começaram a atrasar ou a parcelar, o salário dos servidores públicos. Em alguns casos apenas a metade do valor chegou ao bolso deles. O problema atinge Americana. Santa Bárbara do Oeste e Sumaré, na região de Campinas. “São Vicente no litoral, e Apiaí no estado da Ribeira”. “Sem verba a prefeitura corta os salários, parcelam vencimentos, e o décimo terceiro. A crise financeira dos municípios mineiros que já foi motivo de protesto e paralisação de diversas prefeituras se agravou neste mês por causa da queda substancial do repasse da União. O Fundo de Participação dos Municípios FPM, verba que chega a cobrir em certos municípios ate noventa por cento dos gastos em pequenas cidades. Teve a primeira parcela de setembro reduzida em quase quarenta o repasses foi de duzentos e noventa e seis milhões, o que representa um recuo de cento e oitenta e inço milhões. Comparado ao montante liberado no mesmo período do ano passado. Quatrocentos e oitenta e um milhões.” “Governo Sergipano quer parcelar o décimo terceiro salário dos servidores públicos. e parcelou em oito vezes. Sobre a justificativa de ter sido afetado pela frustração da receita que estava prevista, mas que não foi repassado como o Fundo de participação dos Estados e o déficit do previdenciário que neste ano deve somar novecentos, o governo de Sergipe, decidiu parcelar o décimo terceiro dos servidores em seis vezes, entretanto é preciso que a medida seja aprovada pela Assembleia Legislativa daquele estado, e foi aprovada conforme reunião feita no final do ano pela mesma Assembleia, na prática o abono deveria ser pago até o dia vinte de dezembro, foi aprovada e os funcionários vão receber o seu décimo terceiro em oito vezes”. Falou que leu algumas comparações na tribuna e que agora ele vai falar de Guaratuba. Disse que vai falar como funcionário que é do município de Guaratuba. Falou que é funcionário do município a vinte e cinco anos, que passou nestes vinte e cinco anos por vários prefeitos, e citou o que o vereador Almir falou que teve prefeito que por perseguição política o fez mudar vinte e três vezes de cargo, numa mesma administração. Disse que infelizmente é assim que funciona, e que muitas vezes o que é bom para um não é bom para outra pessoa. Falou que é o tal de toma lá e da cá, “tira esse que eu quero por mo meu”, Falou que nunca vai pedir para tirar um que é seu para colocar outro que é de outro vereador, outro funcionário. Falou que quer dizer que nestes vinte e cinco anos de prefeitura ele nunca viu o funcionário público ser tão valorizado quanto a atual administração, e que os funcionários têm os seus pagamentos em dia, falou que já passou três meses sem salário em gestões anteriores. Falou que a prefeita Evani Justus, com toda a crise que estão vendo no país, que a prefeita Evani Justus mandou dois Projetos de Lei, dando aumento tanto ao funcionalismo como no magistério. APARTE VEREADOR ITAMAR – Disse que o vereador Juarez esta fazendo um discurso muito bem embasado, e que o vereador Juarez pesquisou bem, mas que ele gostaria de fazer uma correção para que não fique diferente depois o discurso, falou que não é aumento, mas que é reposição e que o vereador Juarez sabe disso. VEREADOR JUAREZ – respondeu que sim que é reposição salarial, e que todos sabem que esta mesma reposição eles não tiveram na data certa no ano que passou. Falou que inclusive talvez até pelo erro que eles mesmo cometeram na Casa. Disse que esse ano várias vezes ele foi a prefeitura, com um grupo de vereadores, para reivindicarem o rejuste salarial, dos funcionários. APARTE VEREADORA MARIA BATISTA – falou que o erro que o vereador Juarez estava falando dos vereadores, perguntou que tipo de erro que o vereador Juarez esta falando, e se o vereador pode especificar., que tipo de erro que o vereador esta falando que aconteceu dentro da Casa. VEREADOR JUAREZ, disse que é o erro de muitas pessoas, que foi cobrado na Casa, mas que muitos vereadores não foram ate a prefeita para reivindicar, e que neste ano eles fizeram que a maioria estiveram conversando com a prefeita, e pedindo um rejuste para os funcionários públicos, e que a prefeita atendeu e esta atendendo, e que ele esta vendo que os efeitos são a partir do dia primeiro de março. VEREADORA MARIA – quis falar novamente. VEREADOR JUAREZ – disse que a vereadora já teve a seu aparte. Continuou falando que talvez seja erro dos vereadores mesmo. Disse que concorda plenamente, falou que a oposição cobrou, mas que os próprios vereadores da base, talvez não tivessem ido cobrar. Falou que este ano, disse que sabe e que muitos vereadores também sabem, falou que quem foi que sabe que foi, falou que os funcionários estão gratos a todos os vereadores, por terem ido reivindicar na data certa. Disse que é preciso coragem porque, entre Magistério e funcionário, que esta um aumento de onze por cento. Falou que costuma dizer para muitos que defendem a atual administração Federal, disse que a falta de dinheiro que estão sentindo nestes dias, que vem lá de cima. Falou que costuma dizer, que o alicerce do Brasil uma Empresa Chamada Petrobrás, onde com a operação Lava Jato, que estão tentando recuperar mais de oitocentos e trinta bilhões. Disse que é esse dinheiro que falta no bolso de cada um, disse para as pessoas não pensarem que estão imunes ao escândalo que esta acontecendo. Falou que o povo Brasileiro esta sentindo no dia a dia, falou que quem comia carne de primeira que passou a comer carne de segunda, quem comia carne de segunda que passou a comer carne de frango que é mais barato. Disse que quem comia carne de frango, passou a comer salsicha, falou que é agraves do alicerce quebrado pelo arrombamento que fizeram nos cofres da Petrobrás, que todos estão sofrendo. Falou para não pensarem que é outra coisas. Falou que o que acontece no governo Federal resulta nas pessoas, disse que tudo que os cerca é resultado da roubalheira que existe no país. Falou que estava assistindo uma reportagem, sobre mais de dois milhões de assinaturas que foi colocado para o Congresso votar, dizendo não a corrupção. Disse que o Paraná foi o segundo estado com mais assinaturas, disse que tinha mais de trezentas e poucas mil assinaturas dizendo não a corrupção. Falou que o Governo Federal é o que manda a verba para os municípios sobreviverem. Disse que quando esta verba é reduzida, e que muitos municípios tentam tirar de quem é mais fraco, disse que  é o salário do funcionário público, disse que isto não acontece em Guaratuba. Falou que tiveram sim um atraso no ano que passou, mas que o que ele quis dizer é que foi cobrado na Casa no ano que passou, e que inclusive por alguns vereadores, disse que neste ano eles fizeram o seu papel correto, falou que ele tem certeza que a vontade da prefeita que não seria só dar a reposição, que seria dar muito mais. Disse que acha que com Projeto de lei 1402 e 1403, que a pessoa da senhora Evani Justus, cumpre com o papel de administradora correta que é com os funcionários de Guaratuba. Parabenizou a Secretária de saúde, na pessoa da senhora Angelita, pelo atendimento da turma da recepção prestam as pessoas mais carentes,. Falou que os exames estão levando, cinco, dez dias para qualquer exame feito em Curitiba, disse que é um excelente serviço. Parabenizou também e que nesta semana ele esteve visitando a Secretaria de Segurança, e que alguns funcionários lhe mostraram as câmeras que foram instaladas em alguns colégios e em algumas creches. Falou que ao vivo e a cores podem observar uma criança se alimentando, uma criança dormindo na creche, uma criança fazendo um lanchinho, que a criança escrevendo, parabenizou e disse que tem certeza de que aquelas tias que estão na creche hoje, cuidando das crianças que são o futuro de amanhã, disse que tem toda a certeza que ninguém vai inventar que uma criança caiu porque as câmeras estão filmando, ao vivo e a cores, horas, minutos e segundos. APARTE VEREADORA CATIA REGINA SILVANO – disse que é só uma correção, que é aquelas professoras, que não são tias, mas sim professoras.  VEREADOR JUAREZ – Disse que sim, mas que para ele não deixa de ser uma tia. E novamente parabenizou as pessoas que estão organizando a passeata do dia dois de abril. Disse que espera com toda a certeza, e que espera que todos estejam presentes neste evento as três e meia da tarde. Agradeceu. ------------VERERADOR LAUDI CARLOS DE SANTI – Cumprimentou o senhor presidente, senhoras vereadoras, senhores vereadores, internautas que os acompanham, público presente, Falou que são vários assuntos que lhe trazem neste dia a esta Tribuna, disse que talvez ele não consiga falar sobre todos, mas falou que vai tentar assim mesmo. Dirigiu-se ao senhor presidente dizendo que primeiramente ele gostaria de falar sobre um assunto que foi citado na Casa, na semana que passou, sobre um telhado de uma escola, que estaria bem precisamente a Heinz Wittiz sendo construída ou reformada com madeira podre. Falou que é mentira ao senhor presidente, falou que esteve em loco verificando, e disse que ficou preocupado com a fala e que foi se certificar, falou que chegando no local, que foi perguntar pela obra, falou que a madeira que esta sendo usada, numa cobertura porque os próprios funcionários que estão fazendo a reforma, trabalharem debaixo desta cobertura que vai ser removida depois, disse que foi um telhado improvisado, para que os funcionários mesmos, os pedreiros os carpinteiros, trabalhassem de baixo, para não fiarem debaixo do sol, da chuva, e como qualquer obra assim o faz. Falou que não tem nada de fixo ou definitivo, que não existe madeira usada ou podre sendo colocada naquela escola. Salientou e esclareceu para a população que isto não procede, e que não é verdade. Disse que gostaria mais uma vez de salientar e deixou bem claro, que ninguém está usando material usado ou podre, os estragado para reformar uma escola. Falou que é material de primeira qualidade, novo, e disse que sim que foram usadas algumas madeiras que iam ser jogadas fora, para fazer um telhado provisório para que as pessoas pudessem trabalhar em baixo. Falou que isso foi para deixar bem claro, que o que foi dito na Sessão anterior não procede e que não é verdade. Disse que não trouxe foto, mas que o vereador Artur não pode nem lhe dirigir a palavra porque não foi citado, e que não cabe o direito ao vereador Artur de lhe indagar. Dirigiu-se ao senhor presidente dizendo que fica admirado porque quem foi na obra, e que esta pessoa foi dita que entendia de obra, falou que não queria estar debaixo da casa que esta pessoa constrói, disse que iria cair, e que deus que o perdoasse. Disse que vai ter paciência e que neste dia ele conversou bastante com o senhor Presidente Oliveira, e que prometeu que não iria se alterar e mantiver a compostura porque quem esta presente não merece.  Falou que ficou nesta semana percorrendo algumas ruas e alguns locais da cidade, disse que o vereador Almir citou uma palavra que costuma usar com frequência, e que eles têm impressão, dirigiu-se ao vereador Almir, dizendo que quando eles escutam muitos comentários, muitos discursos, que quanto pior, melhor, disse que não é assim que ele entende e querem, falou que quando eles trabalham em grupo e quando o senhor Presidente citou o respeito a união, falou que eles não tem sigla partidária,  a partir do momento que são eleitos. Disse que a sua sigla partidária única, é Guaratuba.  Falou que citou na Sessão anterior, de que o que ouve no Plenário lhe chateia muito, e que fica entristecido de ouvir alguns discursos denegrindo a imagem de Guaratuba. Disse que quem escuta determinados discursos no Plenário que tem a impressão que Guaratuba esta virada em um caos, e que isso não é verdade. Disse que já ouviu falar mal da obra da Orla, que tem buraco, que cai caminhão dentro, falou que sinceramente e que ele vai andar quase que diariamente com seu filho de bicicleta no final da tarde na praia, disse que não consegue enxergar esses buracos. Falou que é mais uma tentativa destorcida, de denegrir a imagem de Guaratuba, disse que isso lhe entristece, falou que Guaratuba, é a casa de todos e que devem exaltar sempre, enaltecer sempre, e falar bem sempre, para que as pessoas cada vez mais, venham visitar Guaratuba.  Comentou que foi falado de alguns anos atrás de que pessoas hoje se dizem o paladino da verdade, e que sempre querendo criticar ou denegrir. Falou que nunca fizeram nada que contribuísse para Guaratuba. Disse que é impressionante como são contra a tudo e que de uma hora para outra numa véspera de campanha política, que acham solução para tudo. Mas que tentando mentir novamente.  Disse que na hora de fazerem e de buscar recursos, de ir atrás do deputado para pedir uma emenda que seja, por menor que seja para Guaratuba, falou que não viu ninguém que falasse mal e trouxesse algum benefício para a cidade de Guaratuba. Disse que gostaria que a metade e que dez por cento, dos deputados que em Guaratuba fazem votos, em toda a campanha, que estes deputados fizessem um por cento do que o Deputado Nelson Justus faz por Guaratuba. Disse que seria um espetáculo, mas que isso não acontece, porque são simplesmente os paraquedistas que aterrissão em Guaratuba para ganhar alguns votinhos, e que depois somem, e que nua mais são encontrados. Disse que criticam, criticam, criticam, mas que tiveram neste curto tempo comparando aos que passarem, e que nua fizeram nada por Guaratuba, falou que nestes sete anos a prefeita Evani, juntamente com o Deputado Nelson Justus fizeram por Guaratuba o que não fizeram em cem anos. Disse que tem quem não concorde, e que ele admite e respeita quem não concorda. E que ele não diz que tem tudo pronto, tudo feito, tudo lindo e maravilhoso. Falou que tem muito a ser feito, mas que é simples só criticar, disse que vai repetir o que ele disse anteriormente,  que hoje ele entende porque tantas criticas e que é mais fácil criticar, e que é mais difícil apontar a solução e arranjar recursos para executar, falou que por isso as criticas, falou que se chegou a perder o respeito, a compostura dentro da Casa, e que estão agredindo pessoas, citou os secretário a própria prefeita, e que por motivos fúteis, por política, e que na sua opinião um apolítica suja, barata, e que não deve ser praticada, falou que tem sim de respeitar a opinião de todos, e desde que não ofenda,e não denigram a imagem de ninguém. Disse que o que tem acontecido que nas últimas Sessões, a tribuna tornou-se um palanque eleitoreiro. e que tentam de todas as formas alfinetar, cutucar, denegrir, desnecessariamente. Disse que não há motivo e que não há necessidade de uma política maldosa e descabida. Falou que ao invés de usar o tempo para falar bem de Guaratuba, ou então para cobrarem dos seus deputados, para que os deputados tragam recursos para Guaratuba, falou que esta cansada de ver todos os dias, na televisão e em redes sociais, em rádios e em jornais, que tem cidades do Paraná, e no Brasil afora passando por dificuldades. Falou que isso é devido à crise que hoje assola não só o Paraná, mas que o Brasil todo. Disse que isso é culpa de muitos políticos pilantras que se aproveitaram da situação para afanar o dinheiro público. Falou que em Guaratuba o município paga em dia suas contas e que honra o pagamento dos seus funcionários, dos seus compromissos. Falou que repete que têm uma CRP que é um artigo, que não se ouvia falar em outras administrações, falou que Guaratuba nunca conseguiu resgatar se quer um recurso nem do governo do estado e nem do governo federal. Falou que Guaratuba estava inadimplente. Disse que hoje ele tem uma CRP. E que têm conseguido junto ao Governo do estado e junto ao Governo Federal, muitos recursos graças ao município ter esta CRP. Falou que Guaratuba tem o nome limpo. E que isso é fruto de uma boa administração, e de uma prefeita que zela pelo dinheiro público, e por um secretário, secretário Gil que trata da pasta das Finanças, comm muita tranquilidade, e com muita transparência, falou que esta aí para todo mundo ver. Falou que criticar, criticar, que é muito fácil, disse que o duro é fazer. Disse que os que criticam que não conseguem fazer, disse que continuam criticando, e que continuam falando que a Orla esta uma porcaria, e que isso não é verdade. Disse que falam que o que aconteceu nos asfaltos, nas melhorias, nas redes de esgoto, e disse que Guaratuba esta chegando próximo aos cem por cento de tratamento de esgoto, disse que não se cancã de falar sobre isto, falou que ninguém vai elogiar, disse que viu no jornal que até pouco tempo atrás, que recebiam dinheiro da prefeitura, e que inclusive não foi declarado no imposto de renda, e que isso já foi denunciado, e que só estão falando mal de Guaratuba. Falou que enquanto estavam na tetinha, disse que estava bom.  E que depois que perdeu a tetinha que viraram inimigos. Falou que respeitando a imprensa e toda a liberdade que cabe a imprensa, disse que a imprensa tem de ser límpida, transparente, imparcial. Falou que é assim que se deve ser, e não alfinetar, denegrir como a minoria as vezes infelizmente fazem. Disse que exaltar, falar bem divulgar, os pontos turísticos da cidade de Guaratuba, Falou porque não usar o meio de comunicação para isso, dirigiu-se ao senhor presidente. Disse para divulgarem o Salto do Parati, a Praia de Caieiras, da Barra do Saí, disse para usarem este espaço para isso, e não para denegrir e para difamar, para falar mal da própria cidade em que vive e que ganham o pão de cada dia. Falou que fica inconformado com esta postura, disse que sinceramente por mais que ele queira se expressar, de uma maneira calma, e quando toam neste assunto disse que fica um tanto quanto irritado. Falou que algumas pessoas, disse que não esta falando mal das pessoas, e que na Casa costuma distorcer tudo o que ele fala. Disse que nas redes sociais, como diz o seu amigo Juarez, o Galego, que distorcem tudo.  Comentou que falou de pedras a alguns dias atrás e que foi colocado outras coisas nas redes sociais, mas falou que são poucas as pessoas, e que a grande maioria usa com responsabilidade, com dignidade, e que algumas poucas e que a minoria, usa para denegrir, para fofocar, falou que ao invés de perder tempo, e que num horário deste, disse que garante que tem uma meia dúzia que estão falando asneiras. Falou que são quase dez horas da noite, e que se estão em casa, falando besteiras nas redes sociais, falou que tem coisa melhor para fazer. Disse que o vereador Juarez Galego foi feliz quando citou que algumas pessoas usam as redes sociais para denegrir, disse que é verdade e que ele concorda com o vereador Juarez foi a delegacia e que lhe falou que tinha intimado ou feito o termo contra duas pessoas, disse que em outro dia fez contra quatorze. Disse que ao invés de ficarem perdendo tempo agora nestes últimos dias, disse que pararam de falar mal. Falou que devem ter recebido a intimação, e que agora estão tratando de se defender, disse que vai custar um troco e que vão gastar com advogado, e que vão perder tempo agora, mas que isso é para aprender que quando se tem um instrumento nestes dias de grande importância como as redes sociais, falou que é para se usar com responsabilidade, e não ser negligente, ser demagogo, que agridem pessoas, famílias, mas disse que fica até um pouco feliz, falou que podem olhar que são as mesmas pessoas, que diariamente o mesmo grupinho que não ter nada para fazer. E que ficam perdendo tempo Disse que é aquela meia dúzia de descontes, que simplesmente isso. Falou que quem usa com responsabilidade, e que tem algo a fazer e que trabalha, ou que chega em casa e vão dar atenção para sua família, disse que não vê dessas pessoas comentários, falou que é só desta meia dúzia de desocupados. Mas falou que vão ter tempo agora para ficarem lendo a intimação e conversando com advogado, para fazer uma defesa. Falou que essas pessoas vão ver que realmente não vale a pena. Citou uma secretaria que é muito criticada na Casa as vezes, que é a de saúde e a de Obras. Disse que é só quem não esta na pela daquelas pessoas que falam da secretaria de Saúde, e citou o nome da secretaria Angelita, e que quer agregar a todos os demais funcionários que são dignos e que trabalham com dignidade e que cumprem com seus horários, e que atendem bem o cidadão. Disse que todo o cidadão que procura na secretaria uma consulta que é agendada. Falou que tem um micro que leva para Curitiba, disse que são poucos servidores do estado que tem este tipo de serviço, e que a maioria esta quebrada, mas que Guaratuba graças a Deus, e a boa administração que tem, leva a risca e que nunca ficou a desejar e que nuca ficou na mão, falou que tem que melhorar muito e que é verdade, mas que perto da grande maioria das cidades do Paraná, que Guaratuba serve de exemplo. Citou também a secretaria de Obras, que as vezes se desdobra, falou que tem as intempéries, e que infelizmente assolam e que não só em Guaratuba, mas que também em outras cidades, citou as cidades litorâneas principalmente, e disse que hoje passam a máquina em uma rua e que passa o rolo, que a rua fica perfeita. Mas falou que daqui meia hora se chover, que infelizmente foi perdido o serviço, e que vai ter de fazer novamente. APARTE VEREADOR PRESIDENTE OLIVEIRA – disse que é bem rapidinho, disse que deveriam ter  as obras do antes e do depois e que esse seria o seu pronunciamento, mas que não vai dar tempo e que ele vai se pronunciar os oito minutos, mas que devem ter as obras do antes e do depois. Disse que se lembra de Guaratuba a algum tempo atrás, quando não tinha as principais ruas asfaltadas, falou que hoje entra em quase todas a s ruas e que mesmo assim o pessoal esta reclamando, falou que é claro com o direito de que seja arrumado mais adentro e mais afora. Mas falou que a uns quatro ou cinco anos atrás, que ele lembra que a rua Cascavel só ia até o rio, que a rua do rio só ia uma quadra após o cemitério e que encerrava, falou que hoje esta rua esta indo mais embaixo e que a Quatiguá, a rua Juveve, e que todas estão transitáveis, e que tudo isso foi feito no depois. VEREADOR LAUDI – volta a falar dizendo que o presidente esta coberto de razão, salientou mais uma vez, que a secretaria de Obras e parabenizou os guerreiros, que fazem de tudo e que são grandes trabalhadores, e que merecem todo o respeito deles e da comunidade, disse que estes trabalhadores fazem um belíssimo trabalho. Falou que não se cancã e que o senhor presidente sempre diz, muitas e muitas vezes, que têm uma Guaratuba antes e que tem uma Guaratuba depois da prefeita Evani. Falou que Sat depois da prefeita Evani com Obras, com melhorias, com investimentos e que é assim que eles vão prosseguir daqui para frente. Falou que tem ainda até o final do ano para trazer muita coisa. Disse que tem muito asfalto chegando, que tem muitas obras chegando em Guaratuba, dirigiu-se ao senhor Presidente dizendo que não quer extrapolar o seu tempo, mas que vai dizer para o povo de Guaratuba, para a cidadã Guaratubana, para ficarem tranquilos, para não darem bola para falatórios a toa, disse que as pessoas vão ver a olho nu, o crescimento que viram, e o que virá ainda, e que daqui para frente até o final do ano tem muita coisa para acontecer na cidade. Agradeceu. ---------------------------------------------------------------------    VEREADOR PRESIDENTE MORDECAI MAGALHÃES OLIVEIRA - Registrou a presença do Doutor Jiovanni Correa da Silva, advogado, disse que o vereador Sergio Alves Braga abriu mão de seu pronunciamento, convidou o vereador Vice Presidente da Casa  vereador Maurício Lense para assumir a presidência para o seu pronunciamento (Presidente Mordecai Oliveira), disse que vai ser breve e que não vai poder falar o que ele tinha preparado, mas que vai ser  breve para que em oito minutos ele fazer o seu pronunciamento, e que vai fazer parte do pronunciamento, VEREADOR MAURICIO LENSE – convidou o vereador Mordecai Magalhães de Oliveira para fazer uso da tribuna pelo tempo restante do limite de tempo do expediente. VEREADOR MORDECAI OLIVEIRA cumprimentou o senhor presidente Mauricio Lense, membros da Mesa, vereador Sérgio, vereador Fábio Chave, vereadora Ana Maria, vereador Itamar, vereador Juarez, vereador Laudi que se ausentou, vereador Raul, vereador Artur, vereadora Catia, vereador Almir, vereadora Maria, disse que trouxe e faz a entrega da foto premiada, no qual foi dado uma Moção Honrosa, ao Jornalista Leonardo Barroso.  Disse que esta foto foi doada para a Casa e que ele passa as mãos do Diretor para que no dia seguinte será encaminhado ao Patrimônio da Casa para que seja incorporado, ao Patrimônio da Câmara Municipal. Disse que é um a foto muito bonita que foi feita na praia Central de Guaratuba, e que foi capa da revista, disse não se lembrar do nome da revista, Entregou ao Secretário que vai incorporar ao Patrimônio e que no dia seguinte provavelmente terá um numero nesta foto. Disse que como seu tempo é curto que ele vai deixar para falar, agradeceu a presença do senhor Gilson o qual os passou um documento que será analisado, falou que o senhor Gilson sabe que participaram juntos na primeira reunião e na primeira Audiência Pública, na época como o Promotor  Vinicius no bairro Coroados, e que foi dado um grande avanço depois dessa Audiência com o Promotor, autoridades e outras pessoas presentes, e que principalmente as pessoas do bairro Coroados. Falou que o segundo assunto que ele traz é a respeito, e que ele recebeu neste dia e pediu que seja feito um Ofício ao Executivo Municipal para que seja tomada providências em relação a documentação a quem não cumpriu o que determinou as Leis. Disse que pediu a prefeita municipal conforme o Artigo setenta e seis, inciso sexto da Lei Orgânica do Município, informações sobre as dações de pagamentos feitos e aprovadas na Casa, da Lei Municipal 1569, 1625 e 1627, falou que o tal de antemão já viu que uma delas não foi cumprida. Pediu que fosse encaminhado, pela Casa ao Executivo, para que seja tomada e que seja cumprida a Lei votada pelos vereadores. Repetiu que as Leis 1627, 1569, 1625. Falou que são três Leis que são três dações de pagamento, que foi feita na Casa e que não estão no contento, das transferências e daquilo que foi votado. Dirigiu-se ao senhor Gilson dizendo que tem algumas coisas que foram cumpridas e que outras não, disse que pode contar com a Casa que a Casa vai ajudar a tentar resolver os problemas do Coroados, disse que todos os vereadores tem essa união, e que os vereadores tentam de todas as maneiras, e que eles sabem que o Coroados é uma bacia, e que todos acompanham. Mas falou que tem de ser resolvido. Disse que foi prometido para os vereadores naquele dia e que esta vendo o senhor Gilson cobrando, e que ele esta com o oficio do Bacamarte, que seria a dragagem deste rio. Disse que é sincero e que esta devendo, e que ficou de acompanhar, falou que acompanhou ate uma autora e que depois não foi no IAP para ver se saiu a autorização ou não. Disse que com certeza ele vai com alguns vereadores ao IAP para ver se saiu esta autorização. Falou que vai perguntar ao Secretário de Obras, que pode ser que tenha saído e que seja falado do secretário de Obras. Falou que com certeza em breve vai ser feito este serviço para evitar todas as inundações que estão acontecendo no bairro do Coroados. Falou que tem quatro minutos, mas pediu ao senhor Presidente Maurício Lense para não entrar no assunto porque é um assunto bem longo, e que ele não teria em quatro minutos o tempo suficiente para que ele fizesse as suas considerações. Lembrou que o doutor Oscar José de Plácido e Silva, foi Jurista, professor, escritor, e empresário e um dos fundadores do Iate Clube de Guaratuba, e que é avo do deputado Nelson Justus e que foi um dos grandes juristas do Paraná, e que ele citou ao vereador presidente Mauricio Lense que era pessoal, disse que citou isso baseado no artigo 212 do regulamento pela inviabilidade do exercício do mandato, dentro do município, por suas opiniões, palavras, e votos. Comentou que disse que era pessoal, pediu desculpas pela maneira que ele se expressou, mas que ele quis dizer que eles poderiam ter pedido a santa casa de Guaratuba, o Hipólito Arzua, e que pode citar mais trinta ou quarenta pessoas que tem inúmeros terrenos na cidade de Guaratuba, e que talvez esteja m em condições piores do que dos herdeiros do doutro Oscar de Plácido e Silva, agradeceu a presença de todos na Casa, por terem lhe escutado o pequeno pedaço e que na semana seguinte ele volta. Agradeceu. ----------------------------------------ORDEM DO DIA – -------------------------------------------------------------------------------------------------------Projeto de Lei n° 1.401 – Autoriza a Chefe do Poder Executivo Municipal  a Celebrar Convênio com o Estado do Paraná e dispõe sobre outras providencias. EM SEGUNDA DISCUSSÃO O PROJETO DE LEI – EM SEGUNDA VOTAÇÃO O PROJETO DE LEI – APROVADO. --------------

Projeto de Lei n° 1.402 – Autoriza o Poder Executivo Municipal a reajustar, na ordem de 11,08%, os vctos-base dos servidores detentores dos cargos de provimento efetivo que integram o Quadro Geral de Pessoal Efetivo – QGPE – do município de Guaratuba. O Vereador Laudi Carlos de Santi Pediu a dispensa dos interstícios legais para que fosse colocado na Ordem do Dia. Parecer de Plenário – o Presidente colocou o parecer de projeto constitucional e legal que foi aprovado pelo Plenário. EM PRIMEIRA DISCUSSÃO O PROJETO DE LEI – EM PRIMEIRA VOTAÇÃO O PROJETO DE LEI – APROVADO. ----------------------------------------------

Projeto de Lei n° 1.403 – Autoriza o Poder Executivo Municipal a conceder reajuste, na ordem de 11,36% nos vctos-base dos servidores que integram o Quadro Próprio do Magistério Municipal de Guaratuba. O Vereador Laudi Carlos de Santi Pediu a dispensa dos interstícios legais para que fosse colocado na Ordem do Dia. Parecer de Plenário – o Presidente colocou o parecer de projeto constitucional e legal que foi aprovado pelo Plenário. EM PRIMEIRA DISCUSSÃO O PROJETO DE LEI – EM PRIMEIRA VOTAÇÃO O PROJETO DE LEI – APROVADO. --------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PALAVRA LIVRE - ------------------------------------------------------------------------------------------------------VEREADOR ITAMAR CIDRAL DA SILVEIRA JUNIOR – Perguntou se ficam inscritos para a próxima semana, e pediu que ficasse registrado e que ele ficou sem ter tempo, ou perguntou se tem que novamente fazer a inscrição. VEREADOR PRESIDENTE OLIVEIRA – disse que tem que novamente fazer a inscrição, disse que no caso do presidente ele poderia optar porque não conseguiu terminar o seu tempo, nos minutos restantes, mas falou que vai optar por um novo. VEREADOR ITAMAR – disse que já esta fazendo a inscrição, PRESIDENTE OLIVEIRA – disse que teria de fazer com a secretaria a partir do dia seguinte as oito e trinta. -----------------------------VEREADOR ARTUR CARLOS DOS SANTOS – Cumprimentou o senhor presidente, senhoras vereadoras, senhores vereadores, público presente, Disse que veio falar novamente sobre a escola, falou que acha que de construção e que faz mais de trinta anos que ele trabalha e que o que ele viu não era uma construção paliativa, e que já estava em definitivo, falou que  graças a Deus que vão tirar aquelas madeiras, que será muito bom, mas falou que vai apresentar  em outras oportunidades as fotos que estavam do telhado, porque disse que chamar os outros de mentiroso é complicado., e que primeiro deveria se certificar, mas falou que se troaram as madeiras, parabenizou as pessoas, porque falou que aquilo era uma vergonha. Falou que ainda bem que as pessoas foram denunciar, porque esta acontecendo isso, disse que acontecem os troços e que dizem que era paliativo. Disse que estava definitiva aquela vergonha na escola. Comentou que estão falando em madeiras podres, disse que os pontos de ônibus que foram colocados as ferragens, disse que deveriam mandar tirar porque as ferragens já estão todas podre e que estão trazendo riscos para as pessoas se cortarem naquele material que esta colocado nos pontos de ônibus, e que já faz mais e um ano sem poder cobrir, disse que se não da para cobrir, que pelo menos retirem antes que alguém se machuquem naquelas ferragens. Falou sobre iluminação pública, disse que novamente veio uma denúncia e que tem outra residência com a iluminação pública, falou que uma para dentro e outra para fora, falou que então o cidadão tem a cara de pau de colocar uma iluminação, para dentro de sua residência particular. Falou que logo ele vai trazer as fotos para certificar, e que tomara que o cidadão tenha vergonha e que tire a, iluminação pública. Falou que já aconteceu uma vez e que agora novamente, falou que já é difícil manter a iluminação pública, e que o cidadão coloca dentro de uma casa particular. Parabenizou o vereador Almir por ter feito o pedido da roçada, falou que a Rua Clevelândia, que o mato esta tomando conta da rua, e que não é calçada. Disse que se o vereador Almir for feliz na Rua Cambará, e que tomara que o pessoal passe na rua Clevelândia, e em várias ruas que tem a pavimentação. Falou que o povo não esta mais usando a calçada, e sim as ruas. Parabenizou a reposição salarial para os funcionários, mas falou ao presidente que recebeu uma denuncia e que esta com a documentação, em mãos e que já pegaram um advogado para tomar uma atitude, que é um advogado para entrar pedindo que o cara seja recolocado no cargo, disse que o cidadão estava trabalhando um ano para a prefeitura, e que não esta registrada. Falou que o rapaz caiu na cama e que foi procurar os seus direitos e viu que infelizmente não esta registrada no Quadro de funcionários da Prefeitura. Disse que faz tempo que este funcionário esta na prefeitura, desde março de 2015, falou que é uma denuncia grave, e que gostaria que fosse tomada uma atitude, disse que quanto ao cidadão que eles já estão tomando, mas que precisam ver a denuncia o porque que este cidadão não estava no Quadro de efetivos da prefeitura, e falou que agora o cidadão esta acamado, e que foi procurar os seus direitos, e que não esta registrado no município.falou que é uma denuncia muito grave e que não é som pelos direitos do cidadão, mas que um cidadão trabalhando para o município e que não esta registrado. Falou que parece que não é só este cidadão. Disse que estão puxando a documentação, e que já tem em mãos, e falou que senão vão falar que o vereador é mentiroso. Falou que esta tudo em mão e que esta o,nome do cidadão,. Mas que ele não vai falar o9 nome porque o cidadão não merece estar sendo envolvido nesta situação, mas falou que como é dever do vereador fiscalizar, disse que esta com todo o procedimento e que vai tomar as medidas cabíveis, e que os vereadores que puderem lhe ajudar que isso é uma cobra grande. Agradeceu. -----------------------------------------------------------------------------------------------------VEREADOR MAURÍCIO LENSE – cumprimentou o senhor presidente, senhoras vereadoras, senhores vereadores, publico presente, disse que aceita do senhor presidente o pedido de desculpas, entendendo que o senhor presidente tenha usada de forma errada a palavra, na hora em que o senhor presidente chamou pelo fato dele ter feito um requerimento que seria de forma pessoal, explicou ao senhor presidente que existe um decreto da prefeitura municipal, numero 19.957 declarando de utilidade publica para fins de desapropriação  amigável ou judicial pela companhia de saneamento do Paraná, disse que estes lotes os quais ele citou e fez o pedido, e que é de propriedade da empresa citada, disse que então o seu interesse de averiguar e que ele fez o requerimento, falou que não tem nada de pessoal e que foi muito bem vinda a citação do senhor presidente, e que existem outras questões que devem ser  verificadas como o senhor presidente Oliveira citou. Disse que realmente eles passaram a averiguar e com certeza que não era do seu conhecimento. Falou que assim também como não foi pessoal com certeza a ação irregular da Prefeitura quando fechou a atual empresa da sua família, e que também como não foi pessoal que nos usos de suas prerrogativas legais que foi instaurado um processo na Casa, para caçar o seu mandato. Disse que talvez certos ouvidos e de certo assessores sejam muito sensíveis, mas que porem em outras ocasiões parecem não estar ouvindo determinadas denuncias que acontecem na Casa. Agradeceu. ---------------------------------------------------------------VEREADOR JOÃO ALMIR TROYNER – Disse que revalida e convalida o que ele falou ao longo dos sete anos e que já esta galgando para os oito anos, fez uma deferência muito especial, ao secretário Gil Justus, disse que o secretário é um homem de poucas palavras, mas que de palavras simplistas, falou que o secretario é um homem todo ouvido, que é um home ao lado da chefa do Executivo, e que tem tentado de todas as maneiras ser o mais austero possível, disse que com s austeridade do Secretario Gil e com a sua maneira de ser. Falou que o secretário Gil é um homem que lhe ensinou a confiar na verdade interna. Disse que o secretario Gil tem um estilo de vida voltado para os amigos, um homem  que tem o estilo de vida voltado para as pessoas que o rodeiam, que são pessoas de bem, disse que são pessoas que ele admira, falou que a conduta do secretario Gil é ilibada, e que tem pessoas que admiram as palavras do secretário e a maneira que tem de respondê-las, Fez uma deferência muito especial, mas falou que se ele for fazer um agradecimento ou um elogio, que algumas, duas três secretarias, disse que estaria cometendo uma grande injustiça, disse que tem de usar  este microfone para fazer um agradecimento e também um elogio, a todas as secretarias do município, na pessoas de todos os funcionários., disse que desde o mais humilde ao mais graduado . Falou que ao longo desses onze anos que mora em Guaratuba, ao longo dos sete anos que passou a fazer parte da política de Guaratuba, e ao longo dos três anos e que esta galgando para quatro anos e que ele já precisou, que já procurou todas as secretarias municipais de Guaratuba. Disse que sempre, foi muito bem atendido. Falou que sabedor que ele é principalmente, que nem tudo se resolve naquele momento, mas falou que sabe que o mais importante que é feito e que de maneira gentil, disse que é o bom atendimento. Falou que resolver às vezes aquele assunto que demora um pouco e que às vezes até é impossível, mas falou que quando é atendido, de maneira exemplar, de maneira cordial, disse que tem a obrigação e que ele como vereador em fazer este agradecimento. Disse a todos os funcionários de todas as secretarias, que jamais um dia vai esquecê-los. Disse que jamais um dia ele vai tentar fazer alguma coisa para prejudicar estes funcionários, disse que sabe que a labuta de cada um , que ele sabe da vontade que cada um tem em atender os pedidos, disse que não  só dos vereadores, mas falou que da população, de um modo geral. Falou que muitas das vezes é impossível, de atender de imediato, mas falou que sempre que possível, que esses pedidos são atendidos. Disse que tem a obrigação e o dever como homem, como pai, como esposo, como profissional da área de segurança, e que hoje como político, de dizer que graças a esses funcionários que todos tem uma Guaratuba melhor. Encerrou as suas palavras, dirigiu-se ao senhor presidente, dizendo que uma pesquisa recente, da revista Época, que a revista faz uma referência muito importante, disse que o ódio chega a um patamar tão grande e tão violento, que o ódio acaba se transformando em depressão. Agradeceu. -------------------------------------------------VEREADOR ITAMAR CIDRAL DA SILVEIRA JUNIOR – Cumprimentou o senhor presidente, a Mesa, senhores vereadores, senhoras vereadoras, público presente, alguns representantes do Executivo, pediu que todos sintam-se a vontade dizendo que a Casa é de todos, aos internautas, aos blogs; Disse que no dia anterior foi Páscoa, e que ele gostaria de registrar uma das mensagens que ele recebeu via Watts App e que achou muito interessante e disse que falou que faria isso porque a pessoa que responde a sua mensagem PRESIDENTE OLIVEIRA – pediu ao vereador Itamar que foi colocado neste dia placas quanto ao usos de celulares, e que então vão abrir mão para que o vereador possa usar neste dia e que depois vão mudar o regimento ou que então vão deixar de usar o celular dentro do Plenário.VEREADOR ITAMAR – parabenizou ao senhor presidente, PRESIDENTE OLIVEIRA – disse que neste dia eles abrem para que o Vereador Itamar possa usar, que hoje ele acessa e que na próxima semana eles vão , falou que do jeito que esta indo a coisa que estão perdendo um certo controle  da Casa, disse que o que esta no Regimento . e para que eles tenham um controle, que hoje eles abrem uma exceção, e que na semana que vem ou a não ser que seja mudado o regimento e que foi colocado pelos próprios vereadores,  VEREADOR ITAMAR – disse que vai fazer a leitura que diz da seguinte maneira, “ Obrigado  Itamar que Deus continue te iluminando, iluminando os seus caminhos e protegendo dos desmandos da prefeita”, disse que gostou muito desta mensagem que foi bem protegida e que foi muito boa porque de fato falou que há muitos desmandos, falou que quis fazer este registro. Falou que ele como vereador que é conhecido na Casa, porque concorda com algumas coisas, e que discorda das outras. Falou que é diferente de alguns Parlamentares que só concordam com que a Prefeita quer. Falou que ele discorda e concorda. Deu uma salva de palmas para a senhora prefeita, que agora esta cumprindo como Projeto de dar a reposição Salarial aos servidores. Parabenizou a senhora prefeita e disse que o que é bom que ele vote e que faz um esforço, falou que a senhora prefeita fez um esforço, parabenizou, Disse que não tem problema nenhum em parabenizar a prefeita, e que não tem ego e nem vaidade para tanto. Falou que a prefeita fez para os servidores, que fez bem para o município, parabenizou, disse que pode falar na Rádio que pode partir para um abraço com os servidores, porque agora a prefeita fez a lição de casa. Disse que é diferente de um vereador que não fez a lição de casa no passado e que agora quer vir a título da presidência dizendo que é defensor dos servidores, disse que é só para a Casa que aí não dá. Disse que este vereador vota contra a retroatividade e que depois quer anunciar, disse que assim não dá, falou que sem demagogia. Disse que sempre escuta os lados e que quer dizer mais uma coisa que nomeia fantasmas e que depois quer ser contra a crise Federal, Pediu pelo amor de Deus, falou que foi problema da Dilma que o vereador nomeou fantasma. Falou que a base a liderança disse que tem de procurar e trazer recursos para a população, disse que estava com o vereador Fabio Chaves, na BR, e que a mais ou menos um ano e meio e que estava cumprindo uma outra atividade, quando a prefeita municipal lhe telefonou e que o vereador Fabio Chaves esta de prova, que a prefeita disse para ele (vereador Itamar| que poderia comparecer com ela porque ele era do partido  do Ratinho e que seria muito bom, porque haviam troado a pessoa do partido dele, e que a figura dele (vereador Itamar) era muito importante para a transação de cinco milhões de reais, disse que falou a prefeita que estava com o vereador Fabio Chaves no caro e que a prefeita disse que era para subirem os dois, e que em menos de duas horas que eles estiveram com o Deputado ratinho, com   a prefeita e que este recurso foi liberado. Disse que é este mesmo da Orla, e que veio uma parte a fundo perdido que ele disse que foi citado na casa para asfalto. Disse que foi feito e que a Orla foi feita, disse que ajudou e que deu a sua parcela de contribuição, falou que acabou de votar o projeto que é para reposição, e perguntou que discurso que esta sendo mudado no Plenário, falou que tudo o que é bom que ele esta votando favorável, disse que é só mandar mais coisa boa., que vão ter o voto favorável. Disse que vai falar sobre outra coisa, disse que estava sendo golpeado os servidores públicos, falou que não pagar que é a mesma coisa que ujm golpe, disse que entende assim, disse que se pagou, que beleza, parabenizou, falou que aproveita para dizer que se a Câmara Municipal esta pagando todos os títulos em dia, disse que também queria mais tempo e que tem muita documentação em mãos e que é a respeito da Câmara. Disse que quer entender direitinho como é feito o critério de pagamento, se o senhor presidente esta sendo isonômico, e se esta tudo certinho dentro da Câmara. Disse que também querer colocar situações pessoais, e que ele acha que o senhor presidente é o Juiz dentro da Casa, e que é o Magistrado, e que não deveria fazer mas que o senhor presidente coloca, disse que gostaria de entender alguma coisa que não ficou bem legal para  ele, e como não vai ter todo este tempo, e que o senhor presidente também não teve tempo, Disse que vai deixar para a semana que vem, e que a partir do momento em que ele subir até a Secretaria e que algumas coisas que ficaram bem estranhas nas questões de pagamentos. Mas falou que vai aguardar e que ainda tem o tempo do PSB, e que se o senhor presidente quiser se manifestar por escrito ou de forma verbal, que será muito importante para ele (vereador Itamar). Agradeceu. ---------------------------------------------------------------------------------VEREADOR PRESIDENTE MORDECAI MAGALHÃES OLIVEIRA – Disse que aguarda o requerimento do vereador Itamar, para manifestação, disse que esta olhando para o secretário da Câmara, e pediu para falar antes do vereador tato, é o ultimo inscrito, disse que gostaria e que também se for verdade, dirigiu-se ao vereador Artur dizendo que tem em mãos, uma denúncia semelhante a dele, mas que ele foi atrás e que foi saber que é um remanescente de uma empresa que trabalhava para o município, e que por várias vezes esta pessoa foi notificada que deveria abandonar o local, disse que não sabe se é a mesma pessoa, e que por várias vezes esta pessoa foi notificada, para que saísse daquele local, porque esta pessoa não pertencia ao quadro do município. Disse que tem certeza que não é concursado, e que o vereador Artur também deve saber, falou que as pessoas não concursadas, e que todo cidadão deve conhecer, as leis; falou que acha que é a mesma pessoa, mas que não vão levar ao mérito e que esta junto com o Vereador Artur e que assina com o vereador, e se o vereador Artur precisar para que eles possam investigar as pessoas. --------------------------------------------------------

VEREADORA MARIA DA SILVA BATISTA – Cumprimentou o senhor presidente, Mesa Diretora, público presente, internautas, dirigiu-se ao senhor presidente agradeceu e parabenizou pelo pronunciamento do vereador Almir, disse que com certeza, que se todas as atitudes dentro da Casa, fosse e acontecesse da maneira que foi pedida disse que seria um céu de brigadeiro, mas que infelizmente ela tem tanta coisa para ser dita, e que não lhe foi dado a oportunidade, mas ela falou que volta na segunda feira seguinte e que até lá ela não vai morre se Deus quiser. Disse que acredita nas sabias palavras do vereador Almir, e que acima de tudo é o respeito. Falou que quando existe respeito e educação, que existe igualdade, mas falou que o que não está acontecendo na Casa, disse que ela não está sendo tratada com igualdade, mas falou que ela vai voltar no Plenário para explicar a sua conversa. Falou que quanto ao que ela vem reclamando e reivindicando, falou que esteve na Rua Maurício Fruet, dirigiu-se ao vereador Fábio, disse que estava um tapete em frente à casa de uma senhora, que o pai tem influência na Prefeitura, disse que é uma tapete de brita. Falou que a rua Paranavaí está a mesma coisa, perguntou o que ela vai dizer para as pessoas que chegam na casa dela e que pisam na lama todos os dias, o porquê que a casa da vizinha nem o pneu do carro suja e que os coitados com os pés sujos de lama. Disse que vai voltar sim e que não está sendo demagoga, falou que é uma falta de respeito e de consideração. Falou que se é para fazer que fação para todos. Falou que é eleição e que o povo já está sofrendo a oito anos sofrendo. Disse que isso está acontecendo no Coroados a segunda vez, disse que vai trazer para a Câmara e que é direitos iguais, e que ninguém é melhor do que ninguém. Falou que tem crianças pisando em valetas ao ceu aberto para ir para a escola e que enquanto isso alguns são favorecidos com brita, com saibro, disse que isso é uma vergonha. Falou que vão para a Tribuna para dizer que uma Guaratuba ontem e que outra hoje. Disse que não existe isso, e que tem de ser tudo igual. Falou que vai brigar até o fim, e que não e que não vai ter medo de falar e que quer convidar o povo para vir no Plenário. Disse que vai fazer mais uma visita nesta semana, e que se ela encontrar a casa de alguém influente na prefeitura com brita na porta. Disse que vai chamar a RPC e que vai chamar todo mundo. Disse que é uma vergonha e um desaforo. E que as pessoas vão a Tribuna e que falam que fazem política, disse para fazerem política e que ela quer que as coisas aconteçam. Falou que a rua Santa Catarina depois da casa dela, depois da rua Curiúva, que as casas estão todas com placas de vende-se, e que ninguém chega até os portões, para curtir os finais de semana ou feriado, Disse que vão falar bobagens para ela, que é para pararem. Agradeceu. ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------VEREADOR LAUDI CARLOS DE SANTI – Disse que já cumprimentou a todos, Salientou mais uma vez a respeito dos dois Projetos que foram votados em primeira e que os Nobres Pares acompanharam, e que foram absolutamente os treze vereadores na questão dos funcionários que são merecedores, dessa reposição. PRESIDENTE OLIVEIRA – Consultou os vereadores, a respeito da possibilidade de ser realizada uma Sessão Extraordinária, para que pudessem marcar para o dia seguinte à noite, ou quarta-feira pela manhã, e que assim poderia ser incluído na folha, e que é dia primeiro de março. VEREADOR LAUDI – disse que da sua parte, e que os outros pares concordarem. PRESIDENTE OLIVEIRA, perguntou a todos os vereadores um a um, se todos concordavam que fosse na quarta-feira pela manhã. VEREADOR ALMIR – disse que na quarta-feira pela manhã ele não poderá, mas que no dia seguinte (terça feira à noite) seria bom. PRESIDENTE OLIVEIRA – disse que teria de ser oito e trinta, por causa das vinte quatros horas, que tem de se obedecer os interstícios, VEREADOR ALMIR – disse que se for no dia seguinte pela noite ele poderá comparecer. PRESIDENTE OLIVEIRA – perguntou se todos os vereadores estão de acordo que será realizada no dia seguinte. VEREADOR LAUDI – disse que para concluir que ele estava falando sobre os dois Projetos, e que estes projetos vão agraciar os funcionários, os guerreiros, e que de modo geral quando ele citou as secretarias, e que ele quer deixar no contexto geral, o seu carinho e seu respeito a todos os funcionários, falou que esta reposição é bem-vinda, que é merecida e para que todos os vereadores, todos os funcionários, são merecedores. Disse que a prefeita honrou todos estes anos está reposição, e que neste ano não foi diferente, falou que foi merecido pelos funcionários, e que ele insiste em dizer, que existe sim uma Guaratuba antes e depois da prefeita Evani, e não uma ontem e hoje, mas sim uma antes e uma depois, falou que é assim a sua fala. E disse que vai insistir nisso porque ele acredita nisso, e falou que várias pessoas que acompanham o progresso, e o desenvolvimento da cidade. Disse que têm muito a labutar, muito a crescer, muito a conquistar, mas que estarão sempre apostos para que Guaratuba siga sempre em frente e no caminho do progresso. Agradeceu a todos, falou que o debate foi tranquilo, e que espera que seja sempre assim, e que tragam sempre boas propostas, coisas boas que agreguem, no desenvolvimento e no coletivo do município, e que nuca a maldade para que as coisas não caminhem para um caminho ruim, e sim num lado bom, e que é isso que ele deseja. Agradeceu. --------------------------

 

 

 

ENCERRAMENTO – Nada mais havendo para ser deliberado, o Presidente agradeceu a todas as pessoas presentes e aos internautas e deu por encerrada a presente Sessão às vinte e duas horas e trinta e três minutos, marcando nova Sessão Ordinária para o dia quatro de abril de dois mil e dezesseis às vinte horas. Marcou também Sessão Extraordinária para o dia vinte e nove de março de dois mil e dezesseis para deliberar sobre os Projetos de Leis n° 1402 e 1403. Para contar eu                                  (Edilson Garcia Kalat – Secretario Geral) bem e fielmente redigi, digitei e conferi a presente Ata. --------------------------------------------------------------------------------------
                                

MORDECAI MAGALHÃES DE OLIVEIRA

Presidente

SERGIO ALVES BRAGA

1º Secretário

FABIO LUIZ CHAVES

2ª Secretário

DATA - HORARIO – LOCAL – aos dezesseis dias do mês de março do ano de dois mil e dezesseis às dez horas e trinta minutos no Plenário da Câmara Municipal de Guaratuba, Estado do Paraná. -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PRESENÇAS – MORDECAI MAGALHÃES DE OLIVEIRA – Presidente, MAURICIO LENSE - Vice-presidente, SERGIO ALVES BRAGA – Primeiro Secretário e demais Vereadores: JUAREZ SERAFIM TEMOTEO, CATIA REGINA SILVANO, ANA MARIA CORREA DA SILVA, ITAMAR CIDRAL DA SILVEIRA JUNIOR, MARIA DA SILVA BATISTA e ARTUR CARLOS DOS SANTOS. Os Vereadores Fabio Luiz Chaves, Catia Regina Silvano, Laudi Carlos de Santi e Raul Chaves não justificaram a não presença. ------------------------------------------------------------------

ABERTURA – Sob a proteção de Deus e verificando a existência de número legal de presentes o Presidente declarou aberta a Sessão que foi convocada na Sessão Ordinária do último dia quatorze de março de dois mil e dezesseis. ----------------------------------------------------------------------

ORDEM DO DIA – -------------------------------------------------------------------------------------------------------

Projeto de Lei n° 1399 – Cria no Quadro Geral de Pessoal Efetivo do Município de Guaratuba (Lei 1.530/2013), a carreira de Apoio à Educação – Nível Médio, com o cargo de Auxiliar de Educação Infantil; cria tabela especifica para os cargos de Agente Comunitário de Saúde e Agente de Endemias; altera o inciso XVII do art. 2° da Lei 1.530/2013 e dá outras providencias. EM SEGUNDA DISCUSSÃO O PROJETO DE LEI COM AS EMENDAS APRESENTADAS – EM SEGUNDA VOTAÇÃO O PROJETO DE LEI COM AS EMENDAS APRESENTADAS – APROVADO COM AS EMENDAS. ----------------------------------------------------------------------------------

Projeto de Lei n° 1400 – Dispõe sobre a criação, composição, estruturação, competência e funcionamento do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Guaratuba – CMDM – criação do FMDM – Fundo Municipal dos Direitos da Mulher e dá outras providências. APRESENTADO SUBEMENDAS PELO VEREADOR ITAMAR CIDRAL DA SILVEIRA JUNIOR no Artigo 11 que passará a ter a seguinte redação: “Art. 11. As (os) Conselheiras (os) do CMDM elegerão uma Presidente, um (a) Vice-Presidente e um (a) Secretário-Geral pela maioria qualificada do Conselho”. Em discussão a subemenda apresentada – em votação a subemenda apresentada – APROVADA A SUBEMENDA. EM SEGUNDA DISCUSSÃO O PROJETO DE LEI COM A SUBEMENDA APRESENTADA – EM SEGUNDA VOTAÇÃO O PROJETO DE LEI COM A SUBEMENDA APRESENTADA – APROVADO PROJETO COM A SUBEMENDA. -------------------

PALAVRA LIVRE - ------------------------------------------------------------------------------------------------------

ENCERRAMENTO – Nada mais havendo para ser deliberado, o Presidente agradeceu os presentes e aos internautas e deu por encerrada a presente Sessão às dez horas e vinte e cinco minutos. Para contar eu                                  (Edilson Garcia Kalat – Secretário Geral) bem e fielmente redigi, digitei e conferi a presente Ata.

MORDECAI MAGALHÃES DE OLIVEIRA

Presidente

SERGIO ALVES BRAGA

1º Secretário

DATA - HORARIO – LOCAL – aos vinte e um dias do mês de março do ano de dois mil e dezesseis às vinte horas no Plenário da Câmara Municipal de Guaratuba, Estado do Paraná. ----

PRESENÇAS – MORDECAI MAGALHÃES DE OLIVEIRA – Presidente, MAURICIO LENSE - Vice-presidente, SERGIO ALVES BRAGA – Primeiro Secretário, FABIO LUIZ CHAVES – Segundo Secretário e demais Vereadores: JOÃO ALMIR TROYNER, LAUDI CARLOS DE SANTI, JUAREZ SERAFIM TEMOTEO, CATIA REGINA SILVANO, ANA MARIA CORREA DA SILVA, ITAMAR CIDRAL DA SILVEIRA JUNIOR, MARIA DA SILVA BATISTA e ARTUR CARLOS DOS SANTOS. O Vereador Raul Chaves justificou a não presença. -------------------------

ABERTURA – Sob a proteção de Deus e verificando a existência de número legal de presentes o Presidente declarou aberta a Sessão. ---------------------------------------------------------------------------

APROVAÇÃO DA ATA – aprovação da Ata do dia dezesseis de março de dois mil e dezesseis. Como não houve restrições considerou-se aprovada. ---------------------------------------------------------

EXPEDIENTES RECEBIDOS – Ofícios do executivo, ofícios diversos e oficio do Vereador Raul Chaves explicando seu posicionamento na sessão anterior. ------------------------------------------------

PROPOSIÇÕES/INDICAÇÕES DOS VEREADORES --------------------------------------------------------

Vereador Mauricio Lense – repintadas as faixas de pedestres na rotatória da Escola Olga Silveira, iluminação no Parque da Praça da Bíblia, melhorias na Rua Marechal Floriano Peixoto, redutores de velocidade na Rua Randolfo Bastos, redutores de velocidade na Rua Octaviano Henrique de Carvalho. Vereador João Almir Troyner – limpeza de valetas nas Ruas: Uruguai, Venezuela e Bolívia, patrolamento da Rua Equador. INDICAÇÃO do Vereador João Almir Troyner – construção de quadras de bocha e voley na orla marítima. TODAS AS INDICAÇÕES E PROPOSIÇÕES FORAM APROVADAS. ----------------------------------------------------------------------REQUERIMENTO – Vereador Artur Carlos dos Santos pedindo copia do Projeto da pavimentação comunitária da Rua Alexandre Correa. APROVADO PELO PLENARIO. -------------

MATERIA APRESENTADA – Projeto de Lei n° Projeto de Lei n° 595 – concede titulo de Cidadão Honorário de Guaratuba a Mounir Chaowiche e dá outras providencias. O vereador Laudi Carlos de Santi pediu a dispensa dos interstícios para a Ordem do Dia. APROVADO PELO PLENARIO com voto contrario dos Vereadores Itamar Cidral da Silveira Junior, Maria da Silva Batista, Artur Carlos dos Santos e Mauricio Lense. -----------------------------------------------------

ORADORES INSCRITOS NO LIVRO DE DEBATES –--------------------------------------------------------VEREADOR ITAMAR CIDRAL DA SILVEIRA JUNIOR – Cumprimentou o senhor presidente, senhoras vereadoras, senhores vereadores, a Mesa, ao público presente, aos internautas, a TCI, e as pessoas que os acompanham pelo Site da Câmara dos Vereadores, e que vão acompanhar durante a semana. Falou que o Ato que acabaram de ver em Plenário, disse que é um ato desrespeitoso, com o Plenário da Câmara dos vereadores, que a forma de como esta sendo conduzido um Projeto de Lei, que de uma forma desrespeitosa, Falou que acabou de chegar o Projeto na Casa, e que já foi aprovado e que vai para uma votação, sem ao menos eles terem lido o projeto, disse para as pessoas que o espanto que isso causa aos vereador, dirigiu-se ao vereador Maurício Lense, dizendo que uma mordaça e que depois não querem que diga que a Câmara virou um puxadinho da Prefeita, que servos da prefeita. PRESIDENTE OLIVEIRA – pediu um aparte. VEREADOR ITAMAR disse que não permite o aparte do Presidente Oliveira. PRESIDENTE OLIVEIRA – disse que como presidente da Casa ele esta tomando a Palavra.  Disse que só quer informar que o Projeto estará dentro de dois minutos na mão de cada vereador, e que os vereadores terão o direito de votar sim ou não. Falou que a informação está dada e que o vereador Itamar pode continuar. VEREADOR ITAMAR disse que de forma desrespeitosa que perde a sua fala, e que o presidente cortou a fala de um vereador no exercício da função de forma desrespeitosa. PRESIDENTE OLIVEIRA – falou que novamente respeitosamente ele corta a fala do vereador Itamar, porque o vereador Itamar não conhece o artigo 23 do Regimento Interno. VEREADOR ITAMAR – disse que o Regimento interessa tanto ao senhor Presidente Oliveira, para ser lembrado que serviu ao Executivo, e que o presidente lhe cortou a palavra.  Perguntou se o Presidente vai o deixar falar ou não vai. PRESIDENTE OLIVEIRA – leu “atribuições da Presidência, representar a Câmara, dirigir, interpelar aos trabalhos administrativos, da Câmara, interpretar e fazer cumprir o Regimento, manter a ordem com poder de suspender, prestar informações, conceder ou negar as palavras do vereador nas reuniões” disse que se o vereador não esta contente que o vereador  pode representar e que pode ir a omissão e que tem cinco dias para  fazer esta representação, e que a Comissão vai analisar se o presidente feriu o regimento ou não. Falou que o vereador tem cinco dias a partir do momento conforme o regimento para fazer a reclamação do vereador. Disse que o vereador não pode de maneira alguma ofender a Mesa. Falou que o vereador continua com a palavra. VEREADOR ITAMAR – disse que do presidente Oliveira ele não esperava outra coisa, falou que o presidente faz tanta fantasia para servir o Executivo, que ele não esperava outra coisa.  Falou que o presidente já lhe caçou duas vezes e que quem sabe vai ter que lhe caçar outra vez neste dia. Falou que vai seguir a palavra e que espera que o senhor presidente diante das câmeras e que no Plenário da Câmara dos vereadores mantenha o exercício do vereador (Itamar) como legislador.  Disse que isso também esta no Regimento que o presidente tem de garantir o direito de falar. Perguntou ao presidente se esta parte ele esqueceu. PRESIDENTE OLIVEIRA – pediu para o vereador Itamar informar a parte do Regimento.  VEREADOR ITAMAR – disse que é diante deste descaso que eles tem de conviver na Câmara dos vereadores, que é diante desta falar de compromisso com a democracia que chega um Projeto nesse horário e que tem de votar sem que os vereadores tenham que ler. Disse que então sem passar pela Comissão e que diz no Regimento que neste o Presidente diz que não precisa, mas falou que de forma democrática e republicana que ele é, falou que vai seguir o seu pronunciamento, mas falou que ele deve ser mais uma vez cortado pelo senhor presidente, disse que o presidente entende o Regimento à gosto. Disse que recebeu um ofício do PSB, o qual lhe considera Líder na Casa, e que de forma muito respeitosa agradece o senhor Tonico Maia por ter lhe mandado este ofício.  Disse que a vereadora Maria também agora faz parte do PSB, e que vai ser sua companheira na Casa, e que vai dividir a Legenda e o Partido co ele.  Disse que espera dirigiu-se a vereadora Maria, que tenham um pouco mais de sucesso, ter um pouco mais de democracia, e espera que a liberdade de expressão, que está na Constituição Federal a carta magna, que seja de fato exercida, e violada por um Poder que é servo do outro Poder.  Falou que os Poderes são independentes. APARTE VEREADORA MARIA DA SILVA BATISTA – disse que é uma satisfação ela estão sendo taxados como barraqueiros, e que hoje eles vão graças a Deus, batalhar e lutar pelo mesmo objetivo, disse que estão juntos, falou que pode contar com ela, e que ela já relatou que é uma satisfação participar junto com o vereador Itamar, no partido do PSDB, onde seu amigo Tonico Maia é o presidente e que o deputado Leopoldo Meyer lhe permitiu a companhia junto deles. VEREADOR ITAMAR – corrigiu a vereadora Maria dizendo que é PSB o partido, disse que a vereadora ainda não simpatizou com a sigla. Falou da importância da oposição numa Câmara de Vereadores, disse que esta oposição foi construída inicialmente pelo vereador Maurício Lense, e que logo ao andar da carruagem do governo da prefeita degringolando,  que conseguiram manter a lucidez de entender  que não devem mais ser servos e sim  integrar a este sistema de oposição, falou que a liberdade de se expressar pelo bem de Guaratuba, pelo bem da saúde pública, falou que não por mordaça, e que não por cargos públicos, mas que sim pela liberdade que as pessoas puseram nas urnas votando, e que as pessoas lhes deu a chance de os representar. Falou que a importância da oposição esta declarada no Plenário e na cidade, disse que é nítido e notório que a cidade vem mudando, depois do seu sistema de trabalhar na oposição, e que dizendo amém ao que está correto, e não as palhaçadas de forma desgovernadas, e que diz assim,  do colocarem os Projetos na Casa, e que querem que seja aprovado. Falou sobre o senhor Francisco Alpendre, que tinha cargos em todos os lugares, ou em lugares os quais ele citou anteriormente, falou que este senhor está exonerado.  Que este senhor saiu e que este é o papel da oposição, que este senhor tinha um contrato com o município, e que levando o dinheiro sabe lá para onde, falou que ele viu no Diário Oficial, que este senhor não compõe mais, e que o papel da oposição, que denunciou e que levou ao Ministério Público, disse que ainda vão tentar ter esse dinheiro que foi levado por alguns contratos, de novo, ao município. Disse que o Ministério Público esta analisando, e que ele acredita no Ministério Público do estado do Paraná. Falou que acredita que se tiver irregularidade que vai ter de devolver sim, e que aos cofres públicos da cidade de Guaratuba. Disse que isso foi o papel da oposição que demonstrou, e que não com mordaça. E que não querendo espezinhar, e que ninguém vai espezinhar em cima de ninguém.  Falou que neste mesmo Diário que tira ou que contem a demissão a saída do senhor Francisco Alpendre, disse que também tem de um fantasma que foi denunciado. Disse que este senhor saiu após mais de sessenta meses, compondo o governo da prefeita Evani, que saiu um fantasma que era comerciante que estava no seu comércio dia a dia e que estava recebendo dos cofres públicos, falou que fez uma conta rápida e o quanto este comerciante deixou que este dinheiro chegasse a uma creche, a um posto de saúde, falou que em outro lugar este comerciante não se encontra durante o dia a não ser no seu comércio. Falou que este comerciante estava ganhando do comércio e que estaca ganhando dos cofres públicos, e que a oposição tem denunciado esses fantasmas, falou que a oposição vai denunciar de forma sistemática os fantasmas porque não tem medo, disse que eles vão ter de colocar este dinheiro novamente no caixa do município de Guaratuba, disse para fazerem a conta que um cidadão que ganha três mil sem trabalhar, e que primeiro ferindo todos os contextos  morais e legais, todos os contextos da ética de uma sociedade, onde um senhor e uma senhora tem de sair para trabalhar,  para ganhar o pão de cada dia, disse que este cidadão, por ser um encostadinho de um deputado e encostadinho da senhora prefeita, que ganhou sem trabalhar, disse que fica falando e pensando, que este dinheiro poderia ter ido, para um mamógrafo, para Hemodiálise, que poderia ter servido para um assento  num vaso sanitário em uma escola que não tem, falou que para uma ancha de futebol, para uma rede de futebol, para uma bola, para uma Projeto de esporte, disse que não, que foi para um corrupto,  falou que é um corrupto e o corruptor, que a vontade de desviar, e a vontade de levar um dinheiro ao qual não lhe pertence. Falou que se tivessem vontade de fazer governo, que se integrava ao governo de verdade, e que ia trabalhar, mas que não que este senhor prefere ganhar o seu dinheiro sentadinho, no calor, no ar condicionado, ou no calorzinho de uma lareira no inverno recebendo o dinheirinho do contribuinte. Falou que tem mais fantasmas, que estão por vir, que tem fantasmas que estão tendo guarida pela prefeita municipal. Falou que é indigesto o assunto, mas que é esse dinheiro, que faz tanta falta diante de um posto de saúde, diante de uma creche, falou que não é contra o cidadão ser nomeado em cargo público, e falou que tem muita gente descente, e que até o político fazer indicação a Argos de diretoria e secretários, disse que não é contra, mas desde que trabalhe e que cumpra metas, que coloquem as digitais, falou que senão, é dinheiro público indo para o ralo, disse que lhe espanta uma situação, quando a senhora prefeita do município de Guaratuba, por amor ao meu país, que a prefeita da uma nota no Jornal financiado com o dinheiro público, e que ele já colocou o quanto esse dinheiro, esse Jornal recebe do dinheiro público, disse que a prefeita usa a capa para utilizar como um meio de persuadir, de enganar de ludibriar, a atenção dos senhores e dos meios de comunicações, e de informação, que a prefeita não pode e não deve concordar com uma ditadura petista, falou que com ditadura ninguém deve concordar mesmo, mas que na Câmara dos vereadores,  tem algo semelhante, disse que pelos próprios comandados da base, e que se aí não é para concordar lá que não pode concordar aqui. Disse que não é para concordar com a ditadura petista, perguntou o porquê que a prefeita fez acordo com o PT no governo, o porquê que usou o PT no governo, disse que se não era para concordar porque a prefeita chamou Gleise Hoffmann de amiga pessoal,  falou que quem sabe agora Gleise Hoffmann já não é mais interessante., que foi descartada no vai e vem de uma valsa, que quando foi o sapateado e quando voltou que a prefeita Evani soltou da mão da Gleise,  disse que assim é com o senhor Carlos de Carvalho, José Ananias dos Santos, que tantas pessoas que fizeram composição com o governo e que hoje são descartados. Citou Itamar Junior, Artur, Maria do Neno, que tantas pessoas, que no vai e volta da valsa, que se disser que não faz que seja chutado. Disse que falam que hoje noventa e três por cento do povo brasileiro que não aprova o governo federal, disse que vai fazer uma pesquisa para saber quantos aprovam o governo municipal da prefeita, Disse que é muito simples bater-nos outros, que não esta para defender ex-presidente Lula, nem Dilma Rousseff, e nem de Aécio Neves, que nem de ninguém, disse que se fizeram ou se não fizeram que esta aí a lava jato, para lavar essas pessoas todas, e que vão responder na força da lei, e que tem,de responder,  falou que não podem ser hipócritas, de quererem passar para a mídia, perguntou donde estava a senhora prefeita quando estava acontecendo o fato dos Diários Secretos, perguntou onde estava a senhora prefeita, que não veio a público para dizer que não concordava,Citou a senhora prefeita dizendo que é muito fácil, chutar as pessoas, quando não lhe convém mais, falou que lembra que em uma ocasião, que saiu na capa de um Jornal e citou a Vereadora Cátia com todo o respeito,  e que a vereadora Maria que foram a Brasília para falar com Gleise Hoffmann,  que foi a pedido da prefeita, falou que elas tiveram um belo jantar, mas que ele não tem nada contra,  mas falou que agora Gleise Hoffmann não é mais interessante,  Citou o Vanhoni que deu a obra do Terminal Pesqueiro que a prefeita ficou falando, que tanto tempo que esta parada, perguntou onde esta, e que as coisas começam  a ficar ruim, perguntou porque a prefeita não fala do governador, porque o governador ainda se assegura e ainda se blinda, e que não deixa chegar as investigações nele,  perguntou porque a prefeita não reclama para o governador, disse que não e que leva o vereador até a Marina Morena e que paga  ótimos jantares, mas perguntou que juízo de corrupção que se pensa,  e que são eles, que vão dizer sim ou não para essa baderna,  disse que é sim ou não. Falou que não é a mídia da senhora prefeita, paga com dinheiro público quer que as pessoas entendam,. Disse que é o que eles querem entender, e falou para começarem arrumar a casa deles.  E dizer não a palhaçada que a prefeita vem conduzindo, no município de Guaratuba.  Falou que ai sem eles vão ao governo do estado, e disse que todos tem o direito perante a Constituição de se manifestar e que está certo que esta bonito, e que podem ir para a rua, e que podem falar, mas falou que não podem ser vitimas dessas informações, de pessoas que vão até as manifestações, e que estão enroladas com a justiça. Mais envergonhando o cidadão de bem, disse que essas pessoas não apareceram em outros momentos, e que não se manifestam em outros momentos. Falou que é diferente da senhora prefeita, e que diferente de muitos que ele falou que fez composição com a base do governo, e que ainda vai dar alguns dados para as pessoas, PT, PSC, na pessoa do vereador Laudi, na pessoa do vereador Itamar, que somaram mais de mil votos que garantiram a vitória da senhora prefeita, disse que a prefeita esqueceu-se de tudo isso, que usou o PT, que usou a vice e que recebeu do governo Federal, dirigiu-se a senhora prefeita, um caminhão, uma patrola, uma retro, creche, que tudo isso a prefeita recebeu do governo federal, e que agora esta esquecida. Disse que sem defesas pessoais a ninguém, citou o senhor Julio, sem criticas de quem não tem a mínima moral para poder criticar. Disse que vai falar mais um pouco, o que ele falou na semana que passou, disse que falasse em golpe, que é uma palavra que no cenário nacional esta muito colocada, que vai ter golpe, que não vai ter golpe, que vai ter impeachment, que não vai ter Impeachment, que vai cair que vai ser preso, que não vai ser, disse para deixarem este cenário de lado, e que se reportem ao golpe que aconteceu na Casa, que ao golpe à democracia, ao ferimento, a uma lei que dava garantia aos servidores públicos municipais, disse que isso sim que a senhora prefeita não lembra, e que prática golpe. Falou que a prefeita deveria ter mandado Projeto para ser votado o índice de inflação, reposição para professores, disse que isso é golpe. Falou que a prefeita não deu e que conforme a lei que a prefeita mesmo escreveu. Perguntou se a prefeita esta esquecida. Falou que a prefeita lembrou muito bem de assinar uma nota por amor ao seu país.  E perguntou ao município de Guaratuba, e aos professores, disse para a prefeita assinar esta nota e que mande pagar. Falou que as pessoas estão precisando do dinheiro que são seus, e que não é da prefeita. Falou que ninguém quer pedir esmolas e que querem o que é direito, o que a Casa aprovou. Perguntou se a prefeita quer falar de golpe, disse que a Casa e o presidente Oliveira, lhe devem uma série de Requerimentos, e que estão descumprindo a lei de acesso e informação. Falou que conseguiu no passado, com um mandato de segurança, para ter acesso às informações, que conseguiu com medida judicial. Fez a pergunta ao Plenário e aos vereadores, que será que ele vai ter que ira a Justiça  novamente para conseguir ter acesso  as informações, de quem esta governando, falou que a prefeita lhe deve uma dezena  de requerimentos e que assim  como o senhor presidente. Disse que já passaram de trinta, quarenta, e que até mais dias, falou que é instrumento que ele precisa utilizar para investigar, que é instrumento que ele precisa como base para ele poder fundamentar. Falou que esta chocando em alguma das salas, do andar de cima. Falou sobre a Ficha limpa, e quem sabe agora passe, porque um fantasma ligado a Casa já saiu, disse que quem sabe a ficha limpa vai para a frente. Dirigiu-se ao vereador Artur dizendo que o dinheiro ele não sabe se vai voltar para aos cofres públicos, Disse que tem preparada e que vai terminar o seu discurso, e que vai voltar e que tem mais coisas para falar. Disse que tem um relatório que ele estava fazendo, quanto a dinheiro público da Casa, que esta indo para o ralo, disse que ele e o grupo da oposição assinaram que davam quinhentos mil reais para o Executivo poder fazer uma compra hospitalar, que foi para uma maquina de mamógrafo, ou que senão não precisava direcionar, disse que foi apenas, desse quinhentos mil para o Executivo, disse que não passou, falou que o juízo é das pessoas, e que o desejo de mudar o país e da cidade é deles,  disse que independente do lado A do lado B, falou que não podem se rebaixar  de pessoas que foram utilizadas pelo sistema da família, e que voltar atrás e querer aceitar  tudo novamente. Falou que uma vez, eles dão crédito. Mas que ser usado, pisado, e ter que engolir na lei da mordaça, disse que não aos senhores, falou que sem muitos não se valorizam, disse que ele vai se valorizar, e que vai usar até o ultimo minuto de sua prerrogativa como vereador, falou que até o ultimo minuto, Falou que vão a radio para dizer que ele vai ser extirpado da política, (deu risadas) dizendo que está muito preocupado com a fala da senhora prefeita, e senhor Procurador, disse que esta muito preocupado,  falou que se sair que sai de cabeça erguida, e com o bolso vazio da maneira que ele entrou na Casa, falou que tem uma casinha alugada, um carro alugado, mas que com a cabeça erguida, que ele pode ir na sua família para tomar uma café tranquilo, que vai poder andar na cidade, ir no supermercado, tomar uma coca cola, voltar aos colégios, que ele vai poder olhar para as professoras que lhe deram ensinamentos  de forma tranquila. Falou que quer deixar para o senhores, diante do cenário caótico, político do governo federal, do governo estadual, do governo municipal, que estão vivendo,  falou que eles tem de ser sim patriotas, disse que tem sim de se vestir  e investir de uma vontade de mudança,  falou para aproveitarem o desejo , e que é um momento, delicado para o país, mas que eles, e que depende  deles, que depende de cada um , de não aceitar e denunciar,  e ir até o Ministério Público, falou que se é fantasmas que tem de ser denunciado e que pó Ministério Publico esta aí para isso, e que na Casa ele é minoria mas que ele vai falar, que vai usar dos seus vinte minutos e que vai ficar falando, mas que ele esta usando de sua prerrogativa, Disse que não pode aceitar que a senhora prefeita nãopage  o que ela prometeu e dizer que está tudo certo. Disse que não podem aceitar acusações, como a que escutaram no Plenário, e ficarem de mãos atadas, Falou que não vão aceitar isso, disse que um momento histórico que o Brasil reverteu, e que neste momento Guaratuba vai reverter, Disse que vão reverter porque v ao dar a resposta na urna, de todo mundo que foi açoitado, de todo mundo que foi no serviço público e que foi mal atendido, de todos os que tiveram a casa alagada, que não tiveram emprego, que tiveram de ir embora da cidade de Guaratuba, que viveu a sazonalidade, que todo mundo que sofreu que vão dar o troco nas urnas, falou que tinha quantos candidatos tiverem, que eles não querem esse governo, que essa maneira eles não aceitam e que o resto tudo eles vão discutir. Disse que vão construir e que eles têm bandeira, mas que esse governo chegou ao fim, quando o governo olha para o outro e que não olha para o próprio umbigo, Agradeceu. ----------------------------------------------------------------------------------------VEREADOR MAURÍCIO LENSE – Cumprimentou o senhor presidente, a mesa diretora, senhoras vereadoras, senhores vereadores, público presente, imprensa, os que nos assistem pela internet. Falou que desde o inicio do seu mandato, que ele tem uma posição só, disse que o que aconteceu nesta noite no inicio da Sessão, que já aconteceu outras vezes, e que ele teve que permanecer contra. Falou que se lembra do Projeto que criava os cargos dos funcionários efetivos, que chegaram as suas mesas, na hora da votação, que era um calhamaço, e que foi votado naquele mesmo dia. Falou que achou um absurdo naquela época, mas que na época ele era a única oposição na Casa, e que sua voz talvez não tenha sido ouvida. Disse que hoje mais uma vez aconteceu isso, falou que é um absurdo, que é um Projeto que nem esta em suas mãos, disse que não sabe nem o nome do cidadão, pediu desculpas aos senhores, mas que vai ser votado na Casa, em uma votação única e que pode ser referendado como Cidadão Honorário da cidade de Guaratuba. Falou a todos que o seu voto vai ser contra, e que vai votar contra por um motivo, para defender a moral do cidadão que vai receber o Título de Cidadão na Câmara. Falou que deve envergonhar essa pessoa em receber um Título, porque da forma em que esta acontecendo, que parece que é uma troca de favores, ele acha que isso não engrandeceria nenhuma pessoa em receber um Título de Cidadão Honorário por uma troca de favores. Disse que já estiveram votando na Casa para Diretor da Sanepar o Título de Cidadão Honorário e que agora outra vez. Disse que fazer saneamento básico é obrigação de um governo. Falou que não é favor para a população, que é uma obrigação que esta sendo feita. Disse que já deveria ter feito antes, e que terão de trocar por um Título de Cidadão Honorário.  Disse que vai votar contra, falou que  a moral deste cidadão vai ficar abaixo, do que deveria ficar. Falou que o assunto ao qual ele veio trazer neste dia, que começa pelo absurdo da máquina que ficou atolada na praia de caieiras, disso que foi um absurdo e que era uma máquina imprópria para fazer o serviço que deveria ter sido feito com outra máquina, e que a máquina afundou e que passou uma noite dentro da água, e que ficou poluindo a água do mar e que a prefeitura não teve a competência para conseguir retirar a máquina, falou que daí precisou de empresário da cidade para ir ajudar, a tirar. Falou que quando é para prestar serviço para a comunidade que o empresário não serve, mas que para ir salvar a máquina na hora em que foi feita a burrada, que aí o empresário serviu. Disse que falam tanto na Casa de uma administração antes e de uma administração depois, mas falou que estes absurdos, se passam largo. Falou que tem uma máquina que foi alugada pela prefeitura, que é tal de Bob Cat, que ao custo de quinze mil reais por mês, e que em torno de cento e oitenta mil reais num ano, que é para fazer o serviço  de capina, falou aos senhores que todos viram pela internet, que a máquina estava sendo utilizada em cima de calçadas, e que esta destruindo todas as calçadas e que é uma máquina que pesa três mil e trezentos quilos, e que a maquina estava passando em cima de uma calçada de pedestres, e que a máquina estava arrebentando toda a calçada. APARTE VEREADOR ARTUR – disse ao vereador Maurício que quer lembrar que quando pedem para concertar as calçadas que são notificadas que a calçada e de competência do morador, disse que não entende como é que uma máquina desta vai até o local estraga toda a calçada e que a prefeitura não vai arrumar, porque a competência é do morador, e que não é da prefeitura. Disse que fica complicado. VEREADOR MAURICIO LENSE – disse que só para ressaltar dirigiu-se ao vereador Artur, que se uma maquina como esta destruir cem metros de calçada, que já custa quinze mil reais para concertar, que os quinze mil do mês. Falou que ao invés da máquina estar dando lucro para o município, falou que esta dando um prejuízo enorme para toda a população. Disse que esta é mais uma da incompetência, falou que viu muitas praças abandonadas, disse que o parquinho o qual ele pediu para fazer a iluminação na Praça da Bíblia na beira da praia, disse que continua sem a cerquinha, falou que fez um pedido que faz quase dois anos, falou que é um perigo para as crianças que estão naquela pracinha, que as crianças estão brincando e que de repente correm e que estão no meio da rua, mas comentou que isso parece não ter importância, que uma criança pode se ferir e que pode morrer. Falou que outro problema sério em Guaratuba que é o transporte para doentes, disse que tem um ônibus que vive lotado, que as pessoas vão e pedem porque precisam ir para fazer uma consulta, mas que nuca tem vaga. Disse que tem um cidadão que fica mandando as pessoas virem na Câmara, para fazer o pedido na Câmara, disse que é um absurdo.  Perguntou se o município não tem condições, com cento e vinte e cinco milhões de  orçamento e que não tem condições de gerar esse transporte para as pessoas que precisam. Falou que tem de ficar mendigando e que é uma incompetência antes e que incompetência depois.  Comentou sobre a segurança e que vê estabelecimentos  fechado e com faixas dizendo que estão fechados por falta de segurança pública, e que a prefeita fingindo que não é com ela., e que o secretario de segurança também fingindo que não é com ele. perguntou se o secretário e a prefeita não tem responsabilidade. Disse que o Líder da prefeita vem na Casa para dizer que Guaratuba era uma antes e que Guaratuba é uma depois da prefeita e que faz uma cena danada. Falou que já que o líder da prefeita defende tanto a população, perguntou porque o líder não assina a CPI da iluminação pública. Disse que a maracutaia da iluminação pública esta ai novamente.  Falou para o líder assinar a CPI, e que só falta uma assinatura, falou para defenderem o povo. Falou para dizerem quem é o secretario monstro, que também já ficou no esquecimento. Pediu que a senhora prefeita mandasse para a Casa, como o vereador Itamar já pediu o Projeto de lei para a reposição do funcionalismo que já esta atrasada. Disse que agora ele vai ler um texto que ele fez sobre o que aconteceu na semana que passou. “Estamos atentos a todos os acontecimentos políticos em nosso país, ficou bem claro que a população clama por um país onde haja decência, onde não se aninhe a corrupção, onde poderosos são trazidos ao rigor da lei. Com igualdade, a população quer decretar o fim da República das bananas cuja máxima da justiça, era que funcionava como uma grande rede, que prendia lambaris e que deixava escapar tubarões. Diante da possibilidade da mudança de conceitos, diante da coragem de juízes e promotores em reconstruir a decência em nossa sociedade, dando um exemplo é claro que a reação é forte, na eminência da queda de todo um sistema que esta corroído, pelas mazelas da corrupção. Como cidadãos devemos esta sempre atentos  com nossas próprias atitudes, e vigilantes com as atitudes dos que nos governam. Digo com nossas próprias atitudes  porque fomos criados em um sistema, onde esta enraizada a cultura facilitadora  da corrupção. Posso citar uma máxima o jeitinho brasileiro ou leis que tem uma lei que pega e que outra não pega. Uma sociedade permissiva como a nossa, que é boa para o individuo, mas é péssima para o grupo.  Digo que devemos estar vigilantes com nosso governantes porque cada vez mais instituições como por exemplo o Ministério Público está fazendo vale nosso direitos como cidadãos, que as instituições devem mostrar a sociedade o verdadeiro valor a que elas foram criadas, fazer valer ao menos o que elas custam aos cofres públicos que são abastecidos com nossos impostos “ falou que disse isso porque na Sessão da semana que passou  no Plenário foi feita uma denúncia muito séria que envolveria a maioria dos vereadores, com exceção de três. Falou que ele, a vereadora Cátia, e o vereador Raul. Falou que diante do escândalo causado pelo tal anuncio que toda a sociedade voltou-se para a Casa de Leis. E que com razão e que a sociedade quer um esclarecimento a esse respeito. Falou que tal fato não atingiu apenas os vereadores, com foi denunciado, disse que atingiu a todos na Câmara.  Dirigiu-se ao senhor Presidente, e aos senhores vereadores, senhoras vereadoras, que se faz necessário e urgente que tais denuncias sejam apuradas com rigor, e que se comprovadas que sejam punidos os culpados. Mas que se não forem comprovadas que o denunciante também seja responsabilizado pela falsa denuncia. Disse que seja o fim de jogar palavras ao vento, e que a seriedade que a população pede nas ruas, impere também na Casa, falou que se não a Casa ficará marcada com a pecha de Casa das Maracutaias. Agradeceu. --------------------------------------VEREADORA MARIA DA SILVA BATISTA – Cumprimentou o senhor presidente, senhoras vereadoras, senhores vereadores, público presente, internautas que os acompanha. Parabenizou o senhor Marcelo pelo trabalho na Imprensa, parabenizou o vereador Itamar, que foi agraciado Líder do partido. Dirigiu-se ao senhor presidente comentado a respeito da semana que passou, onde o vereador Maurício se pronunciou, esclareceu para a sociedade e que me especial para a sua família, disse que ela não fez parte de nenhuma licitação, que nunca ela participou de uma licitação. Falou que isso é o que ela tem para responder a respeito do pronunciamento da semana que passou. Deixou um pedido para a prefeita a respeito da Rua Guaraniaçu no bairro do Coroados.  Disse que na Rua Guaraniaçu no ano que passou quase que virou uma novela, falou que o povo estava reclamando para que fosse feito as melhorias e que ninguém tomou uma providência, disse que os moradores mesmos fizeram uma reunião e que compraram oito carradas de saibro, que foi levada nesta rua e que foi pago com o dinheiro dos moradores, disse que a máquina da prefeitura para chegar nesta rua foi uma tortura e que foi uma humilhação, falou que tem de andar de vela acesa mas que foram no local. Disse que neste dia os moradores estão reivindicando que seja feita a manutenção na rua. Falou que já estão aparecendo os buracos, e que os moradores não vão mais investir, disse que não é direito deles, e que as pessoas pagam IPTU, e que é muito bem pago. Disse que os moradores já fizeram a sua boa vontade de pagar oito carros de aterro para arrumar a rua. Disse que agora esta na hora do Executivo se agilizar e tomar as providências cabíveis. Falou a respeito do Titulo de Cidadão Honorário, deixou todo o seu respeito ao senhor Mounir, mas falou que ela não conhece este cidadão, disse que conhece tanto cidadão que merece o Título de Honorário em Guaratuba, falou que não vai citar nomes, mas que ela conhece muitos.  Falou que depois  ela não quer ser demagoga, e que não faz nem dois anos que na Casa que foi agraciado um cidadão da Sanepar, ela não sabe se era diretor ou se era presidente. Falou que vão passar a vida inteira na Casa homenageando presidente, e diretor da Sanepar. Disse que tem mais que fazer, e que o desrespeito com o trabalho dos vereadores na Casa. Falou que entra um Projeto na Casa, a goela abaixo para ser votado.  Disse que eles da oposição para passar um Projeto na Casa, que é de vela acesa.  Disse que deixa a sua reprovação, e porque não é porque é Líder da prefeita que vem com Projeto a goela abaixo, para eles assinarem e passarem, falou que o líder tem todo o direito de trazer o Projeto, mas que na Casa existe lei. Disse que enviou do seu gabinete um oficio ao presidente Oliveira onde ela pediu o esclarecimento da despesa de gasolina, falou que no ano que passou ela leu no Portal de Transparências, despesa de gasolina dos gabinetes dos vereadores de 2015, falou que não usufruiu dos carros da Câmara, e que ela gostaria que o senhor presidente especificasse os nomes dos vereadores e os gabinetes, falou que ela não vai pagar pelo erro que ela não cometeu. Disse que ela esta no seu direito, e que já esta desde o ano que passou o seu pedido. Deixou seu recado, que na semana que passou ela se desfiliou do Partido DEM, que foi para o PSB, e que o presidente do Partido é o senhor Tonico e que foi uma decisão dela, falou que a política é assim, e que ninguém vai ficar em um partido a vida inteira até fiar caduco, falou que cada um sabe o que é bom para si, e que ela decidiu, com todo respeito ao presidente, e ao vereador Juarez que era do mesmo partido, agradeceu a todos pelo tempo que ela ficou na companhia deles e no Partido do DEM. Dirigiu-se ao senhor presidente, pediu que fosse chamado e convocado o diretor e o secretário de obras para vir até e Câmara para dar explicações para o pessoal da Rua Piauí, e que vão nesta rua e fazem tortura psicológica, e que dizem que só vão fazer alguma coisa se, mas ela ache que essas pessoas têm de vir na Câmara porque devem uma resposta para a sociedade, e para o povo tão sofrido que quando chove nem de casa eles saem. Agradeceu. -----------------------------VEREADOR LAUDI CARLOS DE SANTI - Cumprimentou o senhor presidente, senhoras vereadoras, senhores vereadores, público presente Imprensa, internautas, Começou salientando , agradecendo e parabenizando o senhor Pedro que é o organizador do almoço da costela da Igreja da Piçarras, disse que fizeram um almoço muito bom, e que foi assado trinta e seis costelas, e que foram todas, parabenizou o Pedro e toda a equipe da Igreja que fez um almoço com a costela fogo de chão que estava muito, parabenizou a todos, agradeceu a comunidade da Piçarras e que o almoço foi um espetáculo realmente. Disse que vai manter a calma, para explicar algumas coisas, primeiramente falou que foi citada anteriormente a questão da Máquina que encalhou na Praia. Disse para verem bem, disse que foi totalmente culpa do operador da empresa, e que não é da prefeitura e que este operador não seguiu as normas ditadas pela secretaria de obras e do meio ambiente, disse que quer deixar bem claro, que este mal entendido e que foi um acidente, porque o operador não seguiu as normas ditada pela secretaria de obras e pelo Meio Ambiente. Falou que a prefeitura é isenta desta culpa, e que a prefeitura orientou de acordo, e que também o Meio Ambiente e que o operador cometeu este erro, falou que a prefeitura é totalmente isenta desta acusação.  Disse que se falou bastante em situação política no Brasil, e que de fato é uma situação complicada, e que todos estão sentindo na pele, que é uma crise que se agravou, uma crise política e econômica que é muito grave e que afeta a todos. Salientou que embora a crise assole o Brasil, o estado do Paraná, bem como todos os estados, disse que Guaratuba tem conseguido honrar com seus compromissos, porque tem uma gestão séria e competente. Falou que é por isso que estão com as contas em dia, que os funcionários da prefeitura estão recebendo em dia. Salientou que é para as pessoas não fazerem um Carnaval onde não existe, disse que é fato que o Brasil passa por uma crise indiscutível, devido uma roubalheira desenfreada, falou que graças ao Ministério Público que eles têm a casa dos malandros caindo. Disse que ele aposta sim na justiça, e que acredita nela. Disse que foi falado a respeito da aprovação do governo do PT, da Dilma, disse que realmente é um desastre, e que ao contrário da prefeita Evani e que foi feita uma pesquisa e que a prefeita Evani tem uma aprovação de quase oitenta por cento.  Falou aos senhores que não é bem assim como falam por aí. Comentou que o nobre vereador Maurício citou o líder da prefeita e que ele (vereador Laudi) deveria assinar a CPI, dirigiu-se ao vereador Mauricio falando que toda a Sessão tentasse uma acusação e que falasse de uma coisa e que falasse de outra, e que é no intuito de ludibriar o cidadão e que esperar que com isso. Falou que felizmente a grande maioria não cai nessa conversa. Disse que como sempre a minoria descontente e disse que tenham todo o direito, falou que é democrático e que nem todo mundo pode agradar a todo mundo. Disse que respeita os que não estão satisfeitos, e que infelizmente não se pode agradar a todos. Falou que sobem na Tribuna para criticar um Título de Cidadão Honorário, perguntou quantos vereadores já concederam o Título de Cidadão Honorário, disse que muitos dos vereadores concederam o Título de Cidadão Honorário. Perguntou qual o problema e, concederem o Título de Cidadão Honorário a uma pessoa que se empenhou e que trabalhou por Guaratuba, e que no o Presidente da Sanepar. Falou que o presidente da Sanepar não mediu esforços e que acompanhou e que foi cobrar e que sabe do atendimento que eles tiveram e que foram atendidos, perguntou qual o problema de conceder o Título de Cidadão Honorário, disse que não vê problema algum, mas falou que a quem não goste. APARTE PRESIDENTE OLIVEIRA – disse que na semana que passou e que inclusive ele participou no Palácio do Governo, e que foi assinado um Convênio onde toda a Barra do Saí, vai ter a parte de saneamento básico e que também que o Presidente da Sanepar, e que o vereador Laudi estava presente junto com outros vereadores, falou que os estudos para Caieiras estão sendo feitos, perguntou se um cidadão desse não merece um Título de Cidadão Honorário de Guaratuba, que merecem outros que tiveram Título e que nada fizeram por Guaratuba, falou que é louvável a iniciativa do vereador Laudi, e que seu voto sempre foi favorável a dar Título a quem realmente mereça. VEREADOR LAUDI disse que é verdade para o senhor presidente, falou que foram muito bem, atendidos quando reivindicaram e que na ocasião o vereador Fábio estava presente, que o vereador Oliveira, que o vereador Sérgio, vereador Juarez, quando estiveram na secretaria , falou que o vereador Raul também, falou que quando o senhor Mounir falou que o estudo da Caieiras já esta praticamente pronto,  para que se iniciem as obras, e que já foram iniciadas as obras da Barra do Saí,  falou que muita gente não dá valor para uma obra enterrada, dirigiu-se ao senhor presidente, mas falou que diz e que repete que isso gera qualidade de vida, saúde, balneabilidade para uma praia maravilhosa, como Guaratuba, mas que infelizmente muita gente não sabe reconhecer isso. Falou que tanto quanto parece a velha história de sempre, que é quanto pior melhor, disse que não é assim que a coisa deve andar, e que nem tudo é perfeito, e que nem tudo foi feito. Mas falou que é só olhar para traz, perguntou porque não reconhecer as conquistas, disse que é difícil reconhecer uma conquista, e que principalmente quando as pessoas não participam desta conquista, e quando as pessoas são contra essas conquistas, disse quando estas conquistas acontecem , que as pessoas falam que esta ruim., já que não ajudaram mesmo, que falam que esta ruim. Disse que chegou a hora de pensar comm ais carinho, de falar bem da cidade de Guaratuba, disse que quem escuta algumas pessoas falando, que dá a impressão que Guaratuba é o fim do mundo. Disse que ninguém sabe reconhecer o que foi feito. Falou que ao invés de correr atrás, buscar recursos, para buscar o que ainda não foi feito? Falou que é muito difícil e que dá trabalho, comentou que as pessoas acham que é melhor criticar, falou que não é contra opinião nenhuma, e que fala isso não porque ele é líder do governo, disse que quem esta falando é o vereador Tato, e que quer falar bem da cidade de Guaratuba, que quer  divulgar o que a idade tem de melhor,  disse que cada conquista que Guaratuba tiver, que é uma conquista dele, e de cada Cidadão, que mora em Guaratuba maravilhosa, linda Guaratuba, Perguntou porque vão denegrir a imagem da cidade, falou que algumas pessoas que assistem algumas Sessões da Casa, que comentam que não vão nem pisar em Guaratuba, que se é do jeito que estão falando que pelo amor de Deus, que as pessoas podem comentar que a cidade é um caos. Falou que é tudo lorota, que é tudo mentira, conversa fiada, falou que quem frequenta Guaratuba, nos finais de semana, na temporada, que os próprios comerciantes, ouvem dos turistas que Guaratuba melhorou e que Guaratuba esta cada dia mais linda, que a cada ano esta mais bonita, mais bem cuidada, e com obras. Disse que quando se fala alguma coisa que alguém não quer ouvir, falou que ficam bravos, porque as pessoas gostam de ir a Tribuna e falar um monte de coisas, e de gritar, disse que volta a repetir, que respeita todas as opiniões, pediu um favor, que se não querem falar bem de Guaratuba, que é ótimo, mas que então não falem mal, disse que denegrir a imagem onde vivem perguntou a troco do que. Falou que conquistaram  muito, mas que tem ainda muito para conquistar, disse que podem ter certeza que jamais farão a politia da destruição, da inveja, da intriga, da maldade. Falou para fazerem a política da conquista, do avanço, de melhorias de obras, de crescimento, Disse que é desta forma que devem agir, e que não podem mais conviver com uma política raivosa que só tenta denegrir, disse que não é possível, perguntou onde esta o bom senso, dirigiu-se ao nobre vereador Maurício dizendo que ele costuma subir na Tribuna e que sempre cita a liderança, disse que fica um pouco triste quando o vereador Maurício fala isso, como se fosse o paladino da verdade, e falou que não é bem assim. Falou que é bom terem cautela, terem prudência, comentou que quando um discurso inflamado, um discurso que não tem fundamento, disse que é muito fácil, desfeito, falou que ele mesmo, dirigiu-se ao senhor presidente dizendo que subiu à Tribuna e que falou sobre um determinado assunto, e que as pessoas raivosas sempre jogando contra e que jogando para baixo, com um pessimismo impressionante, e que distorceram as suas palavras. Mas falou que no intuito de ter sucesso, que essas pessoas não obtiveram. Falou que a grande maioria, do cidadão e da cidadã Guaratubano, que esta labutando, trabalhando, que as vezes não perde um tempo se quer  para ouvir tantas asneiras., e disse que as pessoas abem discernir, distinguir, o joio do trigo, falou que não quer em hipótese alguma, dirigiu-se ao senhor Presidente, faltar com o respeito com nenhum dos senhores e das senhoras e nem dos pares. Disse que não pode concordar com tanta demagogia, de algumas pessoas. Falou que aquelas pessoas que ao invés de fazer uma política sadia, sem ofensas, sem agressão, disse que pode não concordar com tudo o que ouve, mas que também não precisa criticar. Falou que às vezes é muito mais fácil, apontar o erro, porque apontar a solução é bem mais difícil. Disse que é muito mais difícil (dirigiu-se ao senhor presidente), falou que quando ele diz isso e quando ele defende o governo da prefeita Evani, é porque ele viveu e sentiu na pele antes o descaso, a falta de crescimento e desenvolvimento da cidade, a falta de água. Comentou que chegava na temporada e que o senhor presidente lembra, que num final de semana normal, com um pouco mais de movimento, que era um caos, falou que não tinham água e que hoje é coisa do passado, Disse que isso foi uma conquista e que foi uma obra realizada, que é uma conquista nos dias de hoje, falou que o saneamento chegando próximo aos em por cento de saneamento, falou que isso é conquista. Citou os asfaltos ligando Guaratuba de ponta a ponta, e que isto é uma conquista, falou que obras seno feitas e que muitas outras por vir, que mais asfaltos que estão chegando, disse que isto é uma conquista. Comentou que uma prefeitura que paga em dia os seus funcionários e que honra os seus compromissos, e que tem uma CRP, uma certidão negativa, e que podem angariar recursos, tanto do governo federal como do estadual, perguntou se isto não é uma boa administração, ou falou que a prefeita Evani esta fazendo uma péssima administração. Disse que é impressionante que é só para poucos que é uma ma administração, falou que defende sim o governo da prefeita Evani, falou que acompanha o dia a dia a labuta o trabalho, que não só da prefeita, mas que do deputado Nelson, do secretário Gil que não medem esforços, e que a contrapartida que o município paga, para os asfaltos que estão aí e o que estão por vir. Disse que foram pagas e o que esta para chegar agora, que também está pago,  perguntou se isto é uma má administração aos senhores, ou falou que é mais uma tentativa distorcida de denegrir a administração. Disse que quando fala de contrapartida de obra que tem gente que fica olhando e que talvez não entenda o que ele esta dizendo, falou que toda verba de um governo liberada e dada para o município, e que existe uma contrapartida do município, disse que Guaratuba honrou todos e que inclusive este que esta por vir. Falou que a parte do município já esta paga, e que só estão aguardando o inicio das obras. Disse que vai repetir e que ele não se cancã de elogiar a cidade de Guaratuba, disse que passaria dias falando bem da cidade de Guaratuba, citou o vereador Almir e disse que o vereador é testemunha que quando receberam a notícias de que Guaratuba foi eleita a nona melhor praia do sul do Brasil, devido a balneabilidade, do esgoto tratado, da praia bonita, perguntou se não é bom ouvir falar isso da cidade, ao invés de chegar na Tribuna e falar mal da cidade, denegrir a cidade, falou para as pessoas que tenham um pouco de bom senso, para falarem bem de suas casas de suas famílias, dos seus amigos, para que a cidade de Guaratuba, receba cada vez mais  visitas, falou para não falarem mais que a casa é feia para que as pessoas se afugentem da cidade, pediu para pararem e refletirem, falou que  se a sua linda Guaratuba  deve ser tão difamada,  desta forma, ou que se deve ser exaltada, elogiada. Disse que é para refletir, senhores Agradeceu. ---------------------------------------ORDEM DO DIA – -------------------------------------------------------------------------------------------------------Projeto de Lei n° 595 – concede titulo de Cidadão Honorário de Guaratuba a Mounir Chaowiche e dá outras providencias. Pedido de dispensa aprovado pelo plenário. Requerimento do Vereador Laudi Carlos de Santi solicitando a retirada da Ordem do Dia e envio para a CCJR para parecer. APROVADO PELO PLENARIO. ------------------------------------------------------------------

Moção de Aplauso ao Jornalista Leonardo Schenato Barroso – apresentada moção no dia 14 de março. EM DISCUSSÃO ÚNICA A MOÇÃO DE APLAUSO – EM VOTAÇÃO ÚNICA A MOÇÃO DE APLAUSO – APROVADO. ---------------------------------------------------------------------------

PALAVRA LIVRE - ------------------------------------------------------------------------------------------------------VEREADOR ARTUR CARLOS DOS SANTOS – Cumprimentou o senhor presidente, senhoras vereadoras, senhores vereadores, público presente. Disse que estava ouvindo o vereador Maurício falar sobre a Máquina na Caieiras, comentou que não foi só o transtorno dentro da água, mas que também quando foram  transportar a máquina para fora do bairro, que a máquina ficou na curva da estrada da Caieiras, e que causou transtorno  na quinta feira, para todas as pessoas que estavam naquela praia, disse que os turistas e os moradores também. Falou que se foi o operador da máquina que errou, mas que o motorista do caminhão também errou. Disse que teve um monte de erros e que ele que ver quem vai pagar a culpa deste troço. Comentou que foi na quinta feira que o pessoal não podia nem entrar e nem sair do bairro da Caieiras. Falou que foi na Caieiras pessoalmente, pois tinha um compromisso e que teve de deixar o carro embaixo no moro e atravessar a pé porque não dava para  passar. Disse que tiveram a sorte que o caminhão despencou no mato, e que não foi em nenhuma residência, e que poderia ter acontecido coisa bem pior. Comentou que nunca ninguém foi até a Tribuna para falar que a cidade é feia, que pelo contrário a cidade é muito bonita, mas falou que tem alguns problemas na administração, e que é normal, mas que eles têm de trazer para a população para poderem resolver. Comentou que  as roçadas , e que o mato esta tom,ando conta das calçadas que estão com problemas de roçadas, e que a bobcat esta destruindo todas as calçadas,  e que o mato esta tomando conta de alguns lugares e que isso é visível. Falou s obre os pontos de ônibus, que não sai do papel, e que ele não sabe o que aconteceu e que pode ser que o secretário monstro tenha levado alguns pontos de ônibus embora junto com o secretário. Citou a rua Almirante Tamandaré, e que foram no local e fizeram um xaxo e que aquilo não é concerto de pavimentação, falou que aquilo é uma grande xaxixo naquele troço. Falou da Avenida Curitiba também, e que foi derramado dois sacos de asfalto e que abandonaram e que aquilo não pode ser chamado de concerto. Disse que falta uma equipe de manutenção, na pavimentação e que foi feito só uns remendos. Comentou que o senhor presidente Oliveira falou que pessoas que receberam o Título de Cidadão Honorário na Casa, e que não mereceram, disse que ficou meio preocupado (dirigiu-se ao senhor presidente), e que se não mereceram como que tiveram o Título. Disse que ficou confuso com o senhor presidente. PRESIDENTE OLIVEIRA – falou que disse que tanto quanto o Doutor Mounir tem. VEREADOR ARTUR – disse que o presidente falou que eles não mereciam e que ele ficou preocupado. PRESIDENTE OLIVEIRA – falou que vai ter de voltar em 1960, 1970, disse que tem no Site da Câmara uma relação de todo os que receberam o Título de Cidadão Honorário, falou ao vereador Artur que pode ver no site e que ele pode ver que tem a explicação o motivo que foi dado o Título de Cidadão Honorário. VEREADOR ARTUR – disse que ficou preocupado e agradeceu a explicação. Falou que tem um Título que foi concedido em primeira votação, e que não entregaram, e que por isso fica a preocupação da maioria dos vereadores, que como o Presidente Oliveira falou que pode ser que não mereceu, mas que. PRESIDENTE OLIVEIRA – disse que o Título de Cidadão Honorário que  não foi entrega da sua Legislatura, é do senhor Waldomiro e que esta sendo providenciado, e que foi solicitado agora. E que a presidência aguarda a solicitação das pessoas que homenageou que faça o pedido, para que seja providenciada a documentação, o Título, disse que tem vários Títulos inclusive parados, que as pessoas não vieram receber. VEREADOR ARTUR – agradeceu ao senhor presidente Oliveira, dizendo que esta aberto a debates para quando o presidente quiser. Comentou que ele e o vereador Itamar fizeram uma visita a uma Escola que esta tendo problema na cobertura, falou que já estiveram no gabinete da secretária de Educação, e que a secretária e que não os recebeu porque não estava no momento e que eles solicitaram que a secretária retornasse com uma ligação marcando um horário. Falou que passaram a tarde tentando marcar um horário, ele, mais o vereador Itamar e o vereador Maurício. Disse que falou com o vereador Itamar e o Vereador Maurício, para levar a TVCI para ver  e tornar público, falou que a secretária não quer escutar os vereadores, que eles tem de levar a público. Disse que eles não estão falando mal da cidade, mas que apenas precisam de alguns esclarecimentos. Falou que tem algumas coisas que não estão normais e que eles estão tentando falar com o secretário, mas que estão falando que a oposição é contrária, disse que não, mas que é preciso ver o que esta acontecendo naquela escola,  o porque esta sendo construída daquela forma e ele acredita que a responsável pela escola é  a secretária  e que eles foram direto na fonte e que até agora eles não receberam nenhum telefonema, marcando um horário, disse que se os vereadores concordassem eles iam trazer a público o que está acontecendo naquela escola. Agradeceu. ------------------------------------------------------------------------VEREADOR JOÃO ALMIR TROYNER – Primeiramente agradeceu a Deus e a Nossa Senhora Aparecida, senhor presidente, nobres pares, senhores e senhoras presentes que são sempre motivo de luxo para eles, as pessoas presentes e os internautas, Disse que dentro da retidão da prefeita Evani Justus, por ter mandado para a Casa um Projeto de suma importância, que é o Convênio entre a prefeitura e a Policia Civil de Guaratuba, disse que fala isso com conhecimento de causa, porque ele já esteve na Policia e que sabe da necessidade que a Segurança Pública tem em receber este apoio da municipalidade. Disse que é um Projeto e que mesmo sendo um Convênio, mas que vira beneficiar e muito a Policia Civil, Mas falou que gostaria também de fazer um pedido para que eles pudessem também fazer um Convênio com a Policia Militar, e que pode ser que não seja nos mesmos termos, disse que sabe das dificuldades que a Policia Militar também esta tendo, e que a exemplo da Policia Civil para consertarem suas viaturas, para terem o combustível, falou que analisou alguns comentários nos últimos dias em que a criminalidade vem aumentando e que a criminalidade vem assustando, mas falou que para isso eles precisam equipar as policias. Disse que sem duvida nenhuma é uma responsabilidade do governo do Estado, mas falou que sabe da boa vontade da prefeita Evani, que sempre os ajudou, e que mesmo no tempo em que ele estava na superintendência da Policia Civil, disse que se socorriam sempre a prefeitura através da prefeita Evani, e do secretário de Finanças senhor Gil Justus, e que com sua austeridade e com sua vontade, e que a retidão inquestionável da prefeita, que sempre procurou ajudar a Segurança Pública, pediu que fosse feita uma indicação para que os nobres pares os auxiliem para eles possam aprovar e que seja também feito um Convênio com a Policia Militar. Disse que iram ajudar e muito, falou que a prefeitura não tem esta obrigação, disse que volta novamente a frisar que a obrigação da segurança Pública, é do governo do estado. Mas falou que quando o governo não tem condições de ajudar da maneira que é necessário, que a prefeitura acaba se sobrecarregando, mas que acaba ajudando, falou que isso tem de ser diante de um Projeto de Lei, como foi discutido na Casa neste dia. Pediu para que seja analisado, e que esta indicação possa prosperar e que lês possam ajudar também, a Policia Militar de Guaratuba. Falou que a Policia Militar tanto tem feito a exemplo da Policia Civil, e que eles podem ver todos os finais de semana nos Jornais de Guaratuba, e que em especial o Jornal de Guaratuba, quando eles vêm uma duas, até três páginas de marginais sendo presos, de pessoas sendo conduzidas ao cárcere por terem mandato de prisão aberto, por tráfico de drogas, por homicídio, por furtos, mas que enfim falou que as policias vem fazendo o possível e o impossível, mas que ainda a criminalidade é alta. Disse que coma ajuda que a prefeitura passa a dar agora para a Policia Civil, e que oxalá que possam dar também para a Policia Militar, que iram melhorar e muito a segurança de Guaratuba, disse que não será aquela segurança que todos eles querem, mas que será uma segurança que irá auxiliar a Policia, que principalmente na recuperação das viaturas e que neste dia em especial, da Policia Civil e da Policia militar. Agradeceu. ----------------VEREADORA MARIA DA SILVA BATISTA – Disse que vai ser breve, disse que o senhor presidente falou a respeito do Projeto do Cidadão Honorário, falou que não tem nada contra, e que o senhor presidente pronunciou que sabe o Presidente da Sanepar faça a rede de esgoto no Caieiras. Disse que mesmo que o cidadão não tivesse recebido o titulo que ele tem que fazer, porque cada um tem de assumir seus compromissos. Disse que não é contra e que ela não conhece este cidadão, mas que ela não é contra, mas que ela votou contra porque não recebeu o Projeto, falou que a impressão que lhe passa que eles estão na Casa para encher linguiça e que chegou um Projeto dez para as oito, oito horas, para eles analisarem falou que isto não esta certo. Disse que até gostaria que o senhor presidente pensasse por estes meses que já estão finalizando, falou que teriam de ter um Conselho de ética na Casa, para que eles possa resolver esta situação. Falou que deste jeito não pode continuar. Agradeceu ao Executivo pelo ponto de ônibus que foi ressuscitou no Coroados, em frente ao Baia Azul, disse que esta rezando para que apareça outros, Falou que ela nestes três anos e poucos meses em que esta Na Câmara, nunca viu nenhum vereador subir na Tribuna e difamar Guaratuba. Disse que simplesmente ela vai a Tribuna, para cobrar o que não esta sendo feito. Falou que é uma rua, que é um posto de saúde, o correio, a iluminação pública, mas que subir na Tribuna e difamar a cidade de Guaratuba disse que jamais e que ela acha que na Casa tem muita gente que é demagogo, e que falam que os outros é que são. Aproveitou que falou do posto de saúde, obrou um banheiro no Posto de saúde do Coroados. Que um banheiro para cadeirante, falou que não tem, disse que sabe que o Posto de saúde no Coroados vai demorar, e que o povo precisa, disse que é uma necessidade para os cadeirantes que vão até este posto. Falou que o banheiro que tem esta sendo utilizado para atendimento do Correio, no lugar do banheiro que estaria beneficiando os cadeirantes. Agradeceu. -------------------------------------------------------------------------VEREADOR JUAREZ SERAFIM TEMOTEO – Cumprimentou o senhor presidente, senhoras vereadoras, senhores vereadores, público presente, internautas, Disse que em toda a Licitação que é feita na prefeitura, quem tem o direito de pegar o bem licitado, que é o funcionário da prefeitura, mas precisamente o responsável pelo departamento de compras, disse que inaceitável o que falaram na Sessão da semana que passou que teve uma licitação de três milhões e quatrocentos mil, que dez vereadores da Casa foram beneficiados, disse que é inaceitável pelo seguinte, falou que em 2011 a prefeitura, que a prefeitura pegou de material, que se saiu essa licitação de 2011, que a prefeitura pegou trezentos e poucos mil , mais ou menos, falou que em 2012, na data da eleição que pegou menos do que 2011, que em 2013, foram quatrocentos e sessenta e oito mil, falou que foi mais do que no ano da eleição, falou que não dá de entender, disse que se falaram para dez vereadores, que a carapuça não lhe serviu, porque suas contas foram todas aprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral, e disse que se alguém tiver alguma prova, que ele se aproveitou de alguma Licitação, falou para trazer para esta Casa, que prove que monte uma CPI para tirar ele da Casa. Falou que quer ver quem vai lhe afastar da Casa sem prova, disse que para ele não serviu. Disse que quando falou os itens feito pela Licitação, que a prefeitura vai pegando quando precisa, disse que não quer nem saber falou que é bom que a Casa realmente peça esclarecimento ao denunciante, disse que senão vão ficar os dez vereadores na Casa, como se tivesse se aproveitado, disse que fez quatrocentos e vinte votos, pelo bom atendimento que deu durante os vinte anos de prefeitura que ele tem, pelo bom atendimento que ele deu ao público, disse que foi o reconhecimento que o povo de Guaratuba deu pelo seu bom atendimento. Disse que o cidadão ia na prefeitura e que não sabia que setor que se dirigir, que ele como funcionário levava pela mão muitas vezes, e que levava no local, e que explicava como deveria ser feito. Disse que muitas vezes até os aposentados para terem benefício na redução de impostos. Falou que todos os aposentados que todo mundo sabe, que tramitou por essa Casa de Leis um Projeto que beneficia os aposentados, falou que cansou de levar e que cansou em fazer documentos na prefeitura, para o aposentado ser isento, para pagarem só as taxas. Falou que diz e repete, que a carapuça para ele nãos serviu, e flou que é bom que a Casa tome providência, porque os vereadores vão ficar todos em maus lençóis perante a população, e disse que já estão. Falou que na terça feira passada, que um cidadão de Guaratuba, que escutou o rádio e que lhe perguntou onde foi parar os trezentos e quarenta e oito mil, porque os três milhões e quatrocentos dividido em dez que dá trezentos e quarenta mil, Falou que se ele tivesse gastos trezentos e quarenta mil, que o gasto dele foi menos de vinte mil. Disse que não lembra ao certo se foi vinte ou vinte e cinco mil, na eleição, falou que se tivesse gasto os trezentos e quarenta mil que ele fazia dois mil votos. E que não quatrocentos e vinte e oito. Agradeceu. ---------------------------------------------------------------VEREADOR MAURÍCIO LENSE – Disse que foi falado em Plenário, que a prefeitura é isenta do que aconteceu na Caieiras, que o operador da máquina é culpado, e que a máquina colocada na praia que foi a máquina errada, falou que foi um erro da empresa, disse que realmente, mas perguntou se a prefeitura não inspeciona nada do que é feito, perguntou se não tinha de supervisionar, fiscalizar o que tinha de ser feito, para que não acontecesse o que aconteceu. Falou que a empresa é contratada e que abandonasse na mão da empresa e que nada é fiscalizado. Disse que é muito estranho. Mas falou que na Caieiras e que lhe foi passado que é importante citar e que ele vai entrar  com uma proposição ou com um oficio, na prefeitura, falo que naquela subida para a Caieiras, quem vem no sentido bairro para a cidade, que deveria ser proibido carretas com mais de vinte e três toneladas, disse que segundo informações, que já é a terceira vez que acontece da carta voltar e que isso é um risco para as casas que ficam na parte de baixo na descida, falou que então seria importante colocar uma placa proibindo carretas com mais de vinte e três toneladas. Falou sobre a segurança pública, que muito bem o vereador Almir, disse que a situação está ficando precária, que está havendo muitos assaltos e que as pessoas estão sendo interceptadas nas portas de casa, quando estão chegando em suas casas. Que os comerciantes estão sendo assaltados, falou que acabou de ser assaltada, que assaltaram a farmácia Nissei na praça, disse que foi mais um ocorrido, disse que é uma situação que ele acredita que mais uma vez, e falou que a administração pública, não toma frente, disse que eles vereadores que devem novamente procurar a secretaria de segurança pública e lutar mais uma vez por viaturas, e por  mais contingente de policiais para a cidade, disse que ficou alegre e ao mesmo tempo triste, que foi visitar a Creche Criança Feliz,  falou que a Creche com crianças muito bem tratadas e alimentadas, que crianças felizes, que foi uma maravilha, mas que porém recebeu a notícia que como a prefeitura não quer realizar um convênio com esta Creche, e ajudar a manutenção, disse que vão cortar dez crianças, e retirar do convívio das outras. Falou que a creche não tem condições de cuidar e todas essas crianças, e que serão dispensadas. Disse que ficou feliz em ver o tratamento, falou que o tratamento que é dado as crianças, e que ao mesmo tempo triste porque por falta deste convênio com a prefeitura, que insiste em negar, falou que estão fazendo convênio com a polícia, e que estão fazendo convênio com outras creches, e falou que está creche que tão bem trata as crianças, que não está merecendo o olhar do poder municipal. Falou que mais uma vez ele pede pelas crianças, pelas famílias que tem as crianças naquela creche, para que façam este convênio e que venham ajudar a manter as crianças e que até aumentar o número de crianças naquela creche. Pediu novamente a construção da pista de skate, disse que o pessoal do esporte está precisando desta pista e que não está tendo local, falou que mais uma vez, ele faz este pedido. Parabenizou de coração o grupo de ciclistas que compõe a Associação Guaratubana de Ciclistas, falou que este pessoal está provocando uma verdadeira revolução na Cidade, que estão com sua atitude positiva, contagiando um número muito grande de  pessoas que estão aderindo esta prática de esportes, disse que isso é muito bom, muito bacana, disse que faz votos que esta Associação cresça e que no futuro façam campeonatos para a cidade e que possam trazer eventos, e que uma série de coisas, Disse que também contagiar muito mais pessoas que será saudável e felizes. Agradeceu. --------------------------------------------------------------VEREADOR ITAMAR CIDRAL DA SILVEIRA JUNIOR – Disse que para finalizar a sua fala, pelo primeiro dia na Casa representando o PSB, disse que usou a Tribuna a alguns minutos atrás e que citou algumas  agremiações políticas Partidárias, quando falou do PT, PSDB, e que no ímpeto de sua fala, falou que tomara que ele não seja mal interpretado, disse que contra as agremiações  partidárias, e as siglas para ser mais simples,  falou que não tem nada contra e que as investigações contra as pessoas citas, disse que tem de avançar sim, falou que quanto ao PT de Guaratuba, que tem o senhor Rene como presidente, e alguns amigos, citou o senhor Wesley, o Zabatário,  Hiratã, Ismael,  falou que independente do cenário caótico da politia federal, disse que são pessoas de uma conduta ilibada, de uma conduta respeitosa na cidade de Guaratuba, e que contra essas pessoas não pesa nenhuma dúvida de bom relacionamento, de bom transito político, e de pessoas sérias na cidade. Falou que o Carnaval citado que não por ele, mas que pela liderança do governo, que também agora é objeto de investigação do Ministério Público. Disse que já teve acesso ao Ministério Público e que o carnaval de Guaratuba esta sendo investigado, pela Promotoria do Ministério Público de Guaratuba. Comentou a respeito do deputado que ele citou, e que justificando uma das falas, disse que na Câmara foi palco de uma mentira ou no mínimo de uma ludibriarão, a título de querer angariar votos. Falou que momentaneamente ele acabou contribuindo para isso, e que isso lhe causa desconforto. Falou que a casa foi utilizada para dizer que ia sair uma fábrica de gelo, e que ia sair outra coisa que não deu em nada.  Falou que quem sabe na próxima gestão se o filho se eleger, e que se for o filho o candidato que quem sabe façam.  Disse que fazem aos poucos para as pessoas ficarem reféns de uma, não quis usar o termo, mas falou que quanto a ele às vezes ficar enfurecido, ele acha que é o tipo da natureza de um baixinho, disse que as vezes ele se passa, dirigiu-se ao vereador Fabio Chaves. Mas falou que nunca bateu no rosto de ninguém como foi o caso do Secretário de Finanças Gil Justus, que tentou meter um golpe no rosto do vereador Artur Carlos dos Santos, conforme um boletim de ocorrência que circulou. Mas falou que ele pode usar a prerrogativa, de nervosismo ou não, mas que nuca agrediu fisicamente. Disse que estranha à postura do senhor Gil querer bater no rosto de um vereador e que o senhor Gil disse que é tão sensato.  Falou que outra coisa que lhe chama atenção, falou que a pesquisa eleitoral segundo o líder do governo que da oitenta por cento de aceitação do governo da prefeita Evani, Disse que é a prefeita mais bem aceita dos cinco mil e tantos municípios. Falou que pelos índices que ele tem acompanhado que nenhum a prefeita ou prefeito de um município tenha feito esse índice, disse que só quem conseguiu foi o ex-presidente Lula no seu

momento de gloria. Parabenizou a prefeita Evani que foi tão bem aceita, mas falou que esta pesquisa não foi feita na frente do Pronto Socorro. Também não deve ter sido feita nas filas de creches, ele acha que deve ter sido feita perto da prefeitura, ou na Praça central, ou que sabe algum cargo de confiança, que respondeu essa pesquisa para ela. Citou a empresa que eles vem tomando nota, e que a secretária lhe causa estranheza, que a secretária Regina Torres não tenha respondido a sua ligação e que nem tenha marcado uma reunião, disse que são vereadores e que estão afim de conversar com a secretária municipal, e que isso esta lhe causando estranheza a secretaria Regina estar tomando este tipo de atitude. Disse que ficaram o dia inteiro a espera deste telefonema da secretaria e que na semana que passou eles tentaram  falar com a secretária, e que agora eles vão aos fatos, disse que não queria trazer a luz, mas que agora ele vai trazer a luz porque a secretária não responde, e que por inércia da secretária que a obra que esta saindo na escola Heinz, falou que está cheio de madeira podre,  de madeira velha, falou que tem uma laca da empreiteira  Jotas, disse que esta placa da Jotas, que é a mesma empreiteira que fez a rua da prefeita,  citou a rua em gente a mansão da prefeita,  disse que é a mesma empreiteira que esta fazendo esta obra na escola. Falou que se tiver alguma coisa diferente, falou que cabe a secretária lhes informar o porque que tem madeira podre para fazer o teto. Falou que não é construtor, mas que também não é nenhum burro, e nem um idiota, falou que levou o construtor Vereador Artur, que é muito bem requisitado, e que é tão bom que é vereador, para que o construtor olhasse e que o vereador Artur falou que esta errado e que a obra não esta da forma correta, e que tinha madeira velha na obra. Perguntou por que a secretaria não quer dar explicação. Falou que se não quiseram dar explicação, que eles vão buscar a TVCI, e que sair a informação errada, falou que se lasque a secretária porque ela não quer atender, disse que eles vão trabalhando mais ou menos assim. Disse que este é o andar da carruagem. Falou que para finalizar um minutinho ou trinta segundos, disse que administração pública como diz a Constituição Federal é isonômica, que é livre e independente e que todos tem de ter a mesma prerrogativa, como os acentos determinados na Casa ou como cidadão, falou que se é diferente, para um e para outro não, disse que então eles tem de fazer justiça, reclamar e enquadrar as pessoas, na forma da Lei que estiverem prevaricando diante do fato. --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------VEREADOR LAUDI CARLOS DE SANTI – Cumprimentou o senhor presidente, nobres pares, público presente, internautas. Citou novamente o fato ocorrido na Caieiras, disse que foi dito anteriormente que a prefeitura tomou providencias, e que orientou, e que a secretaria de Obras e secretaria do Meio Ambiente também orientou essa empresa, mas que a empresa não seguiu à risca as instruções que receberam, disse que foi por isto que aconteceu este problema, mas falou que já foi sanado, falou que é só para esclarecimento. Disse que fala num contexto, de um modo geral, disse que bom que se tome todas as providências, e que ele como Parlamentar, como cidadão, como ser humano. Que acredita no país no Brasil, em Guaratuba, no Paraná, disse que temos que acreditar na justiça. Falou que todo fato levado a justiça que pode ser deferido ou indeferido. Disse que se assim a justiça entender, falou que há muitas denúncias vazias, de que a justiça tem pedido arquivamento, porque é levado a caráter particular do que do lado da administração, falou que o fato que a justiça faz o correto. E que se estiver errado que a justiça pune, e que se estiver certo que se arquiva e papo encerrado. Disse que tem a confiança na justiça, e a confiança na administração da prefeita Evani e que do senhor presidente Oliveira, Parabenizou o senhor Presidente Oliveira porque as contas da Câmara foram aprovadas e que assim mostra a lisura da Casa e o bom trato com o dinheiro público. Agradeceu. ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------VEREADORA CATIA REGINA SILVANO – Cumprimentou o senhor presidente, senhoras vereadoras, senhores vereadores, público presente, agradeceu ao Partido, ao presidente do Partido Solidariedade, no qual ela esteve até a semana que passou, disse ao presidente do

Partido o senhor Almir, e que ela tem o maior respeito por ele, como pessoa e como político, falou que mudanças citou que são necessárias, como a vereadora Maria comentou. Más deixou seu agradecimento pelo tempo em que ela estava no Partido. Disse que não é novidade para ninguém que ela passou para o partido do PSDB. Agradeceu. ---------------------------------------------VEREADORA ANA MARIA CORREA DA SILVA – Cumprimentou o senhor presidente,  membros da mesa diretora, vereadoras, vereadores, público presente, Falou que esteve presente na costela fogo de chão no bairro de Piçarras, falou que esteve presente com sua família, parabenizou o presidente da igreja senhor Pedro e família, e toda equipe de trabalho, presidente da Igreja São José do Operário no bairro de Piçarras, falou que também estavam presentes a prefeita, alguns vereadores, e alguns secretários, falou que o almoço estava muito bom, parabenizou a equipe que esta à frente da Igreja São José Operário. ----------------------------PRESIDENTE MORDECAI MAGALHÃES OLIVEIRA – pediu licença para se pronunciar, e que será breve, informou que o Título de Cidadão Honorário, dado ou votado na Casa, disse que usam o termo dado o Titulo a pessoas que tenham prestado relevantes serviços à comunidade através de seus trabalhos, disse que pessoas que tenham contribuído para com a cidade, disse que esse foi o intuito do vereador Laudi. Gradeceu também ao vereador Laudi pela compreensão, pela retirada do requerimento, esclareceu que a presidência não forçou a nada, disse que foi apresentado o requerimento e que o Plenário que é soberano, que manteve o requerimento por oito a quatro, falou que todos tem o mesmo peso de voto na Casa, falou que o resultado terá que ser acatado, independente de gostarem ou não gostarem. Disse que foi oito a quatro e que ainda bem que o vereador Laudi, retirou e que assim na próxima semana será com mais tolerância, falou que não diz que a presidência, como foi citado, que a presidência forçou, disse que simplesmente ele seguiu a decisão do Plenário, falou que todos sabem que foi oito a quatro, e que ele (presidente Oliveira), não é autoritário ao ponto de dizer que devem votar, falou que foi um pedido do vereador Laudi e que foi aprovado. Falou sobre o Posto novo do Bairro Coroados, falou para a vereadora Maria que ela pode ter certeza que no posto terá por obrigação e pelas normas da construção civil e o Plano diretor, disse que terá de ter os banheiros. Disse que estão esperando está construção com a máxima urgência, falou que o vereador Laudi comentou sobre as máquinas, disse que todos abem que foi totalmente responsabilidade das máquinas, que os motoristas não são do município, e que o município não pode se envolver, e que se isso acontecer que vai ser denunciado se as pessoas se envolverem com máquinas, disse que os homens era simplesmente trat0ristas contratados pela empresa e que o motorista também era contratado pela empresa. Disse que já houve e que o vereador Mauricio comentou, que houveram vários acidentes com caminhões, e citou o seu amigo Junior que também teve um acidente neste mesmo local, e que o doutro João também teve um problema no passado, falou que esclareceu sobre o assunto e pediu que na próxima Sessão, para sentarem e para evitarem o confronto direto, falou que na Casa eles não podem ter o confronto direto, pediu desculpas a todos pela sua euforia em tentar defender  o que foi decidido pelo Plenário. -------------------------------------------------------------------------------------------------------------VEREADOR FABIO LUIZ CHAVES – Cumprimentou o senhor presidente, público que os visita nesta noite, agradeceu a visita de todos, disse que ouviu atentamente alguns vereadores que comentaram o fato que aconteceu na Sessão passada, quando um vereador fez um pronunciamento no Plenário, Disse que não levou e que não pode levar  e que não deve ser levado para o lado sentimental, registrou que se ele tivesse levado para esse lado, que ele não teria feito o que ele fez em 2013.e falou que todos sabem , disse que foi numa situação a qual eles estavam votando para Presidente da Câmara. Mas falou que achou um gesto nobre de pedir desculpas, e falou que os vereadores que se sentiram prejudicados e que tem situações que não cabe e que depende do vereador aceitar ou não. Disse que no Plenário tem de ter muita responsabilidade com o que se fala ou do documento que se assina, mas falou que já houve casos do tamanho mais ou menos igual a este fato, ou pior ou menor, disse que sabe que vão acontecer coisas pela frente, mas falou que ele espera que não, disse que achou o gesto do vereador nobre, e que o vereador pediu desculpas e que o vereador esteve conversando com alguns falou vereadores que as vezes eles dizem algumas coisas e que as pessoas as vezes interpretam de outra maneira, mas falou que também não adianta ficar tentando, tentando falar, e explicar para as pessoas que não querem entender, disse que só queria registrar do caso que aconteceu na semana que passou. Disse que ouviu o vereador Itamar na Tribuna, e que o vereador Itamar é seu amigo, falou que tem alguns funcionários na Casa, que no gabinete registrado, e que está no diário que está e que não está, mas falou que fora da Casa, e que até para o Executivo, disse que deixa bem claro e que seu nome a disposição se ele tiver alguém, e que ele tem uma pessoa por indicação, e que a pessoa tem diploma e que trabalha. Registrou que ele vereador Fabio, não tem nenhuma pessoa ligada ao Executivo, que ele tenha colocado, por apadrinhamento ou se é fantasma. Disse que o presidente pode fica a disposição e que podem usar o nome dele, que podem fiscalizar e que vai junto se for preciso. Dirigiu-se ao vereador Tato, dizendo que ouviu o vereador dizer, que Guaratuba é linda, e disse que com certeza que Guaratuba é maravilhosa, falou que tem um trabalho que vem a tempos, com oito mandatos acompanhando, falou que é logico que eles sabem que não está perfeito, falou que a cidade tem uma demanda grande e que as Proposições é que mostram isso, e que os vereadores estão pedindo Proposições, ruas lâmpadas, coisas pequenas, mas falou que também quer fazer um registro, disse que não sabe se está levando sorte, mas que quando faz os pedidos, para determinadas secretarias, que ele tem sido atendido. Falou que não é porque é o Espiga, que é o vereador Fabio, que é a situação, e que não é porque tem uma proximidade, mas disse que sempre é atendido e agradece por isso, aos Secretários, aos diretores, que os atendem muito bem no Executivo Disse que o vereador Tato falou da cidade, disse que ele também quer falar, que Guaratuba nos finais de semana está sendo muito visitada, falou que neste final de semana todos os hotéis estavam lotados, disse que isso atrai os turistas, e que com certeza os turistas frequentavam os mercados, que frequentavam os restaurantes, e o comercio em geral, falou que isso é bom para eles. Disse que a praia está linda e que as pessoas vêm visitar, e que vão embora com uma boa imagem. Mas falou que olhando para dentro como a oposição fala, que não está igual a praia, mas falou que se for trazido recursos que eles podem, e que com certeza as pessoas irão pagar os IPTUS, que vão pagar os seus impostos, e que enfim, para ser investido nos bairros. Disse que está ruim, mas que com certeza como o Vereador Tato falou, disse que olhando para fora da cidade e que vizinhos que ele não vai citar os nomes, falou que tem Pronto Socorro fechando, máquinas quebradas nas esquinas, disse que em Guaratuba ainda está funcionando muito bem, e que com certeza estará melhor, com o futuro que vem por aí. Agradeceu a fala que lhe foi dada porque ele disse que não iria falar, agradeceu por ter sido atendido, pediu desculpas por ter se estendido um pouco e que ele sabe do horário, mas que ele queria registrar que a bela cidade está sendo visitada, parabenizou mais uma vez a todas as pessoas do Executivo que estão à frente. Agradeceu. ----

ENCERRAMENTO – Nada mais havendo para ser deliberado, o Presidente agradeceu os presentes e aos internautas e deu por encerrada a presente Sessão às vinte e duas horas e vinte e cinco minutos, marcando nova Sessão Ordinária para o dia vinte e oito de março de dois mil e dezesseis às vinte horas. Para contar eu                                  (Edilson Garcia Kalat – Secretario Geral) bem e fielmente redigi, digitei e conferi a presente Ata. -------------------------------

MORDECAI MAGALHÃES DE OLIVEIRA

Presidente

SERGIO ALVES BRAGA

1º Secretário

FABIO LUIZ CHAVES

2ª Secretário

DATA - HORARIO – LOCAL – aos quatorze dias do mês de março do ano de dois mil e dezesseis às vinte horas no Plenário da Câmara Municipal de Guaratuba, Estado do Paraná. ----

PRESENÇAS – MORDECAI MAGALHÃES DE OLIVEIRA – Presidente, MAURICIO LENSE - Vice-presidente, SERGIO ALVES BRAGA – Primeiro Secretário e FABIO LUIZ CHAVES – Segundo Secretário e demais Vereadores: JOÃO ALMIR TROYNER, LAUDI CARLOS DE SANTI, RAUL CHAVES, JUAREZ SERAFIM TEMOTEO, CATIA REGINA SILVANO, ANA MARIA CORREA DA SILVA, ITAMAR CIDRAL DA SILVEIRA JUNIOR, MARIA DA SILVA BATISTA e ARTUR CARLOS DOS SANTOS. -------------------------------------------------------------------

ABERTURA – Sob a proteção de Deus e verificando a existência de número legal de presentes o Presidente declarou aberta a Sessão. ---------------------------------------------------------------------------

APROVAÇÃO DA ATA – aprovação da Ata do dia sete de março de dois mil e dezesseis. Como não houve restrições considerou-se aprovada. ------------------------------------------------------------------

EXPEDIENTES RECEBIDOS – Ofícios do executivo e ofícios diversos. --------------------------------

PROPOSIÇÕES/INDICAÇÕES DOS VEREADORES --------------------------------------------------------

Vereadora Ana Maria Correa da Silva – regularização do fornecimento de energia elétrica na Limeira, Rasgado, Rasgadinho, Cubatao, Caovi, Pedra Branca, Rio Bonito e Alto da Serra, cobertura do ponto de ônibus na Avenida Visconde do Rio Branco n°5600. Vereadora Maria da Silva Batista – patrolamento e ensaibramento na Avenida dos Navegantes. Vereador Artur Carlos dos Santos – patrolamento da Rua Paranavai, limpeza das valetas nas Ruas Venezuela, Bolivia, Eduardo Pareja, Costa Risca, panamá, Maria Elisa Marinho. Vereadora Catia Regina Silvano – patrolamento na Avenida Guaras, Avenida Agua Verde, Avenida Santa Clara, Avenida Curitiba, Rua João Guarberto. INDICAÇÃO Vereador Itamar Cidral da Silveira Junior – fornecimento e Vale transporte aos servidores municipais. TODAS AS PROPOSIÇÕES E INDICAÇÕES FORAM APROVADAS. ----------------------------------------------------------------------------

PARECERES - -----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Projeto de Lei n° 593 – Proíbe a utilização de telefone celular ou equipamento similar no interior dos estabelecimentos bancários e instituições assemelhadas e dá outras providencias. RETORNOU DA CCJR COM PARECER FAVORAVEL – APROVADO PELO PLENARIO. ---------

Projeto de Lei n° 1399 – Cria no Quadro Geral de Pessoal Efetivo do Município de Guaratuba (Lei 1.530/2013), a carreira de Apoio à Educação – Nivel Medio, com o cargo de Auxiliar de Educação Infantil; cria tabela especifica para os cargos de Agente Comunitário de Saude e Agente de Endemias; altera o inciso XVII do art 2° da Lei 1.530/2013 e dá outras providencias. RETORNOU DA CCJR COM PARECER FAVORAVEL – APROVADO PELO PLENARIO. ---------

Projeto de Lei n° 1400 – Dispõe sobre a criação, composição, estruturação, competência e funcionamento do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Guaratuba – CMDM – criação do FMDM – Fundo Municipal dos Direitos da Mulher e dá outras providências. RETORNOU DA COMISSÃO DE CCJR COM PARECER FAVORAVEL COM EMENDAS – APROVADO PELO PLENARIO. ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O Vereador João Almir Troyner pediu a dispensa dos interstícios legais para os Projetos de Leis n°s 1.399 e 1.400 para a Ordem do Dia - aprovado pelo Plenário. -----------------------------------------

ORADORES INSCRITOS NO LIVRO DE DEBATES –--------------------------------------------------------

VEREADOR MAURÍCIO LENSE – Cumprimentou o senhor presidente, membros da mesa, senhora vereadoras, senhores vereadores, público presente internautas, imprensa. Disse que vai ser muito sucinto nesta noite, falou que se dia foi intenso, que tiveram reunião da Comissão pela manhã, que esteve em Curitiba com o Deputado Rubens Bueno, e que fez pedidos para Guaratuba. Falou que conseguiu chegar quase na hora da Sessão, e que não houve tempo hábil para preparar toda a matéria a qual ele iria falar. Começou falando de um assunto que já foi discutido na Casa, e que o vereador Almir sempre traz essa questão para a Casa, que é a rodovia Guaratuba Garuva. Disse que os buracos continuam nesta estrada, falou que passou por esta rodovia neste dia, e que é uma preocupação muito grande com acidentes e perigos para as pessoas. Falou que esteve em Curitiba com o Deputa Rubens Bueno que levou um ofício ao Deputado pedindo, uma intervenção do deputado em relação à deputada Carmem Zanotto, que é do PPS de santa Catarina, para que a deputada intercedesse por Guaratuba, e que pedisse ao Estado de Santa Catarina uma urgência na reconstrução daquela rodovia, e falou que vidas estão em risco. Falou que é uma questão vital, que a rodovia seja recuperada. Disse que o deputado Rubens Bueno sempre solícito que vai encaminhar a deputada Federal Carmem Zanotto de Santa Catarina para que a deputada interceda pela cidade de Guaratuba. Comentou que estiveram também acompanhando uma equipe da escola Aníbal Curi do Coroados, que é uma escola que precisa ser reformada urgentemente, disse que já foi feito um Projeto para que seja construída uma nova escola, e que este Projeto esta parado a um bom tempo. Falou que foi também reivindicar ao deputado que intercedesse pela Escola Aníbal Curi do Coroados. Falou que estiveram presentes o Diretor da Escola, o Professor Fábio, a Presidente da APMF Ana Moura e a representante da comunidade Célia Garzuze. Disse que a escola é excepcional no que tange no campo educacional, mas que porem a falta de estrutura da escola é muito grande, disse que quando chove que chove dentro da escola que alaga e que realmente é lamentável a situação e que é preciso urgência. Soube que tem  um Projeto de execução de uma nova escola que já esta em trâmite e que só precisa de Termo de referências, para que possa ser iniciada a Licitação. Pediu o apoio do deputado para que também junto ao Governo do Estado, intercedesse para que o quanto antes e que colocassem em regime de urgência a situação da Escola. Disse que o deputado prometeu que vai trabalhar em relação a isso e que com certeza, que provavelmente até o final do ano, os inícios das Licitações vão ocorrer. Falou que neste dia estiveram pela manhã numa reunião mais proveitosa que ele participou na Casa com a Comissão de Constituição da Justiça e redação, disse que foi discutido um Projeto que é o que dispõe sobre a composição do Conselho Fiscal de Direitos da Mulher, Disse que participaram pessoas do executivo, pessoas do comitê que realizaram a criação do projeto, e que discutiram e chegaram a um acordo e que hoje pode ser votado o Projeto. Falou que Foi muito proveitoso, falou que a reunião com participação das pessoas interessadas, que se torna mais produtiva, e que ele como vereador, pode tomar uma posição mais segura em relação a algumas divergências que estavam havendo, falou que com o consenso que agora este Projeto pode ser que com as emendas apresentadas, ser votado com tranquilidade. Falou que nesta mesma reunião que discutiram sobre o Projeto 1399, que trata do Quadro Geral Efetivo do Município de Guaratuba, que cria o cargo de auxiliar de Educação Infantil, e também Agentes Comunitários de Saúde e Endemias, disse que cria uma tabela específica para estes cargos. Falou que realmente este Projeto precisava de uma discussão, e que houve a presença dos agentes e que também do Sindicato que mostrou que precisava ser visto que tivesse uma emenda neste Projeto, para que fosse aprovado, Disse que realmente ficou decidido que isso ia ser feito. Falou que foi muito bacana e ele acha que todas as segundas feiras às dez da manhã, disse que não pode falar em nome do Presidente, mas falou que é importante que toda a comunidade pudesse, que os mais interessados no Projeto, que ao menos participassem das reuniões ou que fossem convidados para que houvesse uma discussão proveitosa como foi a deste dia. Citou uma questão ao meio ambiente, disse que a cidade de Guaratuba, que é uma cidade com uma beleza imensa, uma natureza maravilhosa, e que precisa ser preservada, disse que a Secretaria de Meio Ambiente, tem um orçamento de seis milhões de reais, ou um pouco mais que isso, mas falou que tem visto pouco trabalho em relação a esta preservação, disse que tem a coleta seletiva, mas que, porém, não existe uma propaganda maior, um incentivo para separação do lixo. Falou que tem de haver uma conscientização maior da população e que é um trabalho em que a Secretaria deveria estar realizando. APARTE VEREADOR ARTUR CARLOS DOS SANTOS – disse que vai citar e que fez uma indicação há uns tempos atrás para terem um saco de lixo diferenciado para ser separado o material reciclado, disse que fez até uma doação de dois mil sacos nos colégios, mas falou que parece que não há interesse nesta reciclagem. Falou que ajudou bastante no barracão de reciclagem e falou que até as prensas estão estragadas e que ele ajudou a recuperar, pediu várias vezes para o vice-prefeito que fosse colocado iluminação naquele Barracão, Disse que onde várias pessoas fazem seu trabalhão e que ele vê que no aterro sanitário sessenta por cento do material que vai para este local, que poderia ser reciclado. Disse que então qualquer que vá visitar o aterro sanitário, vê que tem naquele local muito material recicláveis, e que tem geladeira, televisão, que vai para aquele local, falou que é preciso uma atenção maior na separação e fazer um incentivo e que até fazer uma campanha de separação. Falou que muita gente já esqueceu. Agradeceu. VEREADOR MAURICIO LENSE – disse que gostaria que o alcance dos programas fosse maior para a população e que também fosse dada uma atenção maior para o pessoal da reciclagem, que trabalha na reciclagem. Falou que este pessoal esta numa situação difícil, e que esta precisando de um apoio do poder público, que não esta havendo. Falou que o orçamento é grande e que isto poderia esta acontecendo, e que não esta. Disse que Guaratuba é uma cidade maravilhosa que pode padecer no meio do lixo e que com isso pode trazer problemas principalmente com a dengue que esta por aí. Disse que ouviu uma vereadora fazer um pedido, e que com todo o respeito a vereadora ele acha que tem de fazer mesmo, e que tem de ouvir a comunidade, e que tem de ser trazido para a Câmara, para fazer o pedido para que o Executivo realize e concerte. Falou sobre os pontos de ônibus que foi pedida a reconstrução de um ponto de ônibus, mas ele falou que este assunto não deveria nem estar na Câmara, disse que reconstruir um ponto de ônibus é uma coisa tão simples, e que não deveriam nem estar reconstruindo estes pontos de ônibus, e que deveriam estar feitos em todos os locais. Comentou que em qualquer cidade um pouco mais organizada, tem ponto de ônibus, e que os pontos tem cobertura, disse que chama isso de incompetência mesmo do Executivo, falou que tem de vir um vereador no Plenário, gastar o seu tempo para pedir que seja reconstruído um ponto de ônibus, falou que tem uma secretaria que também tem um orçamento enorme para fazer isso e que não esta fazendo, comentou que isso é uma incompetência. Falou que outra questão são as ruas intransitáveis, e disse que é incompetência também. Perguntou qual é o papel do Executivo, que é de manter a cidade organizada, disse que é para isso e que não é para fazer política, que não é para conseguir eleitor, que é para resolver o problema da população, falou que o Executivo tem de pensar e focar mais na população. Disse que estão pensando em outras coisas. APARTE VEREADOR ITAMAR CIDRAL DA SILVEIRA JUNIOR disse que o vereador Maurício sempre aborda temas muito bons, e que devem ser abordados na Casa, disse que o vereador Maurício teceu algumas críticas ao governo, pediu para que o vereador tome cuidado porque o vereador pode receber um convite para ser o Secretario de Obras da cidade. VEREADOR MAURICIO LENSE – concordou com o vereador Itamar, disse que já irão ouvir a resposta ao vereador Itamar em relação a este assunto. Falou de semáforos desligados, disse que um simples semáforo, que vai semanas para ser concertado, falou que isso é incompetência pura. E para finalizar falou da pista de skate, disse que já foi tratado a respeito deste assunto na Casa um bom tempo e que não esta fazendo nenhuma crítica a ninguém, e disse que na verdade o vereador tem o direito de se manifestar da forma que achar possível, mas falou que a pista depende simplesmente da prefeitura ceder um terreno para que a pista fosse construída. Falou que vários empresários da cidade se manifestaram em doar material, para que a pista seja construída. Mas falou que ele não sabe se é por birra, que a coisa não acontece. Pediu para colocarem a mão na consciência, e para pensarem nos jovens que precisam de um espaço para o esporte, e que resolvam esta situação. Falou que os vereadores podem doar, e que foi pedido na internet, mas falou que não é o papel do vereador, falou que o papel do vereador é Legislar, fiscalizar, mas que construir pista de skate é o papel do Executivo, e que se não tem dinheiro para construir e então ceda um espaço pelo menos e que daí a população vai e faz. Agradeceu. ------------------------------------------------------------------------VEREADOR JUAREZ SERAFIM TEMOTEO - Cumprimentou o senhor Presidente, senhoras vereadoras, senhores vereadores, público presente, internautas que estão os assistindo, disse que o que lhe trouxe a Tribuna nesta noite, é sobre um vídeo que esta nas redes sociais, dirigiu-se ao senhor presidente explicando o porquê deste vídeo. Primeiramente falou sobre superação de limite, e que ele o vereador Tato e o assessor do vereador tato que é skatista, estavam falando sobre mobilidade. Comentou com o vereador Tato que ficou admirado ao assistir em um programa de TV, que era o Fantástico no domingo, e que neste programa estavam falando sobre uma moça que  após a mãe da moça ter sofrido um acidente automobilístico e que  a moça pegou as ferramentas do pai, um serrote, alicate, chave de fenda, e que foi construir um aparelho para que sua mãe pudesse levantar e dar um abraço na moça a de pé,  falou que após seis anos, a moça conseguiu fazer o aparelho e que inclusive colocou o nome do aparelho de UP ROSE, que em português significa levanta-se Rose, disse que estavam comentando sobre este comentário do fantástico, quando ele falou sobre a utilidade do Skate. Disse que segundo as redes sociais que parece que ele cometeu um crime. Disse que não cometeu crime nenhum, dirigindo-se aos presentes. Falou que conversou também com o vereador Tato, sobre a utilidade do Skate, e como o skate é usado e que ele citou que uma criança que nasceu sem as duas pernas, e que fez do skate seu companheiro inseparável para se locomover. E disse que por um momento ele pegou o Skate do rapaz que estava junto com eles  no gabinete do vereador Tato, que subiu em cima e que todo mundo na Câmara e que é público notório que todos sabem que ele tem uma deficiência, que subiu em cima do skate sentado porque ele não consegue andar no skate em pé, disse que andou por trinta e cinco segundos nos corredores da Câmara. Falou que até parece que ele andou no Templo sagrado de Meca, pelos comentários maldosos das redes sociais. Dirigiu-se ao senhor presidente dizendo que vai começar a contar a sua história de vida. Começou a contar a história de sua vida, comentou que quando tinha seis anos de idade e que ainda era guri e que estava sentado na porta de sua casa quando a piasada começaram a jogar futebol, Disse que foi aí que um amigo lhe convidou para participar pela primeira vez de uma pelada em um campinho de futebol improvisado que tinha ao lado de sua casa, e que nesta época ele andava com as mãos no joelho, e que por causa disso ele tem uma mão, e que não tem apenas uma perna mais curta do que a outra disse que tem uma mão mais curta do que a outra, porque durante os treze anos que ele andou com a mão no joelho que sua mão direita fiou maior, dois centímetros. Comentou que ninguém imagina a sensação de dar um chute em uma bola de futebol pela primeira vez aos 13 anos de idade, disse que olhava para seus amigos andando de bicicleta e que jamais imaginou que um dia ele pudesse andar de bicicleta, comentou que só mesmo um deficiente ou um pai de deficiente ou uma mãe de um deficiente, pode saber qual é a sensação de poder saber que é a sensação que uma pessoa com deficiência sofre. Falou que sobre qualquer coisa que consegue fazer, começou a andar e que nunca levou um tombo, e que anda até hoje. Falou que aos 15 anos colocou na cabeça que iria aprender a nadar, e que seu pai era pescador, e que um dia embarcou no bote de seu pai, faltava mais ou menos cem metros para chegar a margem do porto, ele se jogou ma água mesmo sem saber nadar, e que saiu nadando até a beirada do porto e que foi assim que ele aprendeu a nadar. Disse que costuma dizer que se entendeu por gente que a sua deficiência é uma dádiva de Deus, e que ele encontrou nos seus caminhos da vida uma mulher chamada Lucinéia Alves de Oliveira Temoteo, que é uma mulher guerreira, mulher fiel, e o mais importante, mulher superou os preconceitos do próprio pai, Disse que lutou contra os preconceitos e que esta até hoje com ele. Falou que jamais imaginou que nas redes sociais pudessem existir pessoas maldosas como a criadora do grupo de Whatsapp “Unidos por Guaratuba”, e que a senhora que é mulher de um candidato a vereador, disse para a senhora que  não é preciso passar por cima das pessoas, para chegar a uma das cadeiras da Câmara, disse que conhece o marido dela de caráter inconfundível, disse que não é assim que se chega a uma dessas cadeiras. Disse que vê tanto falarem em vergonha nos comentários maldosos deles, e que ele não sabe qual é o mais vergonhoso, se um vereador andar em um skate por apenas trinta e cinco segundos no corredor da Câmara, ou se uma técnica em enfermagem,  disse que vai citar o nome porque ele não deve nada para ninguém, citou a senhora Ester  Alves Bravo Miranda que quando trabalhava no Pronto Socorro foi flagrada pelas câmeras do local de trabalho fazendo feitiço à uma colega de trabalho, e falou que inclusive no dia dez do  mês em curso, e em horário de expediente desta mesma enfermeira que estava fazendo parte desta facção das redes sociais como demonstra seu print e o seu controle de frequência que ele faz questão de ler. “controle de frequência, em atenção ao requerimento numero 2 de dois mil e dezesseis, informamos, que conforme consta em nossos registros folha de presença, no dia dez de março de 2016,  a servidora Ester Alves Bravo de Miranda,  labutou no período das sete e trinta as onze e trinta, das treze as dezessete horas “ quem assinou senhora Angelita Miranda Cavalcanti, Secretária Municipal de Saúde. Disse que a enfermeira perdeu mais tempo nas redes sociais, do que ele andando com o skate pela primeira vez, disse a todos que não sabe qual é a sensação, e que admira a mãe de uma criança especial que todos os dias coloca o filho pela frente e que fica ao lado do banco do Brasil pegando a brisa, que acontece sobre a tarde. Falou que esta mãe, disse para as pessoas que não sabem qual o sofrimento de uma criança especial sofre, que as pessoas não sabem o sofrimento que um pai de deficiente sofre, Disse que gostaria de ler também alguns comentários nas redes sociais, do Tomiaki Takeuchi,  e que estes comentários o fizeram mover uma ação judicial.  Citou os comentários do senhor Tomiaki Takeuchi “vamos ver se o perneta vai chegar de skate, kkkk, “ Disse que a senhora Eveline colocou “ acho que sem ofensas e que manifestação vai longe’ e que a mesma Eveline “ quem ofende perde a razão” outro comentário do senhor Tomiaki Takeuchi “ vou levar uma latinha de WD40 para ele colocar naquela jaqueba que ele usa e que deve estar oxidada, escutaram o som?”o vereador disse que o som é da sua prótese que ele usa, que o senhor Tomiaki quis se referir. Falou que esteve na Delegacia neste dia registrando queixa, se dirigiu ao senhor Tomiaki dizendo que não o conhece, e que para falar dele (vereador Juarez) precisa olhar o passado dele (senhor Tomiaki). Continuou lendo as mensagens,” não vai haver ofensas  estou apenas descontraindo com os participantes deste grupo , talvez ele estivesse descontraindo os colegas de trabalho, também não estou aqui para defender, mas é errado de ambas as partes. Galera vamos focar no objetivo que é acabar com essa farra e conseguir a pista, vamos deixar o restante de lado, “disse que foi uma das integrantes do Grupo que falou. Citou novamente comentários do senhor Tomiaki “ Pronto falou tudo para não precisarmos saber qual o grupo acolheu as notícias, faço parte de vários grupos se esta informações estiveram vazadas daqui para outro local temos que identificar quem são os culpados e banir do grupo.  Acho que ele se referiu que já aconteceu outras vezes que não tenha acontecido. Agora sim claro que sim precisamos informações para prejudicar algumas pessoas que tem comércio. “Eu conheço a todos que adentram neste grupo.” Falou que uma senhora mulher de um funcionário de uma empresa que faz manutenção dos computadores da Casa de Leis, que disse que o vereador vive sorrindo e cantando dentro da Câmara, Falou que vive cantando e sorrindo sim e que faz isso porque com a dádiva que deus lhe deu, que ele é um homem feliz, e que tem uma família feliz onde todos se respeitam e se amam, Disse que tem o maior orgulho de sua esposa e de seus filhos e de sua neta, Falou que não conhece esta senhora que fez o comentário, mas que ele não tem culpa dela viver triste e mal humorada. Comentou que também tem cidadão que diz lutar pelos skaitistas, e que fez comentários maldosos, dirigiu-se ao senhor presidente dizendo que acha que pelo fato de terem ido a Curitiba para conversar com o presidente da Confederação Paranaense de Skate o senhor Adalto, e que o senhor Adalto já esteve com o secretário de Administração apresentando o Projeto da pista de Skate, falou que isso só  poder ser dor de cotovelo pela incompetência deste senhor. Falou que tem um pensamento que se adapta bem a esses comentários maldosos das redes sociais, e que “nunca disputa com um ignorante ele te rebaixará até o nível dele e te vencerá por experiência”. Parabenizou o empresário Do ramo de refrigeração senhor Antonio Marim, pelos comentários, e disse que é assim mesmo que devem primeiro tomar ciência do acontecido para depois criticar. Disse que só tem medo que essa facção que usa as redes sociais para denegrir a imagem de pessoas de bem, que daqui uns dias comecem a bater no peito e gritando Vitória na Guerra, falou que na guerra não existem vitórias, e sim existe apenas tristeza, morte e destruição.  Falou que com críticas tentaram lhe derrubar, mas que só lhe dão forças para ele seguir em frente e ajudar as pessoas para que no dia seguinte possam ter uma Guaratuba melhor. Disse que inclusive agora com luta pela sonhada pista de Skate e que passou a ser a sua luta.  Falou que o triste desta vida é saber que existem pessoas pobres de bens materiais, e que o mais triste é saber que ainda existem pessoas pobre de espírito, disse que é feliz é o ser humano que consegue se colocar no lugar de seu semelhante para saber o que ele esta sentindo e falou que Deus abençoe a todos. ---------------------------------------------------------------------------------------------------------VEREADOR ITAMAR CIDRAL DA SILVEIRA JUNIOR – Cumprimentou o senhor presidente, a mesa diretora, as senhoras vereadoras, senhores vereadores, publico presente, internautas, público das redes sociais, dos blogs, dos grupos. Fez menção de algumas pessoas e outros que ele sempre esquece que vão lhe perdoando, mas falou que tem outras oportunidades. Citou o ex-vereador Laufran, Tonico Maia, Adriano, Juliano, David, Fedato e tantos outros, agradeceu a presença de todos, os Agentes Comunitários, Julio, Ricardo, Araujo, agradeceu.  Disse que estas pessoas não estão em outro lugar a não ser na Casa que é deles, na Casa que é do povo. Disse que gostaria de ter mais tempo para tratar do assunto que lhe trouxe á Tribuna, mas que não vai ter, solicitou ao presidente se ele passar um pouco do tempo para que o presidente lhe compreenda, Falou que o assunto que ele traz une ao outro. Agradeceu ao tempo que esteve filiado a legenda do Partido Social Cristão, do PSC, que sempre foi muito bem vindo ao PSC e que assim ele se sentiu agraciado dentro da Legenda , mas que infelizmente na política por alguns momentos eles divergem, falou que o seu pensamento de forma simples, singela, que divergiu e que ele entendeu que deveria fazer a sua desfiliação. Falou que o Projeto do PSC, que ele entende deve ser muito maior do que o seu Projeto. Disse que sua satisfação e o seu respeito a todos os integrantes, municipal, estadual e federal da legenda do PSC.  Falou que neste momento ele se encontra sem Legenda e que até a próxima semana dentro do prazo eleitoral que vai esta filiada a outro partido político, e disse que isso deve acontecer com os outros vereadores também. Agradeceu. Disse que encaminhou uma indicação falando do Vale Transporte, Falou que ele não pode fazer esse Projeto de Lei, porque a senhora prefeita vai acabar manifestando o vício da iniciativa. Falou que a indicação 001 dele, que pede que na condição de chefe do Poder Executivo que a prefeita o faça.  Disse que baseou num Parecer dado pela própria Procuradoria do Município de Guaratuba, onde fundamenta no artigo 194 da lei Orgânica que é garantido a todos os servidores públicos municipal na forma da Lei a percepção do benefício do Vale transporte.  Disse que são algumas palavras que ele gostaria de deixar e que sua indicação foi feita e que é baseado neste artigo que a própria Procuradoria do município, disse que é garantido a todos e que se é garantido a todos na Lei Orgânica, que é necessário fazer na realidade, na prática e que então esta encaminhando e que faz o seu pedido para que a senhora prefeita mande a Lei para que eles deem mais um presente aos servidores. Falou que se um ganha e que outro não ganha, que se um deixou de ganhar ou se ganhou depois, disse que não lhe interessa. Falou para regulamentarem de uma vez por todas e que no princípio do Artigo 194, disse que todos. Falou também sobre a inflação, disse que foi o período da data base que foi medida a inflação no país nos índices Legais e que chegou o tão momento esperado pelos servidores do município de Guaratuba, para receber a data base que é março. Disse que falou pela terceira vez em Plenário que já deu o prazo. Falou que a senhora prefeita ainda não manifestou o Projeto para pagar e devolver o índice da inflação para os servidores. Disse que o índice já foi dado e que já foi pedido, mas que o Projeto ainda não chegou à Câmara. Disse que vai aguardar mais uma Sessão para ver se vai ter golpe. Comentou que estão falando tanto que vai ter golpe, e que ele quer saber se vai ter golpe. Falou que se tiver golpe que a coisa vai ficar escolhambada na Casa. Comentou que o vereador Mauricio fez uma critica que ele quer emendar, que é a Secretaria de Obras. Falou que a secretaria de Obras esta escolhambada também. Disse que o secretário Hishida que é engenheiro por formação, que tem de demonstrar alguma coisa á mais porque esta fraco. Falou que é só olhar na cidade que vão entender do que ele esta falando, sobre a ultima Licitação de material, dirigiu-se a senhora prefeita, que ele esta dizendo que a prefeita tem um milhão e que foi a prefeita que demonstrou isso, e que então é para jogarem material frisado, para melhorarem a pavimentação das pessoas, para que depois não venham mandarem eles falarem bobagens, de pirotecnia, de palhaçadas, e riem na rádio falarem abobrinhas, disse que é a prefeita que esta dizendo que tem dinheiro, e que então têm de fazer. Disse que o Orçamento é de sento e vinte cinco milhões de reais, e que foi comprado a menos de dois meses o material frisado, perguntou se já acabou este material. Disse que nem começaram na Piçarras, e que no Mirim ainda não chegou este material. Disse que vai aguardar para ver o que vai falar a liderança do governo a respeito do material. Falou que também vai ficar no aguardo de uma Sessão. Disse para o secretário de Obras ele vai mandar para frente neste dia, e que na semana que vem o negócio vai ficar bom.  Disse que sobre este assunto e sobre a inflação que ele promete que volta na próxima Sessão.  Falou que agora ele vai para o que interessa e pediu a compreensão de todos para fazer a leitura. Disse que recebeu, e que falando da PPP e que foi tratada na semana que passou e que com muita surpresa chegou no seu Gabinete um convite da senhora prefeita Evani Cordeiro Justus, para que ele integrasse ao Conselho da PPP, ao Comitê Gestor da PPP. Pediu para que as pessoas imaginasse o convite que a senhora prefeita do município faz a ele como parlamentar. Dirigiu-se ao vereador Juarez e pediu com todo respeito que ele fará uma alusão a fala do vereador Juarez, disse que a perna dele (vereador Itamar) é tão curtinha que é do tamanho do espanto que lhe causa este convite. Disse que vai falar a todos de forma oficial. “Assunto, convite para integrar o Comitê Gestor da PPP”. Leu o convite: “Prezado senhor tendo em vista vossa excelência tem se mostrado profundo conhecedor da temática Parceria Público Privada, e que inclusive se manifestando em diversas oportunidades perante a Câmara Municipal e nos mais variados meios de comunicação sobre o tema, que ainda profere em face de membro ou membros do atual Comitê”, falou que não diz o quea críticas quanto a sua atuação aproveito a oportunidade para convidá-lo oficialmente vossa Excelência para integrar o Comitê Gestor das PPP do Município de Guaratuba.” Pediu para que as pessoas prestassem a atenção no detalhe da frase,” inclusive em substituição a um membro que vem sendo criticado publicamente por Vossa Excelência, desta feita concedemos a vossa excelência” disse que boazinha que a prefeita é” concebemos a Vossa excelência a oportunidade de participar ativamente na concepção desse importante Projeto para a cidade de Guaratuba e que especialmente para exercer com mais propriedade seu direito e dever de fiscalização e acompanhamento de todas as fases da implantação e execução do Projeto de Iluminação Pública da cidade de Guaratuba”. Citou mais uma frasesinha, “ressalto que é urgente sua manifestação pelo interesse para participar do Comitê Gestor da PPP concedo o prazo de vinte e quatro horas para a manifestação sendo que sua inércia caracterizará a recusa ao convite” disse que bonito,” aproveitamos o ensejo esterno os meios sinceros cumprimentos a Vossa Excelência em espero contar com seu empenho e disposição para tratar de tão importante assunto” disse que assina Evani Cordeiro Justus prefeita Municipal. Disse que tem mais um detalhe Excelentíssimo Senhor Itamar Cidral da Silveira, vereador Câmara Municipal de Guaratuba e que com cópia para o presidente.  Falou que para começar ele se chama Itamar Cidral da Silveira Junior e que seu pai esta no Plenário sentado na Plateia que é Itamar Cidral da Silveira e que quem sabe o pai dele aceite o convite para participar para ser o presidente da PPP. Falou que ele (vereador Itamar) não vai aceitar. Disse que foi tomado de uma grandiosidade, de estranheza com a senhora prefeita quando ela faz esse convite, disse que a prefeita nem falou se já exonerou o tal moço que foi criticado pelo vereador. Disse que vai responder para a prefeita e que já fez sete páginas de resposta para a prefeita e disse que ainda faltou o que colocar e que ele nem sabe como colocar em palavras, mas que ele foi colocando e que achou pouco, disse que poderia escrever mais, mas que ele não vai fazer as pessoas escutarem sete páginas  de resposta. Disse que vai tentar de uma forma em que a resposta chegue a imprensa para que as pessoas tenham conhecimento da resposta que ele deu diante do convite.  Leu o seguinte documento “Confesso senhora prefeita que fui tomado de diversos sentimentos ao receber seu convite”, disse que vai resumir que as pessoas podem ficar tranquilas. “mediante Ofício 052/2016, a começar pela deferência de dirigir-se a este vereador por escrito, já que ultimamente tenho recebido várias dês suas mensagens exclusivamente pela imprensa. Talvez pela falta de costume, acabou o tal ofício sendo endereçado ao meu pai, mas foi só começar a ler que compreendi ser destinado a mim mesmo. Então, e pela consideração e respeito que dedico a Vossa excelência, como pessoa, e chefe do executivo Municipal que envia tal convite, passo a responder. Primeiramente, noto que a senhora Prefeita mudou a sua linguagem, Vossa excelência está cordial, menos formal, quase amigável, o que é um bom indicador, apesar de não poder ignorar algumas pitadas de ironia, leves, mas que pude notar. Por exemplo, quando diz do meu profundo conhecimento do tema das PPP, o que até as pedras do cemitério velho sabem que não é verdade. Não sou nem fui um profundo conhecedor do tema, nem afirmei tal barbaridade. Ao contrário dos seus especialistas que prepararam o Projeto da concessão da iluminação pública de Guaratuba, por meio dessa PPP que agora debateremos, não tenho formação específica comprovada no assunto. Nunca tratei com tantas prefeituras ao mesmo tempo, nem com tantos comitês especializados, nem muito menos escrevi um apenas único edital de concorrência internacional que, de tão bom, foi adotado e copiado por tantas administrações em tantas outras localidades, que dirá saber de todos os detalhes técnicos, legais e práticos dessas medidas. Mas, se tem uma coisa que aprendi de berço, de formação e aos poucos anos desse mandato parlamentar, é que as pessoas tem que ter humildade para aprender, por isso é que me atrevo a questionar, quando não sei, e pesquisar para descobrir as informações que, convenhamos, hoje movimenta o mundo”. Disse que ia pular algumas coisas. “Perguntar não ofende, já diziam nosso avós, então, juntando tudo isso à minha curiosidade natural, vou sempre perguntar, vou sempre questionar e vou sempre querer saber quais os pontos positivos e os pontos negativos de cada proposta. E se então de acordo com a lei, com os princípios constitucionais, legais e morais que tanto defendemos, porque essa é minha função e quero fazer isso direitinho”. Disse que vai pular mais um pouquinho. “voltando, então, a essa iniciativa de me convidar oficialmente para integrar o Comitê Gestor da PPP, tenho a dizer a Vossa Excelência que: Item um – Primeiramente, seu convite me constrange sim me constrange profundamente, pois revela uma situação meio desesperadora, meio aflita, quando parece que é preciso achar uma solução, ainda que torta, para conseguir resolver um problema inesperado. Imagino senhora prefeita que não deve ter sido fácil para Vossa excelência assinar esse convite, sabedor que sou da sua imensa indisposição pessoal contra mim e contra minha família, já comprovada em incontáveis oportunidades nos últimos anos. Que triste Vossa posição, senhora Prefeita, sujeitando-se a essa embaraçosa situação de ter que me convidar para um posto que fosse ocupado, por mais de um ano, por uma pessoa de sua estrita confiança, tendo que assinar um documento onde diz que tem interesse em substituí-lo por mim”. Falou que agora vamos lá. “Só porque esse vereador criticou um dos membros do Comitê Gestor, e sua enorme coleção de cargos públicos, Vossa Excelência perdeu a confiança no pobre homem? Mas então, responda, por favor, que confiança era essa? As qualidades técnicas pessoais do seu indicado não sobreviveram a essas nossas críticas, não superam isso? Ou a indicação e nomeação dele para o Comitê Gestor foi feita às cegas, sem que Vossa Excelência tivesse conhecimento dos fatos que foram trazidos a lume agora?” Disse que vai pular, porque o tempo vai passar. “A urgência, ah, a urgência tanto de enviar o convite, como de pedir a resposta. Que coisa rápida, que pressa. Não tão rápida como as respostas às dezenas de requerimentos que já apresentei aos seus cuidados, Excelência, e que nunca veio resposta. E sem dúvida, vários deles eram muito mais importantes do que esse convite, representavam solicitações e pedidos da nossa comunidade, dos setores da população mais sofrida, dos bairros sem estrutura, da saúde pública sem recursos. Maltratada e mal organizada, explicações sobre contratos, despesas, indicações ignoradas, e tantas outras questões que deveriam ter merecido sua atenção senhora Prefeita, mas que não tiveram essa sorte. Então, para um procedimento que já se alonga por mais de um ano, pedir urgência na resposta desse vereador a esse convite, é estranho. Aí lhe pergunto se Vossa Excelência perdeu a confiança no Comitê Gestor e acha necessário substituir seus membros, ou ficou sensível as críticas feitas por este vereador. Porque este convite não veio acompanhado da suspensão da Licitação marcada para a manhã deste dia 11 de março” Vamos ao que Vossa Excelência senhora prefeita não pode lhe conceder a para deixar claro. Disse que a prefeita não pode lhe conceder o que já foi concedido, e que pode garantir que tem feito o maior esforço possível para corresponder a missão que seus eleitores concederam e não a senhora prefeita. Disse que vai fechar esta nota para que todos tenham a ciência de todo conteúdo que ele falou de forma rápida. Dirigiu-se a senhora prefeita dizendo que tanto faz se é ano eleitoral ou não a Gestão Municipal deve ser sempre transparente, cristalina sem qualquer sombra ou nuvem de fumaça e que a eleições serão em outubro, mas que a Licitação foi marcada para onze de março, e disse que assegura a senhora prefeita que nem hoje nem amanhã, nem em outubro que ele nunca vai pedir autorização ou esperar que seja concedido pela senhora prefeita o seu direito de cumprir com o seu mandato, de participar ativamente, analisar, debater, e que muito menos para fiscalizar ou questionar um Projeto de iniciativa do executivo ou do Legislativo, ou da comunidade de empresários locais, ou de fora dela. Disse já possui (dirigiu-se a senhora prefeita) um Diploma conferido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, válido até 31.12.2016, que me garante fiscalizar. E pretendo conquistar outro, para um próximo mandato, mas  não vou pedir  para a senhora prefeita e apenas para os eleitores. Por essas razões, cumpro aqui minha tarefa de comunicar que declino de forma oficial do seu convite senhora prefeita. Jamais porque se acovardou da tarefa. Mas que não compactua com práticas e procedimentos que geram esse impasse, vossa Excelência pretende solucionar de forma simplista com esse convite. Disse que vai finalizar dirigindo-se ao senhor Presidente. Falou que o texto é grande. Falou que vai finalizar e que o conteúdo que ele vai fazer chegar às pessoas através da imprensa, falou para as pessoas que entenderam que ele declinou do pedido da senhora prefeita de forma oficial, Disse que quer apenas dizer alguns comentário (dirigiu-se ao senhor Presidente) e que ele não vai falar pela liderança do PSC. Falou que a prefeita quando manda o convite para a Câmara dos Vereadores, desrespeita todos os pares e que desrespeita todo o Legislativo da cidade. PRESIDENTE OLIVEIRA deu mais dois minutos para concluir. VEREADOR ITAMAR – desrespeitam os vereadores as vereadoras, o público, a comunidade, a sociedade, e principalmente o indicado pela prefeita. Perguntou por que ele em vinte horas tem que resolver a barbaria que criaram, e que ele não comunga a mais de dois anos da prática da prefeita. Perguntou o porquê que a senhora prefeita achou que o vereador estava à altura de assumir o cargo sem comunicar o presidente Oliveira. Disse que têm todas as diferenças com muitos dos parlamentares na Casa, mas que a prefeita foi de uma falta de responsabilidade, de uma falta de sensibilidade, que deveria sim pedir que o presidente Oliveira enviasse uma pessoa para o Comitê Gestor na ocasião, um dos pares, e que não de uma forma inédita, lhe convocar, lhe conceder e que a prefeita estava achando que esta fazendo uma grande coisa, para o vereador Itamar ajudar a fiscalizar. Perguntou por que a prefeita não responde os requerimentos dele, porque a prefeita foge tanto da responsabilidade e dos deveres para com a comunidade, Disse que seria tudo muito mais interessante do que querer passar uma borracha para apagar e resolver a situação, Falou que a prefeita achou que ele iria dar um ar de moralidade para a administração da prefeita, disse que a prefeita errou, e que errou muito feio. Disse que acabou que a prefeita desrespeitou o Plenário da Câmara dos Vereadores, e que a prefeita mostrou que ele pensa que todos da Câmara são servos dela. Falou que a prefeita deveria ter encaminha do o oficio para o senhor Presidente Oliveira, e que o presidente Oliveira, assim como em outros Conselhos é quem deveria fazer a indicação. Falou que da forma desrespeitosa e da forma que já fez, ele comunica que declina do pedido da Prefeita, Agradeceu. ----------------------------------------------------------------------------------------------------VEREADOR ARTUR CARLOS DOS SANTOS – Cumprimentou o senhor presidente, senhoras vereadoras, senhores vereadores, público presente, Disse que viu neste domingo o povo na rua, contra a corrupção, o povo se manifestando e que o povo esta de parabéns. Disse que estava na hora do povo acordar, e se manifestar. Deixou o seu parabéns para todos que se manifestaram contra a corrupção. Fez uma definição sobre a corrupção, que “corrupção é o efeito ou ato de corromper alguém ou algo com a finalidade de obter vantagens em relação a outros por meios considerados ilegais ou ilícitos, e que para se configure a corrupção que é precisa no mínimo dois autores, duas pessoas, que o corruptor e o corrupto, que além do sujeito conivente e irresponsável em alguns casos.” Aproveitou que esta falando em corrupção disse esteve na mesma Tribuna, dois vereadores que falaram uma vez sobre uma caixa preta, que foi o vereador Almir e o vereador Itamar, que estavam alertando de tal caixa preta. Disse que falou na Sessão passada sobre os maquinários, que faziam parte do patrimônio do Executivo. Disse que tinham uma frota e que o líder da prefeita falou que ele esta equivocado e que é mentira, e que várias vezes o líder tem falado ao vereador que ele esta falando mentiras. Mas relembrou ao vereador Líder da Prefeita que ele (vereador Artur) no inicio de dois mil e treze, e que foi até o Patrimônio com o senhor Helio que é responsável pelo Patrimônio, para fazer um levantamento de alguns maquinários que lá estavam, disse que eram três patrolas, duas pá carregadeiras, três retroescavadeiras, quatro caminhões basculantes, um caminhão com carroceria, um caminhão para iluminação, uma camioneta para a iluminação, camionetes de carrocerias de lata, Kombi, carros pequenos, disse que era o Patrimônio a frota. Disse que já está indo para o segundo Leilão para vender o que foi sucateado. Disse que já tem na avenida uma placa com outro Leilão, Confirmou que existiu este maquinário, esse carros, esse caminhões, porque ele pediu em forma de requerimento a prestação de combustível e que veio descriminado a frota, Lembrou que no começo de dois mil e treze, alguns maquinários foram para fora deste município para alguns reparos, e que alguns para concerto de diferencial, alguns reparos em motor, caixa embuchamentos, e que dois maquinários desses só por meio de solicitação via Ministério Público que voltaram. Disse que os maquinários foram montados e que voltaram todo desmontado e que quem quiser ver que esta na garagem, uma retroescavadeira que esta irreconhecível, e uma patrola. Disse que ficou pasmo porque naquela época o concerto era um pouco mais de sessenta mil o concerto da patrola, e que hoje, e falou que tem até o orçamento em seu gabinete, que uma máquina desta custa quatrocentos e oitenta mil reais. Disse que pelo requerimento que ele fez, que a resposta veio dizendo que era inviável o concerto deste maquinário, e que era mais fácil abandonar a máquina. Falou que é incrível que os alugueis do próprio maquinário para fazer o mesmo trabalho, custou quase este valor naquele ano. Mas falou que o requerimento veio dizendo que era inviável o concerto e que o valor do maquinário que ele já falou a todos que o orçamento é de quatrocentos mil reais. Disse que na parte das obras que o vereador Itamar já citou e que o vereador Maurício também. Falou que ele vem fazendo o seu trabalho, dirigiu-se aos senhores vereadores e as senhoras vereadoras dizendo que é as suas funções fiscalizar. Disse que o vereador Líder da Prefeita justificou que ficam tirando fotos de valetas cheias de água, ruas inundadas, esburacadas, mas falou que o Vereador Líder esta certo. Certíssimo. Disse que sempre esta por lá. Lembrou que neste dia eles tiveram mais uma denúncia, que foi ele e o vereador Itamar e que graças a Deus o povo esta confiando no trabalho da oposição e que estão vindo denunciar. Falou que foram até uma escola, dirigiu-se ao vereador Itamar, porque a pessoa denunciou dizendo que o material investido e que algumas coisas não estão condizendo com o contrato. |falou que verificaram no local e que procuraram a secretária e que não conseguiram encontrá-la, mas que continuar no dia seguinte. Disse que eles verificaram que algum material esta meio difícil de aceitar. Falou que acredita que as valetas e as ruas não deveriam estar como estão. Disse que fez mais um monte de requerimentos e que foi pedido concerto em algumas ruas, limpeza de valetas no Nereidas, mas falou que esta abandonado mesmo. Disse que o mato esta fechando a rua, e que as valetas estão até o talo de lixo, e falou que o que eles não entendem que tiram o material da valeta e que jogam na beira da rua e que se esquece de tirar. Falou que alem da rua já estar fechada e que complica a vida dos pedestres dos carros e outros.  Citou fora as ruas, e as valetas, disse que tem algumas ruas que foram pavimentadas há pouco tempo, disse que a pavimentação esta sumindo, e que foi passado a patrola, que é uma vergonha, perguntou onde esta a garantia deste serviço. Lembrou que na Casa foi aprovado um empréstimo de seis milhões para que fosse feita a pavimentação, e que ainda estão pagando, e que em algumas ruas a pavimentação não existe mais. Falou que a prefeita mandou para ele, e que ele fez um requerimento esclarecendo, e que a prefeita disse que aquilo foi uma experiência. Perguntou como uma experiência com o dinheiro do povo, e onde esta a garantia do serviço, e disse que eles têm de achar que é bom. Falou sobre a Orla, e que não pode falar da Orla porque não entregou, e que ele já fez um requerimento pedindo a entrega da Orla e que até agora nada. Disse que não foi finalizado e que a Praça dos Paraguaios esta sem iluminação e que já faz mais de três meses que não funciona. Falou que a tubulação das águas pluviais esta na praia e que todos podem ver, e falou que tem mais que agora a tubulação esta caindo e que esta destruindo a restinga, perguntou onde esta a notificação para a empresa para fazer o reparo. Perguntou se não tem garantia.  Disse que tem concreto na areia e que tem ferro exposto, erosão na restinga, perguntou de quem é a responsabilidade, que a deles é de fiscalizar, e que é o serviço do vereador. Disse que não entende e que cada vez que eles vêm reclamar no Plenário, que não podem falar sobre isso e que não pode reclamar. Mas falou que hoje ele quer lavar a roupa e que vai embora, Falou da Praia Central, perguntou o porquê que não finalizaram, questionou onde esta a iluminação baixa que foi falado que tinha um Projeto de Iluminação que iria iluminar como um dia. Mas falou que já foi pago a iluminação e que esta no projeto no contrato, disse que já montaram cem bancos, falou que não tem nada com que montaram cem bancos, disse que tem de finalizar, e que já era para o ano que passou e que até agora nada, perguntou quando vão entregar, ou se não vão entregar perguntou quem é o responsável e que o meio fio já não tem mais, falou que neste dia abriu uma cratera na frente de uma pousada e que se não fosse a prefeitura ir concertar, que o buraco estava exposto. Falou que apareceu um novo buraco em frente ao Sobre as Ondas e que foram no local e jogaram dois sacos de massa asfáltica e que jogaram em cima e que nem sabem o que tem debaixo deste buraco e que daqui a pouco o indivíduo some no buraco. Disse que comentaram que foi a obra que o deputado Nelson Justus trouxe. E que o governador é que trouxe, disse que está bom, que a obra é linda, e que ele não está dizendo que a obra, mas que a fiscalização da obra para ser concluída, e que de acordo com o Projeto que são os vereadores que são os fiscalizadores desta obra, e que deveria ser mais da situação do que da oposição. Falou que quem trouxe foi o deputado. Falou das ruas disse que estão falando de pavimentação. Dise que tem ruas, e que ele não quer tirar nem diminuir nada, mas falou que é o problema o descaso coo as ruas, disse que tem duas, e que uma a que dá acesso ao pronto socorro, da Tibagi para o Pronto Socorro, que está uma vergonha, falou que a rua Londrina que fazem sete anos que estão prometendo que vão aquela rua, mas que agora antes de outubro que a prefeita vai na Perpetuo Socorro, para fazer reunião e pedir votos. Falou que fazem sete anos que não foi colocado nenhum bloquete naquela rua. Disse que não precisa ele falar e que tem morador que sabe, disse que quando chega a eleição a prefeita coloca o seu carrinho naquela rua e vai pedir, mas falou que sete anos. Disse que esta quatro anos no mandato e que está reclamando quase todo dia. Falou dos pontos de Ônibus e que o vereador acabou de falar em ponto de ônibus. Disse que está um abandono e que é uma vergonha. Falou das ruas que foram asfaltadas a pouco tempo, disse que tem ruas que foram asfaltadas e, outubro, e que sumiu perguntou onde está a equipe de manutenção. Disse que é só fazer e jogar no lugar e que Deus que cuide das ruas. Falou que o vereador Sérgio teve sorte, que o vereador Sérgio foi feliz porque na rua do vereador ele conseguiu bloquetes, que foram retirados de outra localidade, e que na rua do vereador fizeram a colocação dos bloquetes.  Mas falou que próximo da casa do vereador Sérgio já vai preocupar porque parecem que vão passar patrolas, que a pavimentação que foi feita em outubro e que está indo para as tralhas já. APARTE VEREADOR ITAMAR – disse que o vereador neste dia um assunto muito importante na Casa, e que vai falar porque não consegue ir para casa engasgado. Disse que acha engraçado o avanço desta Construtora Jotas no município de Guaratuba. Disse que depois que foi feito o asfalto em frente a casa da prefeita que começou a ganhar contrato e que começou a ficar bom o negócio da Jotas em Guaratuba, disse que foi disparado, foi só fazer a obra da casa da prefeita e que tem uma placa que diz que foi pago particular, mas que a prefeita presta juízo para quem é devido, que é particular e que ele não pode fiscalizar. Mas achou engraçado a evolução dessa empresa, disse que está puxando uma capivara e que ele acha que vai sair uma caninana como diz o vereador Almir Troyner, disse que vai puxar a caninana porque a evolução patrimonial desta empresa, falou que a empresa está indo de vento em popa. VEREADOR ARTUR – Disse que é isso ai, aproveitou que estão falando em pavimentação, disse que na avenida Paraná, foi um sucesso que eles tem de parabenizar que saiu o fluxo da beira mar na Avenida Visconde do Rio Branco. Disse que está uma maravilha mas que o que aconteceu que foi trocado pelo estado a via municipal para a via estadual. Disse que a avenida visconde do Rio Branco de encontra abandonada, disse que abriram vários buracos, que a pavimentação e a sinalização que faz hora que não é pintada, que o mato já tomou conta de quase tudo, que tem alagamento pela borda da rua, e que reclamações é que não faltam. E disse que eles tem de achar bom. Disse que a rua está lá e que está pavimentada. Falou da obra do Terminal Turístico Pesqueiro, que foi prometida para dezembro, e que está lá que foi colocado uns tapumes que graças a Deus o rapaz do barco tampo. Disse que está como abrigo de andarilho, coisas para o mosquito da dengue, e que qualquer pode ir até o local e ver. Falou do Pronto Atendimento e perguntou para quando era a obra do Pronto Atendimento, disse que foi pedido junto com o vereador Mordecai de Magalhães, a planta do Projeto, disse que recebeu e que tem em mãos e que era para ser entregue em dezembro e que já foi duas vezes visitar a obra, e que a última resposta que ele teve que terminou o material, e que é por isso que não entregam. Disse que não consegue entender. Disse que falando em Pronto Atendimento, e falando em saúde, dirigiu-se aos senhores vereadores que tem de ser dado um cuidado maior e fazer a parte deles que os médicos estão indo embora, disse que último da lista que foi embora, foi o Cardiologista. Para as pessoas ficarem atentos que não tem mais Cardiologista para a cidade e disse que tem bastante gente com problema de coração, de cirurgia. Perguntou porque o cidadão não querem trabalhar, porque estão indo embora, disse que os médicos alegam que é falta de estrutura, e que está complicado de trabalhar. Disse que várias vezes visitando os Postos de saúde e que vai sempre com o Vereador Maurício e com o vereador Itamar, e que foram até no Hospital que o que eles veem que não tem nem gente para fazer a limpeza, que serviços gerais é uma coisa rara de se ver, falou que saiu em concurso para integrar mais gente e para trabalhar, perguntou cadê a turma do serviços gerais. Comentou que tem posto de serviço que eles vão entrando e perguntando que estado é esse. Disse que esteve ele e o vereador Maurício Lense no Posto de Nereidas e que tinha um cidadão que utilizou o banheiro, e que igual aqueles cara que lavam os banheiros químicos, disse que não dava para suportar e que a moça que estava atendendo que teve de a obrigação de limpar aquele troço, porque não tinha serviços gerais. Falou que se não tem nem serviços gerais pediu para imaginarem a estrutura. Perguntou cadê o concurso. Citou o arit. 196 da Constituição Brasileira que diz que a Saúde é um direito de todos e um dever de estado, garantindo mediante as políticas sociais e econômicas que visem a redução do risco de doença e de outros agravos e o acesso, disse que esse é muito importante, falou que o acesso universal e igualitários, as ações e os serviços para sua promoção, proteção e recuperação. Disse que é o Artigo da Constituição e que não é ele quem fala. Mas falou que queria que todos lembrassem bem deste igualitários, prestar serviços igualitários. Disse que falaram de Hospital de cem leitos e vinte UTIs, disse para irem para a realidade, falou que tem no centro da cidade e que a senhora prefeita colocou uma placa “Hospital Municipal”, e que em outros municípios eles veem que dentro de um Hospital tem uma maternidade, mas falou que em Guaratuba têm uma maternidade com Hospital dentro. Falou que aquele local é mas maternidade do que Hospital. Disse que um Hospital com cinquenta leitos que qualquer um pode ver no SUS, que recebem no SUS cinquenta leitos no Hospital, e que dúvida se tem alguém que queira ficar internado naquele Hospital. Disse que são eles (vereadores) que estão ali e que são eles que tem de fiscalizar. Falou que qualquer coisa quer der, uma dor de barriga diferente, que tem de ir, para Paranaguá, Curitiba, Colombo. Disse que não consegue intender. Falou que agora querem montar um Hospital de sem leitos, vinte UTIs, falou que não conseguem comprar um mamógrafo e que a Emenda não passou no Plenário, e que não conseguiram comprar um aparelho de Hemodiálise, que o Vereador Almir Troyner sempre luta por isso, que são dois aparelhos. E que ainda querem montar um Hospital. Falou que a Emenda não passa nem no `Plenário. Falou que o povo está indo de madrugada, para tentar ser atendido, que saem as três horas da manhã, que pegam uma condução que é uma vergonha.  Disse que os ônibus estão num estado e que está complicado, disse que já foi com o vereador Mauricio reivindicando mais um ônibus, disse que hoje ele estava em frente à Casa e que veio um cidadão perguntar qual é o vereador na Casa que leva o pessoal para Curitiba, e que o cidadão disse que tinha uma consulta que levou três anos para sair e que não tem condução para carregar, disse que isso já foi denunciado na Boca no Trombone e que está no Print. Falou que comentam que os vereadores fazem assistencialismo e que carregam, disse hoje ele vai falar, e pediu ao presidente mais cinco minutos. E que se não der que ele fala na Palavra Livre. Comentou que leva dois três anos para sair um exame e que na hora, não tem e disse que aí as pessoas vem e falam com o vereador, que ou a pessoa consegue agendar naquele ônibus que está caindo aos pedaços, ou alguém carrega. Lembrou que os carros desta Casa e que sempre é feito o requerimento para o uso dos carros, disse que a maioria desses carros sobem para fazer assistencialismo, falou que eles podem e ver e que cada um pode ver isto. E que na Praça de pedágio está lá a filmagem. Disse que se quiserem ficar de madrugada na saída da cidade, ou se quiserem esperar em qualquer Hospital em Curitiba, que está lá os carros da Câmara, falou que isso tem de ser mudado, que o assistencialismo tem de ser mudado. Disse que tem de reunir todos e pedir mais ônibus para carregar as pessoas, e que quando a pessoa tem a sua consulta marcada, e exames que levam de dois a três anos, que tem de ter uma responsabilidade de carregar esta pessoa e não colocar nas costas dos vereadores, falou que a Casa está sobrecarregada e que tem gente que não vem na Câmara para dizer aos vereadores que as coisas não acontecem. Disse que em qualquer face book podem conferir. E disse que se quiserem conferir pessoalmente que também dá. Disse que chega e perguntou se não é igualitários o trabalho, se não é para todo mundo, perguntou porque é só para meia dúzia de pessoas. Disse que tem quinhentas pessoas para levar o porquê o carro só leva dois ou três para Curitiba. Disse para colocarem a mão na consciência, falou que é só ver o consumo dos carros da Câmara para ver a quilometragem. Falou que os vereadores em curso e o carro andando a torto e direito. Comentou sobre o Projeto de Lei da Casa, o Ficha Limpa Falou que este Projeto está na Casa, para fazer dentro do Executivo, mas que não sai da gaveta. Falou que é para beneficiar o Executivo. Disse que um dos melhores Projetos que está na Casa e que não sai da gaveta e que não vai sair. Falou que ninguém quer. Perguntou se tem muito ficha suja no Executivo que não querem passar o ficha limpa. Comentou sobre os Food Truck, que foi feita uma manifestação sobre os Food Truck, mas disse que como tem os parentes da tia, que tem o Food Truck, que o Projeto não vai também. Perguntou porque que a Casa serve. PRESIDENTE OLIVEIRA disse que deu dois minutos para o vereador Itamar. Falou que o Projeto dos Food Trucks não saiu. Perguntou se alguém quiser o negócio dos carros, disse que podem ir para frente e que não tem problemas nenhum. Falou dos maquinários do PAC e que todo mundo sabe que é uma patrola, um caminhão, uma retroescavadeira, disse que o caminhão vive na cidade puxando material para Itapoá do escambau aí, e que qualquer um pode confirmar sobre isso. Disse que um maquinário e que as pessoas defendem a área rural, disse que está na hora de deixar este maquinário na área rural, e que as pessoas estão precisando e que tem sido feito uns projetos para dar óleo diesel, esmolas para o povo que não precisam, disse que o povo precisa de maquinário que está definido em lei, e que o PAC diz que é área rural, e que o povo está passando dificuldade, e que não tem o maquinário na área rural. Disse que isso é uma vergonha também. Falou que o vereador Tato comentou que ele (vereador Artur) anda sempre pelas valetas, disse que anda mesmo e falou que o Vereador Tato está acostumado só fazer Curso em Camboriú, Florianópolis, e que muitos cursos que o vereador Tato está fazendo, e que o vereador Tato não tem tempo de ver as ruas como está a cidade como está. Disse que o vereador Tato pode ficar sossegado, mas que está na hora do vereador Tato colocar em prática o monte de curso que o vereador Tato fez, e que não pode dar tempo porque o mandato está acabando. Dirigiu-se ao senhor presidente dizendo que está tentando resumir, e que vai dizer para o Presidente Oliveira que se a Casa ficar só para diárias, transporte de pessoas, e citou o vereador Itamar que disse que tem os fantasmas, disse que acha melhor entregar a chave para a prefeita e economizar os quatro milhões e pouco que tem na Câmara e deixar a caixa preta fechada. Agradeceu. -----------VEREADORA MARIA DA SILVA BATISTA – Cumprimentou o senhor presidente, senhoras vereadoras, senhores vereadores, público presente, internautas que os acompanham, agradeceu a presença de todos na Casa. Disse que ocupa a Tribuna neste dia para manifestar alguns assuntos importantes, para a população e que o seu compromisso com a população é de cobrar, fiscalizar reivindicar, mas que embora na maioria das vezes ela não é atendida por perseguição política. Mas falou que não vai se cansar de pedir de reivindicar e de fiscalizar. Falou que é muito triste para eles que são pais, mães, avós, falou que para ela como vereadora que a sua Guaratuba, como todos os que estão presentes, os vereadores, falou que esteve na semana que passou na rua Piauí, onde uma família não sai de dentro de casa porque a agua inundou a rua e que a família ficou presa. Falou que todos conhecem a frase “o direito de ir e vir”, só que citou a senhora Cintia com o esposo e filhos que o direito é só de permanecer quando chove porque não podem sair de casa. Falou que e muito triste e que ainda, o mais triste é ver as pessoas apelando desesperados e que quando encontram qualquer vereador, ela ou a outra vereadora, falou que essas pessoas pensam que os vereadores podem resolver esta situação, que as pessoas acham que os vereadores tem obrigação sim de resolver este problemas do Executivo. Falou que é o Executivo que tem de executar, que o Executivo que tem de trabalhar e fazer o trabalho deles. Falou que os moradores do Coroados, da Barra do Saí, Nereidas e toda Guaratuba, que as pessoas suplicam, pela melhoria das ruas. Disse que foi visitar uma família na rua Ortigueira e que ficou horrorizada, falou que é só ela no Coroados, falou que representa o Coroados, a Barra, Nereidas, mas que a rua Ortigueira é Cohapar dois, falou que passou cima de tábuas, e para as pessoas não pensarem que é no meio do mato, disse que é o reduto entre o Bom Pai e o outro asfalto que ela acha que é a rua Rio Grande. E falou que é ela que é a demagoga na Casa, falou que no Coroados, como em todos os bairros, as valetas estão em céu aberto, e que ninguém limpa, que ninguém toma providencias, que estão todos de braços cruzados. Falou que a administração é cega. Falou que ela como vereadora se envergonha, disse que sinceramente e que tanta coisa não acontece. Falou que estão na Casa, a três anos e que têm noção e que sabiam o que acontece, e que chegou no conhecimento de todos os vereadores na Casa, falou sobre uma Licitação da Brifort que foi a vencedora, disse que foi um milhão de material, para melhoria nas ruas. Perguntou onde está o material, e que não acontece as coisas nas ruas da cidade. Dirigiu-se ao vereador Artur dizendo que também visitou a unidade de especialidades do Nereidas, disse que é uma vergonha, falou que o cardiologista foi embora, disse que não sabe se o cardiologista não recebia, falou que os fisioterapeutas, que colocam pedra ou cimento dentro das latas para fazerem os equipamentos para fazer o trabalho de fisioterapia para os pacientes que os procuram. Falou que telefone é objeto de luxo naquela unidade, e falou que ela que é a demagoga. APARTE VEREADOR ARTUR – disse que quando a vereadora fala de telefone, falou que esteve neste Posto de saúde e que falou com a secretaria sob a forma de pagamento e que já fazem três meses que não foi efetuado o pagamento. Falou que o telefone foi cortado e que ele falou com a secretária, e que ela prometeu que iria dar uma solução ainda nesta semana. Disse que os agendamentos estavam parados, e que as pessoas não estavam conseguindo marcar por telefone. E que não conseguiam nem avisar as pessoas que o Cardiologista foi embora, disse que é como a vereadora disse que é uma vergonha. Não ter um telefone para avisar as pessoas. APARTE VEREADOR MAURÍCIO – disse que nesta mesma visita que fizeram junto com o vereador Artur, falou que a balança de pesar as crianças que também está quebrada. Falou que foi instalado o alarme, mas que o alarme funciona para ser avisado por telefone, mas como não tem telefone, que não funciona o alarme também. Falou que falta pintura e que o equipamento de fisioterapia, que eles podem verificar, que tem alguns que estão colados com esparadrapo, e que os pesos que são utilizados para fisioterapia, estão colados com esparadrapo. Disse que é uma situação muito precária, que se encontra este Centro de Especialidades. VEREADORA MARIA BATISTA – disse que é muito triste e que eles os vereadores da oposição fazem um atrás do outro fazendo a fiscalização. E que veem na Tribuna e que contam a mesma história. APARTE VEREADOR ITAMAR – Disse que estiveram a umas duas semanas, mas como a vereadora está trazendo este assunto em Plenário, disse que é de tamanha importância e que ele também quer participar, e que não pode ficar de fora. Disse que esteve com o vereador Lense e com o vereador Artur, e que quando chegaram ao Posto de especialidades, e nesta ocasião a vereadora ficou de fora, e que chegaram ao posto e que as pessoas chegavam aos vereadores, como a vereadora demonstrou, disse que como se naquele posto eles tivessem a solução para todos os problemas. Falou que aponta a solução para o problema da administração. Disse que são cento e vinte cinco milhões de reais para o orçamento. Perguntou onde está indo este dinheiro, falou que o maior recurso é da educação e da saúde. Falou que a vereadora está totalmente, correta no pensamento, e que a população está esperando nos vereadores a fiscalização, para que o dinheiro volte a existir em moveis e utensílios, e em bom atendimento público. VEREADORA MARIA BATISTA – disse que o mais triste como ela falou que eles da oposição contam a mesma coisa e que fiscalizam os mesmos problemas e que nada acontece. Citou o Posto de Saúde do Coroados, que já está até no Jornal que vai ter uma Unidade de Saúde, disse que não tem nenhum banheiro para os cadeirantes, falou que um dia ela esteve no local e que tinham uma senhorinha que era cadeirante e que a filha teve que levar a senhora até em casa para fazer as suas necessidades. Disse que é uma vergonha. Falou que veio um senhor e disse para ela que isto era papel dos vereadores. Disse que falou para este senhor que ela não era prefeita e que sim vereadora, e que quem executa obras é a prefeita e não ela. Disse que ela é cobrada. Falou da Barra do Saí e que o secretário vei ao Plenário e que fantasiou que está saindo a rede de esgoto, e falou que parece que estão fazendo um favor, falou que estão fazendo nada mais do que a obrigação. Falou que desde dois mil e nove que está o Projeto da rede de esgoto da Barra do Saí, e que agora em dois mil e dezesseis que querem fazer tudo, disse que querem fazer o Hospital, as redes de esgoto, Posto de Saúde no Coroados, pediu misericórdia, e falou que ninguém é trouxa, e nem bobo, disse que se em oito anos não fizeram, porque vão fazer em seis meses. Citou outro assunto que foi abordada por um servidor, que este servidor falou que tinha vinte e seis anos de casa e que trabalha na prefeitura, que foi três vezes avaliado, e que nesta avaliação o servidor ganhou trinta e oito reais de aumento, e mais o salário mínimo que ganha, disse que enquanto isso a prefeitura está lotada de gente, que são fantasmas e que não trabalham, que estão ganhando dinheiro, falou dos coitados que levantam cedo e que vão cumprir com o dever para ganhar um salário mínimo com uma avaliação de vinte e três aos, falou que o servidor teve um aumento de trinta e oito reais. E falou que é ela que é a demagoga, que é ela que fala besteira. Pediu para o Presidente Oliveira que convide o diretor da garagem e o secretário de obras, falou que é dos japa, disse que os secretários andaram na rua Piauí prometendo o impossível, falou que o possível os secretário não prometem. Disse que os secretário chamaram uma cidadã, uma moradora e que disseram para a moradora que “eles tem uma solução para a rua Piauí, que vão pegar uma máquina, que vão pegar a draga, passar no rio e dragar, e que vai ficar mais baixo e que a agua vai escoar no Bacamarte e no rio da Barra, mas falou que com uma condição para fazerem uma reunião com os moradores na rua Piauí, e disse para chamarem a prefeita e que vão chamar as outas autoridades, mas que se afastem de sua amiguinha”, disse que a amiguinha é ela, pediu ao presidente Oliveira que convoque esses senhores  para vir até a Câmara, falou quem se estes senhores estão fazendo política com promessa, falou que esses senhores não vão ganhar nem para o fumo. Falou que o povo já conhece o trabalho destes senhores naquela comunidade. Agradeceu. ----------------------------------------------------------------------------------------------

VEREADOR LAUDI CARLOS DE SANTI – Disse que é só uma questão de Ordem, e citou o artigo 89 parágrafo segundo no seu direito de resposta, o PRESIDENTE OLIVEIRA – forneceu o direito de resposta na explicação pessoal e que o vereador Laudi tem quatro minutos que seria vinte, mas que VEREADOR LAUDI – cumprimentou o senhor presidente, aos pares, aos senhores vereadores, as senhoras vereadoras, público presente, internautas. Disse que se refere ao Artigo quando foi citado pelo nobre vereador Artur, em relação aos cursos, disse que isto não é segredo para ninguém, dirigiu-se ao senhor presidente, dizendo que todos os vereadores já participaram de cursos, falou que todos sem exceção os treze vereadores, participaram dos cursos, disse que não é segredo para ninguém. Falou que é uma demagogia, falar do curso sendo que a pessoas participa. Disse que participou de vários cursos, falou que o presidente participou, que o nobre vereador Artur participou, disse que todos participaram, que sem exceção os treze vereadores, falou para usarem do bom senso ser coerente. Disse que só fosse ele que também assumiria, e que sem problema algum, falou que até porque, ele disse que não fez nada de errado, disse que para deixar bem esclarecido ao público, aos internautas, que não só ele participou de cursos, disse que participou sim, mas que juntamente com o vereador Artur, juntamente com todos os vereadores da Casa. Falou que não acha errado e que não é crime nenhum. Disse se alguém questionar, mas ele acha que não, porque os treze participaram, Esclareceu que desta forma todos os treze parlamentares da Casa, participaram de cursos. Disse que alguns aproveitaram bem os cursos, e que aprenderam e que outros nem tanto. Repetiu novamente que os treze edis da casa participaram dos cursos citados pelo nobre vereador Artur. PRESIDENTE OLIVEIRA disse que o vereador Laudi ainda tem alguns minutos, e que se quiser terá dezesseis minutos para a próxima Sessão na outra semana. VEREADOR LAUDI agradeceu ao presidente e falou que foi só para esclarecer este fato e não deixar dúvidas a ninguém quanto ao citado. Agradeceu. ----------------------------------------------------------   ----

ORDEM DO DIA – -------------------------------------------------------------------------------------------------------

Projeto de Lei n° 1396 – Cria os componentes do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional no Município de Guaratuba Estado do Paraná, define os parâmetros para elaboração e implantação do Plano Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional e dá outras providências. EM SEGUNDA DISCUSSÃO O PROJETO DE LEI – EM SEGUNDA VOTAÇÃO O PROJETO DE LEI – APROVADO. ---------------------------------------------------------------------------------

Projeto de Lei n° 1399 – Cria no Quadro Geral de Pessoal Efetivo do Município de Guaratuba (Lei 1.530/2013), a carreira de Apoio à Educação – Nivel Medio, com o cargo de Auxiliar de Educação Infantil; cria tabela especifica para os cargos de Agente Comunitário de Saude e Agente de Endemias; altera o inciso XVII do art 2° da Lei 1.530/2013 e dá outras providencias. APRESENTADO EMENDAS DE PLENARIO. Em discussão as Emendas apresentadas – em votação as emendas apresentadas – APROVADAS AS EMENDAS. EM PRIMEIRA DISCUSSÃO O PROJETO DE LEI COM AS EMENDAS APRESENTADAS – EM PRIMEIRA VOTAÇÃO O PROJETO DE LEI COM AS EMENDAS APRESENTADAS – APROVADO COM AS EMENDAS. -----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Projeto de Lei n° 1400 – Dispõe sobre a criação, composição, estruturação, competência e funcionamento do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Guaratuba – CMDM – criação do FMDM – Fundo Municipal dos Direitos da Mulher e dá outras providências. APRESENTADO EMENDAS PELA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO JUSTIÇA E REDAÇÃO. Em discussão as Emendas apresentadas – em votação as emendas apresentadas – APROVADAS AS EMENDAS. EM PRIMEIRA DISCUSSÃO O PROJETO DE LEI COM AS EMENDAS APRESENTADAS – EM PRIMEIRA VOTAÇÃO O PROJETO DE LEI COM AS EMENDAS APRESENTADAS – APROVADO COM AS EMENDAS. ------------------------------------------------------

PALAVRA LIVRE - ------------------------------------------------------------------------------------------------------

VEREADOR FABIO CHAVES – Por questão de Ordem, disse que em outras Sessões ele estava tomando partido e solicitando aos vereadores, e falou que esta fora do regimento, que durante a Sessão que se inscreve, perguntou ao senhor Presidente Oliveira se for possível, e que tem vários vereadores que querem falar, disse que estava tomando a iniciativa e perguntando aos vereadores, e que estava até atrapalhando porque batia na mesa com uma caneta, e que tirava a atenção, dos oradores inscritos, perguntou se o Presidente permite que os vereadores que não foram inscritos, que não solicitaram, falou que alguns vereadores lhe solicitaram ao segundo secretário e que ele escreveu que está para falar. Pediu para o presidente que abra para que os outros vereadores possam falar e que na próxima Sessão, será feito como ele estava fazendo. Para não atrapalhar os oradores inscritos, disse que era só essa questão agradeceu. -----------------------------------------------------------------------------------------------------VEREADORA MARIA DA SILVA BATISTA – Falou que no pronunciamento do vereador Maurício a respeito da Escola Aníbal Curi, disse que me 2013 quando assumiram os seu gabinetes na Câmara, que foram convidados para inauguração da escola de Formação de Pilotos em Piçarras, onde receberam a visita do ilustre governador Beto Richa e que junto do governador estava a Excelência Alexandre Curi, disse que sabia que a escola tinha o nome e sobrenome em homenagem ao avo do Alexandre Curi, disse que abordou o senhor Alexandre e colocou a par de todos os problemas da escola, que as paredes os cupins estavam comendo, a situação precária em que se encontrava a escola, disse que o senhor Alexandre falou para ela ficar tranquila, que até 2015 o Colégio Aníbal Curi, que vai ser de dar inveja. A vereadora falou que ficou feliz, mas eu nunca mais vi a criatura, e ela acredita que nuca mais apareceu em Guaratuba, e que se aparecer, que com certeza na Escola ele não vai porque é capaz de apanhar do pessoal. Falou que ela muitas vezes veio no Plenário, para reclamar, reivindicar, e que até hoje nada acontece. Falou que tudo o que sabem é que o terreno está liberado, mas que o governo está defasado, e que certamente a Escola Anibal Curi não vai sair, porque mediante de tantas coisas que tem de ser feito, que ela não acredita, disse que vai torcer, pelas crianças pelos pais, para que a escola tenha um resultado positivo. Mas a vereadora falou que está muito desacreditada quanto aquela escola. Agradeceu. ---------------------------------------------VEREADOR MAURICIO LENSE – Cumprimentou o senhor presidente, dizendo que vai iniciar falando a respeito do convite que o vereador Itamar recebeu, disse que apara ele no seu entender, que se não foi uma brincadeira com o vereador Itamar, que então foi uma tentativa de corrompe-lo, que foi uma tentativa de atentar as vaidades do vereador Itamar. Falou que o vereador Itamar foi firme nas respostas, e que realmente não lhe causa estranheza, se fosse a primeira opção mesmo. Falou que o vereador Artur, bem falou das máquinas, das patrolas, PRESIDENTE OLIVEIRA solicitou que o vereador Maurício ficasse virado para a mesa, e não para os vereadores, porque é o que diz o Regimento Interno, e que o vereador Maurício conhece. VEREADOR MAURICIO agradeceu ao presidente por ter lhe lembrado do Regimento. Falou que as máquinas que estão sendo alugadas agora, e que antes a prefeitura tinha no poder, que com três anos de aluguel se paga uma máquina nova, mas que continuam sendo alugadas. Falou que alguém está ganhando muito com isso. Falou sobre as ruas que foram citadas que forão uma experiência científica da prefeita, falou que talvez a prefeita esteja fazendo também experiências em outras áreas, e que está deixando a desejar em muitas coisas. Deu como exemplo a obra da orla como foi citada, disse que o secretário da prefeita falou em Plenário que a prefeita exigiu que nessa nova tratativa, a respeito da iluminação pública, que a Orla e que a prefeita usou uma frase “ que a Orla ficasse a noite como um dia”, disse que esta frase já foi usada outras vezes, quando da Obra da Orla que a prefeita queria a mesma coisa, falou que o dinheiro veio, que sumiu e que ficou a iluminação , e que novamente a prefeita está querendo que a Orla vire um dia a noite. Perguntou se o dinheiro vai sumir novamente. Disse que é muito estranho as experiências científicas com o dinheiro do povo. Citou que na reunião passada ou na anterior, sobre alguns lote alguns imóveis em Guaratuba, que não pagam seus IPTU, e que não são tocadas. Disse que existe em Guaratuba uma cidade dentro da cidade de Guaratuba, falou que é um outra cidade, que é uma cidade balneária, que de repente ninguém paga nada. Que ninguém paga impostos e nesta cidade, que é diferente. Falou que quando veio para a Casa o Projeto do valor venal do imóvel, o Projeto que neste loca eram um dos beneficiados, e que não iriam aumentar e que foi muito pelo contrário, que iam diminuir os impostos. Falou que isso é uma coisa que eles estão levantando e que vão mostrar para a população. Disse que recebeu um uma reclamatória, mas que ele não foi verificar, porque ele está recebendo agora, de que está faltando cobertor no Pronto Atendimento. Mas falou que vão lá para conferir, e que no Posto do Coroados está sem curativos. Disse que é importante eles irem ao local para fazerem os seus papeis, falou que o papel do vereador é fiscalizar. Disse que os vereadores são criticados e que são chamados de demagogos, mas que é o papel deles, que tem de ir ao local e conferir. Falou que eles tem ido, e que sempre a secretária de Saúde primeiramente para qual a resposta que a secretaria. Disse que se a secretaria corrigir de imediato, que eles ficam quietos, mas se a coisa não for concertada, que eles vão trazer a Plenário, para trazer para a população. ----------------------------------------------------PRESIDENTE OLIVEIRA pediu licença ao Plenário para se manifestar, e aproveitando a oportunidade, Disse que tem em mãos cópia de um Jornal onde diz que o vereador Maurício fala que o presidente da Casa, “ que finge não ver tais abusos e que deveria tomar  providências sérias e urgentes a esse respeito”, o presidente se dirigiu ao vereador Mauricio dizendo que como Parlamentar  deveria usar o regimento e interceder pedindo uma Questão de Ordem, para que fosse cumprido o Regimento; Falou que o presidente da Casa nunca foi interpelado por uma Questão de Ordem, com relação ao comentário feito pelo vereador Maurício no Jornal. O presidente Oliveira falou que para que seja tomada qualquer tipo de providência, que deverá ser feito um requerimento fundamentado e as provas produzidas. Disse que passa ao Vereador Mauricio, que pode a qualquer momento pedir uma Questão de Ordem, quando qualquer um dos pares estiverem quebrando o Regimento, pediu desculpas ao vereador Maurício, e disse que viu a notícia e que teve de se reportar e que ele citou o vereador Maurício e que o vereador tem a palavra. VEREADOR MAURÍCIO – disse que não fez esta representação, porque a pessoa atingida foi a vereadora Maria Batista, e que a vereadora que ficou na posição de fazer uma interferência neste sentido. Disse que não foi ele que fez, e que esperou que a vereadora o fizesse a interferência, e que se a vereadora não fez, que a vereadora no entendimento dela pode ter sido outro. PRESIDENTE OLIVEIRA – disse que o vereador Maurício, falou que o Presidente da Casa finge não ver tais abusos, mas falou que ele vê tudo na Casa, só que ele cumpre um Regimento e que todos sabem e que tenta conhecer possível o Regimento e fazer cumprir, disse que qualquer manifestação ou questão de ordem, citando o regimento, que vai ser analisado e que vão tomar as atitudes. -----------------------------------------------------------------------VEREADOR LAUDI CARLOS DE SANTI – Cumprimentou novamente o senhor Presidente, mesa diretora senhoras e senhores vereadores, público presente, internautas, deixou seu boa noite a todos. Disse que ficou comovido com o pronunciamento do vereador e amigo Galego e que ele pode o chamar assim, o vereador Juarez, falou que infelizmente as pessoas destrocem as coisas, falou que o vereador Juarez representou contra algumas pessoas, disse que ele (vereador Laudi) também foi citado na redes sociais e que infelizmente algumas pessoas que destorcem ou que pelo menos tentam distorcer, o seu pronunciamento, mas falou que por incrível que pareça que é o mesmo grupo. Mas falou que da mesma forma que o vereador Juarez fez que ele também tomou algumas providências, e que as pessoas que foram infelizes nos seus comentários que serão intimadas a partir do dia seguinte, que também tomou as suas atitudes, para que essas pessoas aprendam a ouvir direito e não distorcer a sua palavra. E que sempre procura se ater dentro de uma linha, e com muito respeito. Salientou que foi citado o Colégio Aníbal Curi no querido bairro do Coroados, disse que é verdade que o governo ainda não cumpriu com a palavra, com as promessa, salientou que a prefeita cumpriu com sua obrigação, que era a de disponibilizar o terreno. Falou que a contrapartida da prefeitura já está cumprida e que o terreno inclusive aterrado, e que está pronto para receber a obra. Mas falou que infelizmente devido a circunstâncias não só de Guaratuba, nem só do Paraná, mas que do Brasil. E que infelizmente devido à crise, e que ele espera que seja passageira e que vai ser. Falou que as verbas podem começar a fluir novamente, para que as obras saiam do papel. Salientou que o papel da prefeita, em relação ao Colégio Aníbal Curi, que foram cumpridas à risca. Disse que as pessoas teceram alguns comentários, em relação a frota do município, dirigiu-se ao senhor presidente, dizendo que a muito tempo atrás quando o município tinha uma frota já sucateada, velha e que não vale mais a pena estar gastando dinheiro público para arrumar este maquinário, e que seria jogar dinheiro fora. Falou que a prefeitura agindo corretamente, e que obedecendo a lei, que a prefeitura fez o Leilão vendendo os maquinários, e locando algumas máquinas, e que hoje não só Guaratuba, mas que a maioria das cidades estão adotando este procedimento porque fica mais barato para o município. Disse eu isto é no fator de economizar mesmo e que está aí para todo mundo ver, e que inclusive não há nada as escuras, falou que os contratos as Licitações estão no Portal da Transparência, para que todos vejam e que não está nada a ser escondido. Disse que o aluguel de maquinários em relação as prefeituras, disse que é perfeitamente normal porque visa economizar, Falou que hoje não é vantagem para nenhum município ter uma frota própria porque custa muito caro, falou que depois de dois anos se perde todo o investimento e que em dois, três anos, fica sucateado o maquinário, e que acaba se perdendo o investimento feito neste sentido. Falou quanto aos asfaltos citados, disse que as empresas são responsáveis e que quando se ganha uma concorrência para fazer uma obra, e que cabe ao município notificar e que foi o caso da prefeitura de Guaratuba em nome da prefeita Evani que já notificou a empresa. Falou que qualquer serviço prestado por uma empresa a um Órgão público e que no caso Guaratuba, que reza a garantia desse serviço. Falou que logicamente em alguns casos, que é obra do Estado e quem contrata e quem fiscaliza é o estado e que no caso de Guaratuba que a prefeita está sempre atenta, a essas obras e que está cumprindo com as obrigações, em contrapartida de todo o Projeto. Falou que cabe a todo um Projeto do Governo em contrapartida ao município em dinheiro e que Guaratuba tem honrado, e que simplesmente cobrado e notificado a empresa para que se repare se houver algum dano ao município ou ao cidadão de Guaratuba. Esclareceu este fato dizendo que as vezes fantasiam além do limite, e para que a população tenha ciência de que tudo é feito com lisura, com transparência e que ninguém quer tapar o sol com a peneira, e que ninguém quer brincar e sim levar a sério e a ferro e fogo a administração, tentando fazer da melhor maneira possível com lisura e com transparência. Disse que é desta forma que a prefeita Evani tem conduzido e trazido investimentos, através do deputado Nelson Justus, e que assim por diante que Guaratuba vai continuar crescendo, e que todos querem que Guaratuba cresça, e que é isso que vai acontecer, dirigiu-se ao senhor presidente dizendo para não ter dúvidas. Agradeceu. ------------------------------------------------------------------------------------------VEREADOR RAUL CHAVES – Cumprimentou o senhor presidente, senhoras e senhores vereadores, disse que só quer fazer uma colocação, que quando o vereador Juarez foi a Curitiba e que ele é quem levou o vereador Juarez, disse que faz mais de trinta nos que aconteceu isso citou o vereador Juarez, que o Vereador Juarez foi colocar a perna mecânica, falou que teve a felicidade de levar o vereador Juarez, e que seu irmão era vereador na época, vereador Waldemar Chaves, disse que ficou feliz por ver o vereador Juarez sorrir em colocar a perna, e que tem gente que não sabe certas situações. Disse que foi ele que levou o vereador Juarez em Curitiba e que na época não era envolvido em política, mas que o seu irmão Waldemar Chaves era, e que então foi levar o vereador, e que o vereador sorriu muito, e que então começou a caminhar, porque ele sabe muito bem o jeito que o vereador caminhava. Disse que graças a Deus ele já tinha os três filhos, e que nasceram perfeitos. Falou que sabe a felicidade quando olha para a pessoa, que está recebendo um bem, e que esse bem quem proporcionou ao vereador foi a Provopar, perguntou ao vereador Juarez, foi a Associação Paranaense de Reabilitação, e que o vereador Waldemar na época era muito bom do pai do vereador. Disse que fala em Brifort, que fala em Kalunga, e que queria, e que foi eleito dez vereadores, na reeleição da prefeita e falou que teve um Pregão Eletrônico de três milhões e quatrocentos mil, e que é gozado que ninguém fala, e que dez vereadores que estão na Casa que estavam lá em 2012, disse que não viu e que nunca foi perguntado onde foi colocado  no Pregão em 2012, esses três milhões e quatrocentos mil de material. Falou que sabe onde foi colocado, porque foi colocado e que na sua Casa tem um vereador que se elegeu neste local. E falou que sabe detalhes e detalhes, perguntou porque que não falam sobre isso. Perguntou se tenham medo de serem... pelo Ministério Público? Falou que foram dez vereadores de dentro da Casa, perguntou porque que nunca falaram disso. Disse que ele não estava lá, que a vereadora Cátia não estava, que o vereador Maurício também não estava mas que os outros dez  estavam, e que estão dentro da Casa hoje. Disse que então vai tudo para o pau ou então acaba com essas picuinhas com essas coisinhas. Disse que vai dez para a ripa, falou que é isso aqui que tem de se lembrar, falou que tem vereadores que a memória é péssima e curta na Casa, disse que sabe detalhes, de tudo o que aconteceu neste Pregão, e para onde foram a maioria deste material, mas falou que ninguém se manifesta dentro da Casa e perguntou porque, se por acaso estão com medo que aconteça coisas serissimas. Disse que isso virou brincadeira na Casa e que é para procurarem fazer coisas sérias, como ele falou na reunião passada, disse para pararem de mentir, de usarem mentiras de promessas para o povo, e falou que se coincidência ou não, que na sexta feira saiu uma matéria no Jornal de Notícias, que um cidadão de Curitiba, e que o vereador Fábio lhe falou o nome, mas que ele não lembra, mas ele acha que é que faz pesquisa. Disse para pararem de mentir, que parem de prometer. Disse que o seu Deus é muito bom para ele, falou que se manifestou na segunda feira e que na sexta feira saiu no Jornal, Disse que na Casa não tem ninguém que é bobo, disse que o mais burro concerta relógio no escuro com luva de boxe, e que dá nó em cortina de fumaça. Falou que queria que os dez vereadores que se manifestem por isso e por aquilo e que falassem do Pregão eletrônico de três milhões e quatrocentos, que já está terminando e que evaporou este material, disse que ninguém falou onde foi colocado este material, mas que tem de falar sim porque estavam juntos, disse que foram eleitos lá e que ninguém fala nada. Disse que queria saber as colocações. Falou que se lhe cutucarem que ele vai perguntar, e que ele quer que lhe explique, falou que vai para a Tribuna, cobrar de um por e quer que lhe respondam aonde foi o material. falou que duvida e renuncia o seu mandato se disserem que foi em tal, lugar, tal, lugar, disse que não vão falar e que ele sabe onde é que foi, e que os vereadores sabem também. Agradeceu PRESIDENTE OLIVEIRA – disse que o vereador Raul está aberto a denúncias, a hora que quiser, falou que não tem este conhecimento, pediu desculpas, mas disse que não tem esse conhecimento. VEREADOR RAUL falou que Pregão Eletrônico todo mundo tem conhecimento, PRESIDENTE OLIVEIRA – falou que do Pregão Eletrônico sim. VEREADOR RAUL CHAVES – falou se o presidente não sabia do material e pediu cuidado ao Presidente. PRESIDENTE OLIVEIRA - disse que não sabe e pediu desculpas ao vereador Raul dizendo que é uma acusação muito grave. VEREADOR RAUL CHAVES – disse que tem provas por escrito. ----------

VEREADOR FABIO CHAVES – Disse que não se inclui nos dez, e que não sabe do material e que na sua casa não chegou material, que não forneceu material para ninguém, e disse que quer fiscalizar, e que está muito interessado nisto, disse que abre um aparte, e que quer ouvir, perguntou qual o nome da empresa e que ele tem a ver com isso. Disse que abre o seu tempo. PRESIDENTE OLIVEIRA – falou para o vereador Raul, que o vereador Itamar está abrindo o seu tempo. VEREADOR ITAMAR – disse que abre o seu tempo para o vereador Raul falar o nome da empresa, e perguntou o que tem a ver com isso. VEREADOR RAUL CHAVES – disse que não tem documento na mão, mas que tem o nome da empresa e que os vereadores sabem quem é. VEREADOR ITAMAR – disse que não nada com isso e que o vereador Raul não pode colocar ele no assunto que ele não tem nada com isso. VEREADOR RAUL - falou que tem até secretário que era secretário de governo que estava no local e que interessava tudo. PRESIDENTE OLIVEIRA- disse que não pode pesar contra dez vereadores. VEREADOR RAUL disse que foram eleitos pela situação. PRESIDENTE OLIVEIRA – disse que na Câmara é um poder e que na Prefeitura é um outro Poder. VEREADOR ITAMAR – disse que primeiramente ele gostaria de falar que se a pessoa está doente que procura um médico, se está com o carro quebrado que procura um dentista, disse que não, falou que se precisa de uma oficina, que vai até o mecânico, se precisa de um dentista que vai até o consultório, falou que não pode mudar a ordem das coisas, falou que se não for assim que não vai dar certo. Pediu para imaginarem ir até o dentista e pedir concertar o carro, dirigiu-se a vereadora Cátia. Disse que na Casa tem  resolver o problema. Disse que não pode fiscalizar para tanto, mas falou que ele pode. Desafiou qualquer um que quiser para trazerem o seu nome, e que qualquer envolvimento, e que pode trazer e levar para o Ministério Público. Falou que tem propriedade para falar, disse para pararem com a brincadeira de acusar. Comentou que dizem que trouxe a lua para este Plenário, sobre os fantasmas, falou que já esteve conversando com o Promotor, disse que esta preambulando, e que nesta Casa tem vereador que não tem propriedade, para falar de fantasma, disse que não podem e que quiserem acusar, disse que vai virar uma salada de frutas, e que vão todos para o Ministério Público, disse que é no Ministério que vai abrir e que é no Ministério que se alguém quiser denunciar um ao outro que vai para o Ministério. Disse que na Casa não ter gente para responder, para abrir CPI. Disse que os próprios acusados que vão estar fiscalizando. Falou para terminarem com essa brincadeira. Citou-o Terminal Turístico Pesqueiro, dirigiu-se a senhora prefeita dizendo que não quer perder tempo, com essas discussões porque depois, vai viram num negócio estranho e que ele, falou que está deixando claro e convidou o vereador Artur para deixar claro, e perguntou se o vereador tem algum problema em ser fiscalizado, O vereador Artur perguntou se poderia falar, O PRESIDENTE OLIVEIRA, pediu desculpas mas pediu para seguir, porque senão eles vão até o dia seguinte. Continuando o Vereador Itamar falou do Terminal Pesqueiro, que é o assunto de fiscalização, falou que esta as moscas, que está ao vento, falou para fiscalizarem, a situação, e falou que já que estão querendo levantar uma história que ele desconhece, e que até bom porque no dia seguinte eles vão chamar a senhora prefeita na Casa para poder pedir explicação, disse que ele vai assinar este pedido e disse que quer que a prefeita venha. Falou que a prefeita está dizendo que é ela, que fez tudo isso. E que não adianta ficar defendendo a prefeita no Plenário. Disse que se tem uma coisa que agora tem de fiscalizar. Perguntou onde está a carreira pública, disse que foi a prefeita que falou e que não foi ele. A regularização da Rai service, disse que não foi ele que saiu fazendo história. Perguntou onde está a regularização, falou que tem mais um assunto os honorários de sucumbência, disse que foi tudo para a conta não sabe de quem, falou que vão fiscalizar os honorários de sucumbência, do Procurador. Comentou sobre a rodoviária e dirigiu-se ao vereador Mauricio Lense, falou que fizeram um concerto paliativo na rodoviária, falou que sangue de Jesus tem poder. Disse que isso não é admissível. Dizer que fizeram um concerto na rodoviária, falou que ele mora ao lado, e que então está bom, disse que vão fiscalizar, Falou do esporte, disse que estão fazendo a praia, e que é legal para os profissionais que estão fazendo com força d vontade para tocar os esportes na cidade. Mas perguntou onde está a estrutura, que o município tem de dar para o esporte, disse que não foi para frente. Falou que é tudo isso por amor a Guaratuba. Disse que para concluir que não tem mais o tempo do PSC para falar, disse que está legitimamente interessado nas investigações, a qual foi citado num grupo de dez vereadores, e que desconhece, que eles tem de trazer o juízo principalmente no Ministério Público, falou que é o mesmo que ele vai usara para os fantasmas e para outras coisas que ele já falou na Casa. Agradeceu. ---------------------------------------------------------------------VEREADOR FABIO LUIZ CHAVES – cumprimentou o senhor presidente, autoridades, imprensa, presentes, os amigos, disse que só quer fazer um registro rápido, que não é um pedido de desculpas, mas que só quer que os nobres pares entendam e que eles estão acostumados a fazer isso e que muitas vezes saiu da bancada,  até os nobres pares para marcar a palavra  após a Ordem do Dia, pediu a compreensão de todos e perdão porque  não fez isso hoje, mas que o Regimento não permite e que ele estava fazendo por conta como ele já falou. Pediu ao senhor presidente, e agradeceu porque o presidente atendeu ao pedido e que teve o bom senso. Disse que não estava pedindo de propósito, que de maneira nenhuma, porque ele estava batendo e atrapalhando os oradores, disse que não errou e que estava seguindo o Regimento, pediu perdão ao vereador Raul ao vereador Itamar que no momento não estavam e escritos, falou que não foi intencional. Disse que os vereadores que estavam escritos antes que foi procurado o segundo secretário para a palavra. Falou que nas próximas Sessões que vai continuar desta maneira, que ele não irá até os nobres colegas, para fazer o registro e que quiser fazer o uso da palavra que tem de procurar a segunda secretaria para que não atrapalhe ninguém. Complementou a fala do vereador Tato, disse que a vereadora Maria foi à Tribuna, que o vereador Mauríci0 tocou no assunto também, sobre o Colégio Aníbal Curi, comentou que é verdade o que a vereadora Maria falou, e o que vereador Tato também falou, pediu permissão para o vereador Laudi, para chama-lo de Tato, e que podem lhe chamar de Espiga sem problema algum. Falou que na Tribuna no começo dava fala do vereador Sérgio fez lembrar que estiveram no ano anterior que foi agendado pela secretaria de Educação, uma visita a secretaria e que foram atendidos pela chefe de Gabinete, a secretária de estado, e que realmente foi passado isto mesmo, falou que o terreno está tudo em dia, que está tudo certo, e que tem o apoio da prefeitura municipal do Executivo, que tudo está correndo bem, que está tudo certinho, mas falou que faltava o apoio do governo do Estrado. Falou que estiveram na secretaria de estado ele, o vereador Tato, vereador Juarez, vereador Sergio, que foram numa comitiva. Disse que só quer mostrar que está correto o que foi falado, e falou que na prefeitura está tudo certinho, Falou que as coisas quando estão certas, que está certo, e que quando estão erradas,  que as críticas vem, e  aberto que ele também faz parte, e disse que deixa aberto e que sempre foi bem claro, a situação ou a oposição, falou que qualquer coisa que os vereadores acharem que está tendo problema com ele, e que qualquer um que achar que está sendo lesado, disse que está a disposição e que está aberto para as conversas, para a investigação e que de qualquer maneira, disse que só queria registrar sobre isso rapidamente, Agradeceu. ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

VEREADOR SERGIO ALVES BRAGA – Cumprimentou o senhor presidente, senhoras vereadoras, senhores vereadores, público presente, demais. Disse que estava escutando o pronunciamento do vereador Artur, que o vereador falou que foi a prefeitura que fez a pavimentação em frente a sua casa, disse que não, mas que foi um pedaço de rua que entrou na pavimentação comunitária, e que os bloquetes estavam jogados na garagem, falou que viu e que fez a sua com particular, e que todos os vizinhos pagaram, disse que foram sete famílias que ajudaram a pagar, e falou que demorou dois meses e meio para terminar aquele pedaço  que não dá cem metros. Disse que foi feito na Figueira a mesma coisa, num pedaço de rua, mas que as pessoas pagaram e que a prefeitura doando bloquetes que foram tirados de outras ruas para fazerem o asfalto. Disse que foi para deixar claro, e que o vereador Artur falou que foi a prefeitura que fez, falou que não e que foi particular, que a prefeitura doou os bloquetes que estão na rua, e que ele e os vizinhos se reuniram e que pagaram e que os bloquetes estavam colocados até o dia de hoje, e que mal colocados, pedaços, mas que está lá colocado, VEREADOR ARTUR – disse que o vereador Sergio teve sorte que foi bloquetes, e que se fosse pavimentação, que já estava sem. VEREADOR SERGIO – disse que foi dito que ele foi favorecido que a prefeitura fez, Mas agradeceu pela lembrança, Aproveitou de antemão que ele e a vereadora Ana Maria, que pertencem ao Partido PRÓS. E que vão encaminhar um ofício ao Deputado e que conhecem e que em três, quatro meses, que não tinham vínculo nenhum com este deputado, e que na semana que passou este deputado já presenteou Guaratuba com cem mil reais. Disse que é pouco, mas que são cem mil reais que vão ser utilizados na área de saúde, na compra ou aquisição de aparelhos que a própria secretária de saúde vai solicitar que tipo de aparelho para ser colocado na área de saúde. Falou que é sinal que o deputado tem boa vontade em atender Guaratuba e que o deputado deixou as portas abertas, e que vai conseguir muito mais, disse que tem certeza disso. Falou que é o Toninho o famosos Toninho. Falou que escutou alguns comentários e que ele não queria mandar para frente, mas quer que fique registrado na Casa, que ele também não tem problema nenhum, e que ele não tem fantasma nenhum dentro da Casa, e que ele acha que os demais vereadores também não tem. Disse que existe um quadro e que foi aprovado pela Casa, e que ele pode até citar os nomes de quem está trabalhando com ele na Casa, citou o Valdecir, a Riquele, a Fernanda, e a Neia que está na Casa a vinte anos e que trabalha com ele e que duas vezes por semana ele manda fazer serviços fora, e que lhe traz o que lhe interessa, disse que a Neia conhece principalmente a área do Cubatão, que é onde ela nasceu. Disse que fica ruim até de falar, citou o Vereador Itamar, que comentou a mesma coisa, e que fica no ar alguma coisa. Disse que foi para deixar claro e que os demais vereadores não tem problema nenhum e que não existe fantasma na Casa porque existe um quadro. Deixou bem claro que o assessor de qualquer vereador, não é obrigado a ficar na sala vinte e quatro horas. Disse que é como tem outros na Casa que vão para as ruas, para ver o que o cidadão guaratubano quer, que vão nos bairros, que vão corre atrás, e que trazem por escrito as solicitações, disse que o funcionário não é obrigado a ficar preso dentro do gabinete. Falou que é essa a grande verdade e que fazem muita bagunça e que falam muita coisa, que não tem nada a ver, falou que feliz daquele que tem um compromisso de colocar cada assessor dentro da Casa, que estão trabalhando, e bem, disse que tem visto em todos os gabinetes que os assessores estão trabalhando bem, para os seu vereadores, suas vereadoras, Disse que está na hora de dar uma parada de falar em fantasmas, disse que se tem fantasma ele não conhece, falou que é primeiro secretário da Casa e que tem visto a folha de pagamento que sai no final do mês e que ele não conhece fantasma nenhum. Falou que se tem, que deve estar bem escondido, por que ele desconhece, Mas falou que o assunto na sua opinião tem de ser tratado numa reunião nas salas deles especial, disse que roupa suja  se lava dentro de Casa, Falou que para vir para o Plenário para discutir assuntos que não tem nada a ver, e que na realidade é tudo dentro da Lei, disse que na Casa ninguém está fazendo nada fora da Lei, falou que assim também é com as diárias que os vereadores recebem, disse que existe uma resolução que foi aprovada em 1988, aliás em 1998, 2009, aliás que foi aprovada. Falou que todos os vereadores, como já foi dito, que algumas ocasiões e que o presidente convida, convoca, e que aí em que vai. Falou que duas três diárias, que é o limite, falou que existe dentro do orçamento da Câmara, assim como existe na Câmara federal, no Senado, dentro da Presidência da República, Prefeitura Municipal, Governo do Estado, que existe sim as diárias, que está no orçamento que foi promulgado na Lei de 88, na Constituição Brasileira, falou que está lá. Disse que não foram eles que colocaram no Orçamento, diárias para serem dadas aos vereadores, pairarem a estados, disse que não, falou que está na Constituição Federal, desde 88. Falou que se o vereador não usar, disse que tem muita gente por fora que falam porque não pegam as diárias e compram ambulâncias, que compram micro-ônibus, para colocar na Câmara, falou que não pode, que nada pode, disse que vão no Tribunal de Contas, para compras ambulâncias, disse que já foram várias vezes, com os vereadores, disse que não pode comprar m micro-ônibus, para ajudar a área de saúde. Falou que não pode fazer uma doação para aquisição de um micro ônibus, disse que não pode, falou que é só seguir o que está dentro do orçamento da Câmara, e disse que é isso que o Presidente Oliveira está fazendo, e que nada mais do isso. E falou para acabar com essas picuinhas, que ele vê que está acontecendo na Casa, e para pensarem em Guaratuba, Falou que abriga entre aspas, falou que a Casa é para isso, que é para debater, para discutir os Projetos, Projetos que vem em bem da população, disse que foram eleitos para isso, e que se existe brigas entre aspas, falou para deixarem bem claro, disse para discutirem na Casa, e que eles estão na Casa para discutir tudo o que vem do Executivo para a Casa. Falou que se ele estiver falando alguns besteira que alguém interceda, ele acha que é isso. Falou que a prefeita traz e manda os Projetos para a Casa, falou que o presidente teve uma reunião a qual ele não pode participar, que foi uma reunião com os funcionários, e que chegara, num consenso favorável aos funcionários Disse que foi feita Emendas, e quem esteve presente na reunião, disse que foi votado por todos os vereadores, que foi unânime a votação, e que para depois não saírem por ai dizendo que um fez a Emenda e que o outro foi relator, que um fez, isso e que fulano não quis. Disse que está registrado nos anais da Casa, e que foi votado. Ele acha que é ano político, mas para tirarem o particular de cada um, para pensarem dentro da Casa, mas falou que o debate tem de existir, e que a Casa é democrática e que é para isso, pediu desculpas ao senhor presidente por ter passado os dois minutos, agradeceu a atenção de todos. PRESIDENTE OLIVEIRA aproveitou e comunicou aos demais pares que o Acórdão 740 de dois mil e dezesseis, que agora no dia oito de março deu as prestações de contas do exercício de 2014 da Casa, foi julgado pela regularidade das contas. falou que as contas da Câmara de 2014, foram aprovadas. Disse que era a Mesa em que participava o vereador Artur, a vereadora Maria e o vereador Itamar. Disse que as contas foram aprovadas, pela regularidade, e que apesar de muitas coisas eram contra a aprovação, de dentro dos próprios pares de dentro da Casa. --------------------------------------------------------------------VEREADOR JOÃO ALMIR TROYNER – Agradeceu a Deus e a Nossa Senhora Aparecida, senhor presidente, nobres pares, senhores e senhoras presentes, internautas, citou um ditado que é muito certo de que “quem cala consente”,  falou que não devem solapar a verdade, e nem mesmo usar de ilações para fazer uma denúncia, falou que a credibilidade do vereador Raul Chaves na  Casa, disse que é uma credibilidade que todos tem de se espelhar ao vereador Raul Chaves, falou que o vereador é um político experiente, um político que conhece da política, dirigiu-se ao senhor presidente, dizendo que a denúncia que foi feita hoje na Casa, com relação ao material, falou que gostaria que fosse investigada, que o presidente Oliveira tomasse uma decisão, para que alguma coisa seja feita, disse que coloca em dúvida todos os vereadores, e que eles não podem desacreditar, no que o vereador Raul Chaves falou, Disse que o vereador Raul Chaves é uma pessoa séria, que é uma pessoa íntegra, uma pessoa honesta e que jamais iria falar alguma cosa sem ter certeza, mas falou que porém tem de ser esclarecido, PRESIDENTE OLIVEIRA – disse que só para complementar, que a Mesa está a disposição de qualquer vereador para que apresente denúncias, mas falou que esta denúncias tem de ser requeridas, e que não podem ser vazias, e que tem de ser fundamentadas e com documentos, e provas, falou que qualquer denúncia que venha para a Casa, que a Mesa vai aceitar com certeza, falou que conhece o vereador Maurício, que conhece o vereador Fábio, o vereador Sergio e as presidências ,mas que as denúncias não podem ser vazias, tem de  ser fundamentadas, falou que neste dia conversou coma vereadora Maria que fez uma denúncia, e que não tinha fundamentação e que ele pediu que fosse fundamentada, para que eles possam dar início ou pelo mínimo mandar para a Comissão de Justiça  e Redação para ser analisada. VEREADOR JOÃO ALMIR TROYNER – falou que a redundância das palavras do vereador Raul Chaves, já dá uma grande credibilidade, parta que seja investigado o que o vereador Raul falou, disse que o vereador Raul Chaves foi muito claro que foi muito imutável em suas palavras, Disse que isso vale mais do que um requerimento, falou que é para que seja esclarecido, e para que não paire nenhuma dúvida sobre os vereadores, Falou que o vereador Raul Chaves , que tem um grande carinho um grande respeito pelo vereador Raul, Falou que o vereador Raul jamais iria pegar o microfone, para falar alguma coisa que o vereador Raul não soubesse, Falou que a redundância das palavras, já avaliza a iniciar uma investigação , para que eles possam esclarecer isso de uma maneira bem clara e transparente, disse que só ficou fora desta denúncia a vereadora Cátia, o vereador Raul e o vereador Maurício. Disse que precisam que seja esclarecido, e que nada e que ele não está de maneira nenhuma, condenando as palavras do vereador Raul, disse que o vereador Raul falou com o coração, e que ele (vereador Almir) aprendeu que quando falar de falar com o coração, e que o coração fala a verdade; que o coração é verdadeiro. Disse que devem sim iniciar esta investigação, por que senão todos os vereadores vão cair na incredibilidade, e que vão ficar feito bonecos, de que ouvem e não falam nada. Disse que eles ouviram algumas vezes na Casa, que eles não respondem a alguns pronunciamentos, mas falou que este pronunciamento ele faz questão de pedir ao senhor presidente que analise com muita certeza. Falou que a credibilidade do vereador Raul já abona a tudo isso. Mas falou que precisar que se faça através de um documento, que com certeza ele vai fazer PRESIDENTE OLIVEIRA – falou que não pode mudar o Regimento, que não podem rasgar o Regimento. Disse que tem de ser feito dentro do Regimento, que é regimental e que ele assina com o vereador Almir também. -------------------------

VEREADOR RAUL CHAVES – Disse que vai além e que tem a prova material e dentro da casa dele, testemunha que está no grupo dos dez, falou que também é seríssima. Falou que a prova está dentro da casa dele. Disse que faz a CPI que alguém vai gemer, falou que ele não vai gemer não, disse que isso é explicito de que não foi só os vereadores, os dez, disse que foi mais candidatos que estavam participando da eleição. Falou que na Casa sabem do que ele está falando, e que no momento certo ele vai falar a quantidade de determinadas coisas, disse que é um absurdo, que quantidade do tipo de produto que dava para cruzar a baia de Guaratuba, três, quatro, cinco vezes, e que todo mundo tem ciência e que tem conhecimento disto, mas pediu que fala que a prova vai iniciar por dentro da sua casa nesta CPI. Disse que se quiserem fazer que ele faz questão, e que quer participar da CPI. Disse que é séria e que tem pessoas que vem de fora. Falou que eles que estavam do outro lado, comiam o pão que o diabo amassou que era grande a potência e a quantidade de situações do lado oposto. Falou que todos têm conhecimento e que ele sabe. PRESIDENTE OLIVEIRA – que o vereador está insistindo mais uma vez que todos os vereadores, falou que o Executivo pode ter conhecimento, que o vereador Raul esta ofendendo todos os vereadores. VEREADOR RAUL – disse que está insistindo no que PRESIDENTE OLIVEIRA pediu por gentileza que o vereador está insistindo que todos os vereadores são culpados. VEREADOR RAUL disse que não está falando não, que ele não falou culpado em hipótese alguma ao senhor presidente. PRESIDENTE OLIVEIRA – falou que o vereador Raul disse que os dez vereadores VEREADOR RAUL disse que não falou culpado em hipótese alguma, e que está gravado. PRESIDENTE OLIVEIRA – pediu por gentileza que seja encerrada a Sessão. ---------------------------------------------------------------------------

ENCERRAMENTO – Nada mais havendo para ser deliberado, o Presidente agradeceu os presentes e aos internautas e deu por encerrada a presente Sessão às vinte e duas horas e trinta e sete minutos, marcando nova Sessão Ordinária para o dia vinte e um de março de dois mil e dezesseis às vinte horas. Marcou também Sessão Extraordinária para o dia dezesseis de março de dois mil e dezesseis às dez horas e trinta minutos para deliberar sobre os Projetos n° 1399 e 1400. Para contar       eu                                  (Edilson Garcia Kalat – Secretario Geral) bem e fielmente redigi, digitei e conferi a presente Ata. ---------------------------------------------------

                                               

MORDECAI MAGALHÃES DE OLIVEIRA

Presidente

 

SERGIO ALVES BRAGA

1º Secretário

FABIO LUIZ CHAVES

2ª Secretário

Notícias

Sessão Plenária vota pareceres e moção de ...

 Na sessão plenária desta segunda-feira (10) nos expedientes foram recebidos os ofícios: Projeto de Lei do Executivo 1653/24, de autoria Roberto ...

Câmara realiza sua 16ª sessão

 Nesta segunda-feira (03) foi realizada a 16ª sessão plenária e nos expedientes recebidos foi apreciado ofício do vereador Paulo Èder de Araújo ...